Tininha

Tininha

(6 comments, 1979 posts)

This user hasn't shared any profile information

Posts by Tininha

Concurso Cultural Literário (45)

43

capa wáluk

LEIA UM TRECHO

Wáluk acorda um dia e descobre que sua mãe não está mais junto dele. O pequeno urso polar se sente então desorientado, até que conhece Esquimó, um velho urso sábio e paciente, que lhe ensinará a enfrentar os desafios da vida no Polo Norte. A partir daí, os dois viverão uma aventura de amizade e respeito, perigos e coragem. Uma bela e emocionante HQ, para leitores de todas as idades.

Vamos sortear 3 exemplares de “Wáluk”, lançamento espertíssimo da Editora Nemo.

Para participar, cite na área de comentários uma qualidade imprescindível que um amigo deve ter.

O resultado será divulgado dia 12/2 às 17h30 neste post e nas nossas redes sociais: Twitter e Fan page.

Se participar pelo Facebook, não se esqueça de mencionar e-mail de contato.

Boa sorte! :-)

***

Parabéns aos ganhadores: Diogo Henrique, Gustavo Ribeiro Sanchez e Keli.

Por gentileza enviar seus dados completos para livrosepessoas@gmail.com em até 48 horas.

Escola britânica planeja multar pais de alunos atrasados

0

Uma escola da Grã-Bretanha está discutindo a possibilidade de multar pais de alunos que chegam atrasados às aulas.

Multas da Emerson Valley School seriam aplicadas a partir de dez atrasos

Multas da Emerson Valley School seriam aplicadas a partir de dez atrasos

Publicado por BBC

A Emerson Valley School em Milton Keynes, no sudeste da Inglaterra, quer multar em 60 libras (cerca de R$ 234) os pais de crianças que perderam a hora do registro de entrada na escola dez vezes em um período de 12 semanas.

Se a multa não for paga dentro de 21 dias, ela passa a ser de 120 libras (cerca de R$ 468).
A escola de ensino básico espera que a medida aumente a pontualidade.

O Conselho Municipal de Milton Keynes informou que já existe uma política local de aplicação de multas para os pais de alunos atrasados. Mas, a decisão final de aplicar ou não essa política cabe às escolas.

“Nossos números mostram que, no último ano acadêmico, duas multas foram aplicadas em relação ao atraso recorrente de alunos. Na maioria dos casos, uma carta com um aviso (aos pais) mostrou ser o suficiente para lidar com a questão”, informou o Conselho Municipal em uma declaração.

Críticas
O plano da escola Emerson Valley recebeu críticas de alguns pais de alunos que afirmaram que a escola deveria levar em conta as famílias que precisam levar outros filhos para outras escolas.

“É preciso haver (alguma medida de) impedimento (do atraso nas escolas), mas acho que isto coloca muita pressão nos pais e rompe o compromisso entre a escola e as famílias”, afirmou Georgina Hodgkinson, mãe de um estudante da cidade.

“Se você, como nós, tem filhos em escolas diferentes, você tenta gerenciar a logística de um e de outro e sempre haverá problemas com isso”, acrescentou.

Em uma declaração, a escola afirmou que a ligação entre a frequência escolar e o desempenho do aluno é clara e que as estratégias adotadas para melhorar a frequência e a pontualidade foram bem-sucedidas.

A escola também informou que nenhuma carta de alerta ou multa foram emitidas neste ano escolar.

A Emerson Valley School afirmou que está trabalhando em parceria com a escola de educação infantil Merebrook, que fica nas proximidades, e já tomou “medidas positivas”, incluindo abrir o parquinho mais cedo para garantir que os alunos possam chegar com mais pontualidade nas duas escolas.

Também informou que está trabalhando com outras escolas locais para melhorar a frequência e pontualidade.

Primeiro lugar da UnB abre mão de vaga em Medicina para tentar ITA

0

Estudante de Recife, de 17 anos, se inscreveu em curso apenas para ter um parâmetro. Ele quer ser engenheiro

O estudante João Lucas Fernandes nunca quis ser médico Divulgação

O estudante João Lucas Fernandes nunca quis ser médico Divulgação

Eduardo Vanini em O Globo

RIO – A história de João Lucas Fernandes dos Santos, de 17 anos, vai fazer muito vestibulando se contorcer. O morador de Recife ficou com o primeiro lugar geral da Universidade de Brasília (UnB), mas abriu mão da sua vaga. Ele se inscreveu para o curso de Medicina da UnB no Sistema Integrado de Seleção Unificada (Sisu), e foi aprovado, claro, mas nem se matriculou. O jovem, que também foi o primeiro lugar no vestibular tradicional da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) onde se candidatou ao curso de Física, quer cursar Engenharia Aeronáutica no Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA). Ele não foi aprovado este ano, mas vai tentar de novo no próximo vestibular.

- Fiz minha inscrição no Sisu só para ter um parâmetro do meu potencial, mas nunca tive vontade de fazer Medicina. Escolhi a UnB pelo nível da universidade e para comparar meu desempenho com alunos de outras regiões – conta o garoto, que teve a média final de 848,77 pontos, além de uma pontuação de 860 na redação.

Filho de uma enfermeira e um professor, João sonha com o ITA há alguns anos. Desde o 9º ano, ele participa de olimpíadas de matemática, física e química, para as quais cursa atividades específicas de preparação. Fora isso, ele usa livros de nível superior para se aprofundar nessas disciplinas. Segundo ele, o conhecimento acumulado nestes anos “deu um gás” para alcançar uma nota tão alta no Enem.

- O que faz a diferença é buscar sempre mais do que o exigido pelos seus professores – define.

Tanto empenho, entretanto, não foi suficiente para assegurar o ingresso no ITA, onde a disputa era de 170 candidatos por vaga. Após enfrentar a maratona de quatro dias de provas em dezembro do ano passado, ele acabou com uma média final cinco pontos inferior à do último candidato aprovado.

- Para entrar no ITA você tem que estar com fome de ITA 24 horas por dia. E eu não estava assim na primeira prova. Estava muito relaxado e não usei uma boa estratégia. Em vez de priorizar as questões mais fáceis, fiz os itens pela ordem em que apareciam e acabei perdendo tempo com questões mais difíceis – lamenta.

Mas nada disso abalou o garoto. Munido da autoconfiança gerada pelo resultado no Sisu, ele está pronto para encarar um ano de cursinho e se aprofundar ainda mais aos estudos em 2014. As aulas começam no próximo dia 5.

- Quero me dedicar bastante ao cursinho, respeitando todas as metodologias e dicas passadas pelos professores, além de fazer todas as atividades extraclasse que forem oferecidas. Também já me programei para estudar até seis horas por dia em casa – planeja.

E se os personagens de Game of Thrones vivessem nos anos 80/90?

0

Publicado por Burn Book

Game of Thrones é uma das séries mais bem sucedidas da HBO, atingindo números altíssimos de audiência e ganhando diversos prêmios importantes como Emmy e Globo de Ouro. Sem contar que, é provavelmente a série mais queridinha dos geeks, e também, uma das séries mais reproduzidas em trabalhos criativos, como ilustrações.

O designer francês Mike Wrobel, atualmente baseado em Tokyo, não quis ficar de fora e lançou uma série de ilustrações de GoT, com um tema um tanto quanto inusitado. Em um trabalho incrível, ele retrata os personagens com um estilo anos 80 e 90. Muitas cores, acessórios e algumas referências populares são encontradas.

Você já deve ter visto alguma dessas artes espalhadas por aí, no Facebook, Pinterest, etc. Porém, como ele postou novos trabalhos recentemente, ainda vale compartilhar.

Confira:

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

Está sentindo sono durante a aula? Masque chiclete

0

Quer saber quais atividades podem diminuir o seu sono na sala de aula? Confira o que você pode fazer para se sentir mais desperto e atento

Publicado por Universia

Crédito: Shutterstock.com Colírios são uma ótima forma de deixar os seus olhos menos cansados, vermelhos e secos

Crédito: Shutterstock.com
Colírios são uma ótima forma de deixar os seus olhos menos cansados, vermelhos e secos

Nem sempre você terá uma boa noite de sono e se sentirá desperto para as aulas que te esperam. Porém, por mais normal que seja sentir sono, você não deve permitir que isso prejudique o seu aprendizado. Existem algumas dicas que podem ajudá-lo a ficar atento durante a aula, mesmo que você tenha ficado a noite inteira sem dormir.

Antes de tudo, compre um colírio: esse produto é ótima forma de deixar os seus olhos menos cansados, vermelhos e secos. Tendo um colírio sempre com você, as chances de o seu sono abalar a sua atenção são menores.

Além do colírio, ter um chiclete no bolso também é uma boa ideia. Estimular os músculos do rosto enquanto masca o chiclete faz com que seu sangue flua mais rapidamente e, consequentemente, você se sente mais desperto. Outra forma de também diminuir o seu sono é comendo alimentos que forneçam bastante energia, como chocolate e amêndoas.

Sentar na frente do professor também ajuda. Quando você está próximo da pessoa que está falando com você, seu cérebro fica mais atento. Além disso, é muito ruim para a sua imagem dormir na frente do professor. Se, mesmo depois de fazer tudo isso, o seu sono ainda está muito forte, peça para um amigo cutucar você todas as vezes que seus olhos começarem a fechar.

Por meio dessas dicas simples, mesmo o maior sono do mundo não será suficiente para prejudicar o seu foco.

Tininha's RSS Feed
Go to Top