Lauren S. Hissrich explicou que vídeos devem acabar na internet

Arthur Eloi, no Omelete

A série de TV de The Witcher ainda vai demorar um pouco para chegar mas, internamente, o programa da Netflix continua avançando. Agora, a showrunner Lauren S. Hissrich divulgou no Twitter que a produção dará início ao processo de escolha dos atores em breve.

“É sexta a noite em Los Angeles e foi uma ótima semana para The Witcher, então… vamos falar sobre casting. Sim, eu disse a palavra mágica. O processo começará em breve e, não, não falarei quem são as escolhas principais então melhor nem perguntar. Mas há algo muito importante para vocês saberem.”

“Normalmente, quando se faz o casting de uma série, o diretor de elenco escolhe cenas específicas com personagens do piloto para os testes dos atores”, continuou explicando a produtora. “Porém, como vamos fazer um processo internacional (o que significa trocas de email e vídeos gravados pelos atores) e porque sabemos que a internet não guarda nenhum segredo, a equipe de roteiristas optou por criar cenas inéditas para nossos personagens principais.”

“Essas cenas foram criadas para ilustrar precisamente o tom, profundidade e ressonância emocional que precisaremos para Geralt e seus amigos… mas elas não tem spoilers! São livres para nós e para vocês, o que significa que se você passar a ver cenas de The Witcher na internet, elas provavelmente são reais. Mas não irão entregar nada das histórias que contaremos.”

“Vocês estão seguros. Por enquanto… E sim, o nome dele é Jaskier”, disse fazendo alusão ao nome original do poeta companheiro do bruxo, que teve seu nome mudado para Dandelion nos jogos da CD Projekt RED.

A sinopse oficial da série de TV diz: “O bruxo Geralt, um mutante caçador de monstros, luta para encontrar seu lugar em um mundo onde as pessoas provam com frequência serem mais perversas que as bestas.” O programa contará com oito episódios, gravados no leste e centro da Europa – principalmente na Polônia, país de origem da franquia.

A série terá produção executiva de Sean Daniel (Ben-Hur, A Múmia) e Jason Brown (The Expanse), com a produtora de efeitos especiais polonesa Platige Image, encabeçada por Tomek Baginski (A Catedral) e Jarek Sawko (The Fallen Art). Baginski dirigirá pelo menos um episódio de cada temporada.

Na Polônia, país de origem, os contos individuais escritos por Andrzej Sapkowski deram origem à uma saga de livros e série de TV, mas só ganhou fama internacional após o lançamento do game The Witcher, em 2007. É importante ressaltar que o seriado da Netflix não será baseado nos games da CD Projekt RED – saiba mais.

A série de TV de The Witcher é prevista para algum ponto de 2020.

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments