Estudante piauiense Isabella Barros conseguiu nota mil na redação do Enem 2017. (Foto: Arquivo pessoal)

 

Hoje cursando medicina na Uespi, a estudante Isabela Barros, de 18 anos, falou sobre como se preparou para atingir a nota máxima na redação no Enem 2017.

Publicado no G1

A estudante piauiense Isabela Barros, de 18 anos, foi um dos 53 estudantes que conseguiram atingir a nota máxima na redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2017. Hoje aluna do curso de medicina da Universidade Estadual do Piauí, Isabela contou ao G1 o que fez para se preparar. “Acho que não tem nenhum segredo, mas tem coisas que você pode fazer que podem aumentar suas chances”, disse.

1. Preparação

A primeira dica de Isabela é com relação ao temas. “É importante ter conhecimento de mundo, estar lendo obras que estão em destaque, assistir filmes importantes, documentários com temas que possam ser utilizados na redação”, disse.

A aluna comentou ainda que é preciso selecionar o que ler. “Não leia grandes clássicos, porque em ano de vestibular talvez não dê tempo. Você pode ler sobre os livros, e não necessariamente o livro. Isso conta muito para o repertório sociocultural que vai ser usado na redação”, disse.

A professora de redação Patrícia Lima cita o pedagogo e filósofo Paulo Freire para reforçar essa dica. “A Leitura de mundo precede a leitura da palavra”. Ela diz que essa “leitura” pode ser feita por vários meios.

“Entre eles, jornais televisivos, sites informativos, revistas, jornais impressos, além de outras mídias. É imprescindível, também, que sejam abordadas as exigências na construção da argumentação. Para isso, as aulas de História, Sociologia, Literatura, Filosofia, Geografia e, muitas outras, são cruciais”, disse.

2. Prática

A segunda dica é a prática. A professora Patrícia Lima aconselha ao estudante estabelecer uma meta: “Sugiro, no mínimo, a escritura de um texto por semana”, diz. Além disso, ela sugere reescrever os textos, fazendo as correções e adequações necessárias.

Já a meta de Isabela foi além. “Praticar redação no mínimo duas vezes por semana. Fazer muitos temas, estar sempre antenado com os assuntos que estão sendo discutidos. Não para tentar adivinhar tema, mas para saber preparar estruturas de texto para os vários temas”, disse Isabela Barros.

3. Organização do tempo

Quanto à organização para o momento da prova, a professora Patrícia Lima dá uma dica valiosa: começar pela produção de texto. “No momento do exame, recomendo começar o certame pela produção da redação. Após a feitura do texto, deve-se responder às demais questões”, orienta.

A estudante Isabela Barros aconselha a treinar as redações sempre de olho no tempo, para conseguir ficar tranquilo durante a prova. “Acho fundamental trabalhar o tempo da prova e focar em manter bastante calma. Isso influi muito na hora de realizar uma prova tão extensa e cansativa como o Enem”.

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments