Isabela Moreira, na Galileu

Julho é o mês perfeito para conhecer novos universos e retornar a alguns muito queridos. Na lista abaixo, separo algumas das obras que li e pretendo ler nas próximas semanas. Confira:

1 – Meu Livro Violeta, Ian McEwan (Cia das Letras, R$ 44,90, 128 páginas)

Autor de um dos meus livros favoritos da vida, Reparação, Ian McEwan leva um baita jeito para envolver os leitores em tramas sufocantes e, por vezes, com poucos personagens. É o caso de Meu Livro Violeta, no qual reúne um conto (que leva o nome do livro) sobre um amigo que rouba o romance de outro, e uma peça chamada “Por Você”, que trata de um maestro cuja vida é toda construída por traições.

2 – Mulherzinhas, Louisa May Alcott (L&PM, a partir de R$ 22, 332 páginas)
A obra é considerada um clássico da literatura juvenil norte-americana. Já tinha ouvido falar sobre ela, mas fiquei ainda mais interessada ao descobrir que será adaptada para os cinemas por Greta Gerwig (diretora de Lady Bird) com Emma Stone, Saiorse Ronan e Meryl Streep no elenco. Trata-se de um romance de formação que acompanha um grupo de irmãs e sua mãe crescendo e apoiando umas às outras.

Livros ideais para julho (Foto: Reprodução/Instagram/Emma Roberts)

3 – De Espaços Abandonados, Luisa Geisler (Alfaguara, R$ 59,90, 416 páginas)
Luisa Geisler é gaúcha e uma das escritoras mais promissoras da literatura nacional. Em seu novo romance, ela usa cartas, e-mails e outros tipos de registros para contar a história de Maria Alice, uma jovem que vai para Irlanda em busca da mãe. Por lá, acaba conhecendo vários brasileiros que deixaram seus lares na procura de coisas novas e acabaram se perdendo no meio do caminho.

4 – A Teus Pés, Ana Cristina Cesar (Cia das Letras, R$ 24,90, 144 páginas)
Há tempos queria ler algo da Ana Cristina Cesar e receber esse livro de presente foi um dos indícios de que já passou da hora de começar. Essa foi a única coletânea poética lançada pela escritora em vida e mistura outras obras lançadas por ela de forma independente, como Cenas de Abril, Correspondência Completa e Luvas de Pelica. Imperdível.

5 – Jane Eyre – Edição Comentada e Ilustrada, Charlotte Brontë (Zahar, R$ 79,90, 536 páginas)

Jane Eyre é um desses clássicos que temos que reler de tempos em tempos: a primeira e única vez que o li foi há cinco anos, o que torna o lançamento da edição ilustrada e comentada uma oportunidade perfeita de voltar ao universo criado por Charlotte Brontë. A obra acompanha Jane, uma órfã que, após uma infância difícil, se torna tutora de uma menina em uma casa cheia de mistérios — incluindo seu proprietário, senhor Rochester.

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments