Sua Segunda Vida Começa Quando Você Descobre Que Só Tem Uma
Cristina Danuta

Cristina Danuta

(1 comments, 10622 posts)

This user hasn't shared any profile information

Posts by Cristina Danuta

Retratos de Amor (9)

1
“Saudade é um buraco dolorido na alma. A presença de uma ausência. A gente sabe que alguma coisa está faltando. Um pedaço nos foi arrancado. Tudo fica ruim. A saudade fica uma aura que nos rodeia. Por onde quer que a gente vá, ela vai também. Tudo nos faz lembrar a pessoa querida. Tudo que é bonito fica triste, pois o bonito sem a pessoa amada é sempre triste. Aí, então, a gente aprende o que significa amar: esse desejo pelo reencontro que trará a alegria de volta.”

Rubem Alves, em Retratos de Amor (Papirus)

Faça sua lista de livros

3

Li no blog “Livros e Afins” o post “Faça sua lista de livros” em que a idéia é convidar os leitores do blog a construir uma lista de livros seguindo alguns critérios. E como o próprio autor do blog sugeriu crio minha lista seguindo meus critérios.
Segue portanto a minha lista:

1º Livro que mais gostou: Memórias póstumas de Brás Cubas é um livro que à primeira vista foi-me terrivelmente chato mas que depois de algum tempo tornou-se isso: melhor livro já lido, com certeza. Gosto do romance entre o Brás Cubas e a Virgília, não sei por que.
2º Livro mais longo que leu: O mundo de Sofia, eu acho. Confesso que não é um daqueles livros que tenho vontade de reler, mas que de alguma maneira fez-me bem, talvez, pelo conteúdo filosófico, sei lá.
3º Livro que recomenda pra todo mundo: Pode falar Senhor… estou ouvindo é um excelente testemunho que, vira e mexe, recomendo pra galera. Conta a história de Loren e seu sonho de ondas de jovens missionários pelo mundo, muitíssimo bom! #recomendo
4º Livro mais curto que leu: Em 6 passos o que faria Jesus e suas 80 páginas foram o meu primeiro contato com o Paulo Brabo, autor do blog Bacia das Almas. Em poucas palavras o livro deixa um gostinho de quero mais. Com escrita agradável e fora do comum o escritor só tem garantido fãs.
5º Um livro biográfico: Olga conta a trajetória da judia expulsa do Brasil, por Getúlio Vargas, para a Alemanha nazista de Hitler. A história do Brasil nunca foi a minha preferida, mas, através de um estudo aprofundado de Fernando Morais a história é digna de filme.
6º Livro para se ler antes de dormir: Bíblia, leio-a (quase) todos os dias antes de dormir. Acalma-me e renova minhas forças, e isso não é clichê.
7º Uma coleção de livros que recomenda: Ramsés, com certeza. Uma série de 5 livros que devo ter lido em uns 2 meses de tão preso que fiquei à narrativa. Ótimo enredo, personagens esféricos e boa caracterização do ambiente prendem o leitor a esse belo romance.
8º Um livro revolucionário: Uma ortodoxia generosa. Brian Mclaren escreve sobre uma nova maneira de enxergar o cristianismo pós-moderno ante ao mundo. Há críticas e elogios, prefiro ficar no meio como simples observador. Mas que o livro é revolucionário, isso ele é.
9º Livro que leu antes do filme nele baseado: O ensaio sobre a cegueira, com livro escrito por José Saramago e filme dirigido por Fernando Meirelles, é uma obra-prima. Um daqueles poucos filmes em que o filme equipara-se ao livro.
10º Livro que não pode deixar de ser citado numa lista de livros: Ortodoxia, do G.K Chesterton.

Convido os leitores a fazerem suas listas seguindo seus próprios critérios. Assim que feito, compartilhe nos comentários o link!


via blog doakamine

Retratos de Amor (9)

1
“Saudade é um buraco dolorido na alma. A presença de uma ausência. A gente sabe que alguma coisa está faltando. Um pedaço nos foi arrancado. Tudo fica ruim. A saudade fica uma aura que nos rodeia. Por onde quer que a gente vá, ela vai também. Tudo nos faz lembrar a pessoa querida. Tudo que é bonito fica triste, pois o bonito sem a pessoa amada é sempre triste. Aí, então, a gente aprende o que significa amar: esse desejo pelo reencontro que trará a alegria de volta.”

Rubem Alves, em Retratos de Amor (Papirus)

Niterói antecipa o mês das crianças no Campo de São Bento

0

A união de atividades de leitura, contação de histórias, jogos e brincadeiras promete animar a criançada e seus acompanhantes, neste mês de julho, na Biblioteca Estadual Infantil Anísio Teixeira (Beiat), localizada no Campo de São Bento, em Icaraí, Niterói. Entre as atividades estão: damas, dominó, quebra-cabeças, jogos de memória e adivinhações, tudo a partir dos livros da coleção “O que é, o que é?”, um dos grandes sucessos da literatura infantil.

Além disso, serão oferecidas oficinas de criação oral e comemorações pelo Dia Internacional do Amigo, no dia 20 de julho, e pelo Dia da Avó, no dia 26 de julho. O Dia Internacional do Amigo será celebrado com a campanha: “Indique a Beiat para um amigo e ganhe um livro”. Já o Dia da Avó será comemorado com um encontro literário entre avós e netinhos, cheio de recitais de poesia e oficinas de arte, culminando com chá, bolo e biscoitos.

Completando a programação, durante todos os sábados de julho, a “Hora do Conto” trará para as crianças e seus acompanhantes a leitura de livros premiados no 12º Salão da Feira Nacional do Livro Infanto-Juvenil (Fnlij), que aconteceu em junho deste ano, no Centro Cultural da Ação e da Cidadania, na Zona Portuária do Rio.

Animada, a diretora da Beiat, Regina Abrunhosa, conta como estão sendo estes encontros e adianta algumas novidades deste mês de férias na biblioteca.

“Esses eventos estão sendo maravilhosos. As crianças interagem com seus pais e acompanhantes, conhecem os jardins da biblioteca e, através das oficinas, elas retratam o que entendem sobre a história que é lida. Após a leitura, muitas crianças se interessam em conhecer as dependências da biblioteca e tornam-se sócias da Beiat. Incentivar as crianças a trazer os amigos, os pais e os familiares, é um de nossos objetivos principais. Jogos, brincadeiras, novidades literárias e muito carinho são ingredientes que ajudam a fomentar o amor pela leitura”, anima-se.

Fonte: O São Gonçalo

Os critérios do amor

3

Este é um mundo de retribuição, em que ninguém ama quem não tem nada a oferecer. Quem são os nossos favoritos? Os notáveis, os talentosos, os destacados, os fluentes, os bonitos, os ricos, os famosos, os sábios, os espirituais, os afinados, os inteligentes, os que lembram o nosso nome. Quanto mais admiráveis nos parecerem as qualidades de alguém, mais naturalmente – mais inevitavelmente – essa pessoa parecerá merecedora do nosso amor.
Nossa tendência mais natural é amar as pessoas pelo que são capazes de fazer, seja essa capacidade efetiva ou potencial. Nisso consiste o que chamo de Lei Crua do Amor: não amamos as pessoas, amamos suas competências.
Com raras exceções, a Lei Crua do Amor rege todos os nossos relacionamentos e todas as nossas afeições. Sei muito bem aqueles que me sinto tentado a amar: os virtuosos, os compassivos, os articulados, os bonitos, os fluentes, os criativos, os destemidos, os galantes, os que sabem dançar, os indomáveis, os modestos, os heróis que não conhecem o seu próprio valor. São essas as competências que estão no topo da minha lista. Mas cada pessoa estabelece o próprio critério de seleção. O que temos todos em comum é a tendência de amar aqueles que demonstram ter a competência que admiramos.

– Paulo Brabo, em Bacia das Almas
Cristina Danuta's RSS Feed
Go to Top