Prontos para conhecer um pouco mais sobre o Titã Louco?

Vitória Pratini, no Adoro Cinema

Vingadores: Guerra Infinita será um filme sob o ponto de vista de Thanos. Entretanto, parece que sua origem não será mostradas nas telonas e sim nas páginas. O vilão vivido por Josh Brolin ganhará um livro, “Thanos: Titan Consumed”, escrito por Barry Lyga.

De acordo com io9 (via SlashFilm), a obra não faz parte do canon do Universo Cinematográfico da Marvel, mas se inspira em elementos mostrados em Guerra Infinita e, possivelmente, Vingadores 4. O livro contará a história da origem de um dos maiores vilões da Marvel.

Leia a sinopse oficial:

“Espaço. Realidade. Mente. Poder. Tempo. Alma.

Antes da criação, havia seis singularidades. Então o universo explodiu em existência, e os remanescentes desses sistemas foram forjados em lingotes concentrados…

Joias do Infinita.

Somente seres de imenso poder podem esperar empunhar essas pedras, mas para aqueles que são dignos, os poderes de um deus aguardam.

Thanos é um desses seres. Mas ele nem sempre foi.

Nascido em um mundo condenado e expulso por seu povo por seu gênio, desvios físicos e ideias pragmáticas, mas monstruosas, Thanos está determinado a salvar a galáxia do mesmo destino que seu planeta natal… não importa quantos bilhões tenham que morrer.

Aprenda as origens do inimigo mais formidável que os Vingadores, os Guardiões da Galáxia, o Doutor Estranho e o Pantera Negra já enfrentaram – um inimigo que até mesmo um grupo de pessoas extraordinárias, reunidas para lutar nas batalhas que ninguém mais poderia, e falharão para pará-lo.

Temam isso. Corram disso. O destino ainda chega.

Thanos está aqui.”

O site io9 ainda entrevistou Lyga sobre o livro e o autor explicou o que ele se propôs a fazer com o personagem:

“É menos sobre torná-lo simpático e mais sobre torná-lo compreensível. Uma pequena distinção, talvez, mas importante”, disse ele. “É uma grande ideia dizer: ‘Metade do universo precisa morrer.’ E então é um grande salto dizer: ‘Eu sou o cara que vai fazer isso.’ E ainda maior dizer: ‘Não apenas deve ser feito e não somente sou eu que o farei, mas sei que posso fazê-lo. E aqui está como’.

Isso é apenas uma enorme quantidade de confiança, de persistência, de dedicação. A maioria das pessoas nem sequer chegava à ideia de matar metade do universo em primeiro lugar. Thanos fez. E então ele deu um passo adiante. E um passo além disso. Por quê? Como? Eu queria que aqueles saltos lógicos se encaixassem.”

Lyga ainda falou sobre como ele quer “fazer engenharia reversa” dos momentos que já vimos de Thanos no UCM e “mostrar como chegamos até eles”. Considerando que este livro é ambientado antes de Guerra Infinita, esperamos obter mais informações sobre os primeiros dias não apenas do Titã Louco, mas também de Gamora e da Nebula. Está claro, pelos filmes dos Guardiões, que as duas não tiveram uma infância feliz, e ver como elas interagiram com o Thanos naquela época provavelmente fornecerá mais profundidade para essas personagens também.

“Thanos: Titan Consumed” estará disponível para compra em 20 de novembro de 2018. Antes disso, poderemos conferir o Titã Louco em Vingadores: Guerra Infinita, nos cinemas em 26 de abril.

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments