Tininha

Tininha

(6 comments, 2198 posts)

This user hasn't shared any profile information

Posts by Tininha

Fazer má literatura é difícil, diz escritor Leonardo Padura em debate

2

Fabio Victor, na Folha de S.Paulo

Escrever mal é difícil, declarou um dos maiores escritores contemporâneos.

Durante debate anteontem à noite no Sesc Consolação, em São Paulo, para divulgar seu romance “O Homem que Amava os Cachorros”, o cubano Leonardo Padura, colunista da Folha, caçoou de autores best-sellers.

“Escrever livros como os de Paulo Coelho e Dan Brown não é fácil, não há muitos Dan Browns que possam escrever um romance tão horrível como ‘O Código Da Vinci’, que venda milhões de exemplares. Há que se saber fazer má literatura para poder escrever um livro desses”, disse, provocando risos na plateia.

O escritor cubano Leonardo Padura durante debate anteontem à noite em São Paulo / Jorge Araujo/Folhapress

O escritor cubano Leonardo Padura durante debate anteontem à noite em São Paulo / Jorge Araujo/Folhapress

Padura respondia a uma questão sobre como era possível que, mesmo sendo um “antibest-seller” (quase 600 páginas, vários narradores e tempos verbais e sobre um fato amplamente investigado, o assassinato de Leon Trótski por Ramón Mercader), “O Homem que Amava os Cachorros” virou um acontecimento literário.

O romance, que segundo a editora Boitempo já vendeu 12 mil exemplares no Brasil (um êxito para o país, onde livros do tipo têm tiragens médias de 3.000 cópias), foi aclamado pela crítica e recomendado por figuras como a presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso.

Padura respondeu a perguntas do público, do mediador Kim Doria (da Boitempo) e de três debatedores: o historiador e professor Gilberto Maringoni, o escritor Ricardo Lísias e a repórter especial da Folha Sylvia Colombo.

Nascido em 1955 em Havana, Padura notabilizou-se por seus romances policiais de estilo literário. É criador do detetive Mario Conde, protagonista de obras como “Ventos de Quaresma” e “Adeus, Hemingway”.

Jornalista e ensaísta, é também um leitor refinado da realidade cubana —faz críticas ao regime, mas também reconhece seus efeitos positivos, e continua a viver na ilha.

No debate de anteontem, ele disse que seus livros são “falsos romances policiais”. “São romances que qualquer leitor descobre desde o começo quem é o assassino e o que aconteceu. O importante é por que aconteceu algo e o que significa isso numa sociedade como a cubana.”

Padura fez críticas ao modelo de socialismo soviético que norteou regimes como o de Cuba (“Stálin perverteu a utopia de uma sociedade igualitária”) e explicou por que permanece morando na ilha mesmo tendo passaporte espanhol. “Porque sou um escritor cubano, nunca vou ser um escritor espanhol, e um escritor é resultado de sua cultura e de sua experiência.”

Ao responder sobre sua atividade como jornalista, menos conhecida que a de escritor, ele comparou o jornalismo atual a redes de fast-food. “Está se convertendo num ofício em que tudo sai igual e todos têm o mesmo aspecto.”

Concurso Cultural Literário (64)

28

capa ed. vestígio 1

LEIA UM TRECHO

Algumas garotas escondem terríveis segredos…

Sarah Kent é uma estudante brilhante e leva uma vida tranquila em meio à elite da universidade de River Falls, uma cidadezinha perto das Rochosas, no estado norte-americano de Washington. Mas tudo muda numa manhã de primavera: Amy Paich e Lucy Barton, as duas melhores amigas de Sarah em sua cidade natal, são encontradas no fundo de um lago, terrivelmente mutiladas. As duas não falavam mais com Sarah, mas tinham mandado um estranho convite para a amiga dois dias antes dessa tragédia.

A vida de Sarah se transforma num pesadelo. Seria ela a próxima vítima do assassino? A garota parece esconder um terrível segredo, como se um laço misterioso ainda a ligasse a Amy e Lucy… Mistérios que o xerife Mike Logan tentará resolver, com a ajuda de Jessica Hurley, sua ex-namorada e famosa profiler do FBI. Eles pensam estar na pista certa, mas seu adversário é perverso e os manipula com facilidade…

capa ed. vestígio 2

LEIA UM TRECHO

Nesse início de outono, dois assassinatos cometidos um após o outro vêm perturbar a relativa tranquilidade de River Falls, que começava a se restabelecer da sórdida sequência de crimes de alguns meses antes.

O primeiro assassinato causa estardalhaço: Robert Gordon, um advogado brilhante, conhecido por sua filantropia, é encontrado eletrocutado na banheira
de sua luxuosa mansão em Golden Hill, o bairro rico da cidade. Tudo indica que o assassino tentou disfarçar o crime em suicídio, mas de maneira descuidada. No mesmo dia, o corpo de um mendigo, coberto de hematomas e encontrado no rio, chega ao necrotério, sem causar maior comoção. A priori, nenhuma ligação entre os dois casos.

O xerife Mike Logan, com a ajuda de sua companheira, a célebre profiler Jessica Hurley, terá de elucidar
os assassinatos.

Tem início um inquietante mergulho nas regiões obscuras da alma humana que revelará segredos devastadores.

Vamos sortear 2 kits com os sucessos de Alexis Aubenque: “Sete dias em River Falls” e “Um outono em River Falls“, publicados pela Vestígio.

Para participar, use a área de comentários para completar a frase: “Curto ler romances policiais porque…” (use no máximo 3 linhas).

Se usar o Facebook, por gentileza deixe seu e-mail de contato.

O resultado será divulgado dia 21/5 às 17h30 neste post.

Participe! :-)

***

Parabéns aos ganhadores: Daniela Campos e Henrique Rodrigues.

Por gentileza enviar seus dados completos para livrosepessoas@gmail.com em até 48 horas.

Trajetória de Ayrton Senna vai para os quadrinhos

1

Tricampeão de Fórmula 1 tem sua vida contada por meio de HQ, que já está nas livrarias

1

Publicado por Diário do Grande ABC

Das primeiras curvas no kart ao acidente fatal no GP de Ímola. A trajetória de Ayrton Senna ganhou traços diferentes e virou história em quadrinhos, os famosos HQs. Os primeiros exemplares de Ayrton Senna: A Trajetória de um Mito já podem ser encontradas nas livrarias por R$ 29,90.

Seu primeiro GP de Mônaco, com desempenho notório a bordo de uma Toleman, a rivalidade com o francês Alain Prost, sua vitória em Interlagos em 1991 – quando sofreu problemas na transmissão – e os fatos marcantes que envolveram os três títulos de melhor piloto do mundo na Fórmula 1 (1988, 1990 e 1991) estão presentes na obra roteirizada pelo jornalista francês Lionel Froissart e desenhada por Christian Papazoglakis e Robert Paquet.

1

Senna já foi protagonista de diversas homenagens em 2014, quando completaria 54 anos. Em uma delas, Senna virou enredo da escola da samba Unidos da Tijuca, que tornou-se campeã do Carnaval do Rio de Janeiro. Também foi lembrado pela home do site de pesquisas Google.

A morte do piloto completa 20 anos no dia 1º de maio.

1

Escola suspende aluna que raspou a cabeça para apoiar amiga com câncer

0

Justificativa é que atitude viola o código de vestimenta do colégio dos EUA.
Após repercussão negativa, escola voltou atrás na decisão.

Kamryn Renfro, de 9 anos (à esquerda), raspou a cabeça em apoio a Delaney Clemente, de 11 anos, que faz quimioterapia para combater o câncer (Foto: AP/Arquivo pessoal)

Kamryn Renfro, de 9 anos (à esquerda), raspou a cabeça em apoio a Delaney Clemente, de 11 anos, que faz quimioterapia para combater o câncer (Foto: AP/Arquivo pessoal)

Publicado por G1

Uma escola dos Estados Unidos suspendeu uma aluna de 9 anos que raspou toda a cabeça em solidariedade a uma colega que luta contra o câncer. Kamryn Renfro ficou careca para apoiar Delaney Clements, que está passando pelo tratamento de quimioterapia. A escola, que fica no município de Grand Junction, no Colorado, no entanto, alegou que Kamryn quebrou as regras de vestuário da escola, nas quais todos os alunos devem seguir um “padrão” que não desvie a atenção dos outros estudantes.

“Será que o comprimento do cabelo das crianças irão necessariamente afetá-los em sala de aula?”, questionou Jamie Renfro, mãe de Kamryn. “Eu realmente duvido disso.”

A mãe de Kamryn, Jamie Renfro, iniciou campanha nas redes sociais em apoio à decisão da filha Foto: Christopher Tomlinson/The Grand Junction Daily Sentinel/AP)

A mãe de Kamryn, Jamie Renfro, iniciou campanha
nas redes sociais em apoio à decisão da filha
Foto: Christopher Tomlinson/The Grand Junction
Daily Sentinel/AP)

Em entrevista à US TV, Kamryn explicou que decidiu cortar os cabelos depois de ver a amiga Delaney, de 11 anos, enfrentando as consquências da quimioterapia: perda de cabelos, náuseas, fadiga, e perda de apetite. “Me pareceu a coisa certa a fazer”, disse Kamryn.

Delaney gostou da atitude da colega. “Me senti muito bem. Às vezes as pessoas me chamam de menino, e fiquei feliz em saber que teria alguém para me apoiar em cada passo”, afirmou.

A decisão da escola de suspender Kamryn levou a mãe da menina a iniciar uma campanha nas mídias sociais para chamar a atenção para o caso. Depois da repercussão, o conselho escolar, formado por pais e professores, decidiu nesta terça-feira (15) voltar atrás e permitir que Kamryn volte a frequentar a escola.

O caso ganhou forte repercussão nos Estados Unidos e abriu a discussão sobre estes “dress codes” (códigos de vestuário) que as escolas impõem. Algumas escolas proibiram as alunas de usar calças legging, a menos que coloquem uma saia por cima. Assim, não chama tanto a atenção dos meninos.

Delaney recebeu a visita de Kamryn em hospital do Colorado (Foto: AP/Arquivo pessoal)

Delaney recebeu a visita de Kamryn em hospital do Colorado (Foto: AP/Arquivo pessoal)

Escolas dos EUA só permitem que meninas usem calça legging se colocarem uma saia por cima (Foto: Tween Brands/AP)

Escolas dos EUA só permitem que meninas usem calça legging se colocarem uma saia por cima (Foto: Tween Brands/AP)

Concurso Cultural Literário (63)

37

capa snoopy

LEIA UM TRECHO

A adorada turma do Snoopy está toda aqui nesta coletânea inédita de quadrinhos! Misturando novas histórias com as páginas dominicais de Charles Schulz, esta edição irá lembrá-lo do motivo de Snoopy ser amado por milhões em todo o mundo. Os antigos fãs e os novos leitores irão encontrar algo para amar em Snoopy, Woodstock, Linus, Lucy, Chiqueirinho, Schroeder e, é claro, o bom e velho Charlie Brown!

Vamos sortear 3 exemplares de “Snoopy – Vol. 1“, lançamento superlegal da Nemo.

Para participar é só responder: “Qual é a sua interpretação de ‘dormir no telhado da casa’, ato emblemático do Snoopy?

Se usar o Facebook, por gentileza deixe seu e-mail de contato.

O resultado será divulgado dia 12/5 às 17h30 neste post.

Boa sorte! :-)

***

Parabéns aos ganhadores: Suzana CostaCamila VasconcelosLeonardo Cirino.

Por gentileza enviar seus dados completos para livrosepessoas@gmail.com em até 48 horas.

 

Tininha's RSS Feed
Go to Top