Apaixonada por Histórias
Tininha

Tininha

(6 comments, 2622 posts)

This user hasn't shared any profile information

Posts by Tininha

Estudantes são barradas em baile da escola por vestido ‘mostrar demais’

0

Alunas de escola de Utah (EUA) dizem terem passado constrangimento.
Roupa não pode mostrar coxas nem as costas, segundo código do colégio.

Tayler Gillespie, de 17 anos, não pode entrar no baile com seu vestido azul porque ele deixava metade das coxas à mostra (Foto: Veronica Pehrson/AP)

Tayler Gillespie, de 17 anos, não pode entrar no baile com seu vestido azul porque ele deixava metade das coxas à mostra (Foto: Veronica Pehrson/AP)

Publicado por G1

Alunas de uma escola do ensino médio de South Jordan, no estado de Utah, nos Estados Unidos, dizem terem sofrido constragimento ao serem barradas em um baile da instituição por causa do vestido que usavam. Estudantes fizeram greve e vários pais mandaram cartas para o distrito escolar reclamando da decisão do colégio.

As alunas iriam dançar no baile da escola no último sábado (20). Chad Pehrson disse que sua filha de 17 anos foi uma das dezenas de alunas da Bingham High School que foram chamadas de lado e impedidas de entrar sob a alegação de que seu vestido era muito curto.

Estudantes com vestidos sem alças puderam entrar, mas alunas que usavam roupas com decotes nas costas, mesmo que cobrissem todo o corpo até o pescoço na parte da frente, foram barradas.

“Minha filha levou quatro horas se arrumando para o baile. Depois foi impedida de entrar, foi decepcionante”, disse o pai de Taylor Gillespie, que colocou um vestido com babado azul.

Abbey Johnson, de 15 anos, teve de usar uma camiseta regata por baixo do vestido porque a peça deixava à mostra as suas costas (Foto: Shannon Johnson/AP)

Abbey Johnson, de 15 anos, teve de usar uma camiseta regata por baixo do vestido porque a peça deixava à mostra as suas costas (Foto: Shannon Johnson/AP)

O diretor da escola, Chris Richards-Khong, disse ao jornal The Salt Lake Tribune que os alunos foram avisados ​​sobre as políticas de vestimenta com antecedência. Segundo ele, o código de vestimenta da escola diz que nas festas a bainha das saias ou vestido não podem deixar metade da coxa à mostra quando a estudante está sentada. Além disso, a roupa deve cobrir o peito e as costas.

Abbey Johnson, estudante de 15 anos, usava um vestido preto que batia um pouco acima dos joelhos e apresentava um decote alto, mangas de renda que iam até os cotovelos e as costas estavam parciamelmente cobertas por renda. Também foi barrada.

Para entrar, Abbey precisou colocar uma camiseta regata por baixo do vestido. “Me senti muito envergonhada, eu e outras meninas”, reclamou a adolescente.

Para permitir que as alunas pudessem entrar na festa, outros estudantes e até funcionários da escola emprestaram paletós, echarpes e outros panos que pudessem cobrir o que era impróprio, segundo as regras da escola. Vários alunos receberam um bilhete de advertência por terem violado o “código de vestimenta” da instituição.

A polêmica do Photoshop

No início do ano, outra escola do estado de Utah se envolveu em uma polêmica sobre as roupas das alunas ao cobrir com photoshop as fotos do anuário onde as estudantes apareciam com os ombros à mostra. A escola teve de pedir desculpas.

Escola criou polêmica ao esconder decotes de alunas em anuário (Foto: Reprodução/YouTube/NewsBreaker)

Escola criou polêmica ao esconder decotes de alunas em anuário (Foto: Reprodução/YouTube/NewsBreaker)

O topo por um fio

0

Novo livro de Ken Follet promete briga nas próximas semanas e Globo e Vergara&Riba empatam em terceiro lugar

Cassia Carrenho, no PublishNews

Eternidade por um fio (Arqueiro) chegou e foi direto para o terceiro lugar na lista geral e vice liderança na lista de ficção. Apesar da diferença grande para o primeiro lugar – Se eu ficar (Novo Conceito), que vendeu 11.061, quase o dobro do novo livro de Ken Follet – Eternidade por um fio promete crescer na lista nas próximas semanas.

Outro livro que merece destaque é a biografia do ex-tenista número 1 do mundo, Gustavo Kuerten, Guga (Sextante), que nessa semana ficou em quarto lugar na lista de não ficção, com 1.327 exemplares. Ainda na lista de não ficção, As deliciosas receitas do Tempero de Família (Globo), programa comandado pelo ator Rodrigo Hilbert, e Sob pressão (Foz), estrearam na lista.

Na lista infantojuvenil o destaque foi da blogueira Bruna Vieira, que colocou seu livro De volta aos sonhos (Gutenberg) entre os mais vendidos.

A grande surpresa veio no ranking das editoras, que teve um empate entre Globo e Vergara&Riba no terceiro lugar, com dez livros cada. A editora Globo teve ajuda de quatro livros da coleção As grandes ideias de todos os tempos, além dos lançamentos Aparecida e As deliciosas receitas do Tempero de Família. Já a Vergara&Riba teve a sempre presença da turma dos Bananas e ainda emplacou dois livros da série Maze Runner. Em primeiro lugar ficou a Sextante, com 17, e em segundo Intrínseca, com 13. Nessa semana, a Record ficou apenas em sexto, lugar bem atípico para quem briga pelo primeiro lugar na lista anual.

Concurso Cultural Literário (97)

11

capa vingança

LEIA UM TRECHO

Não há trégua para Diane Silver…

A profiler do FBI Diane Silver continua sua caça aos serial killers. Ela se associou a Rupert Teelaney – também conhecido como Nathan Hunter –, um dos homens mais ricos do planeta, para eliminar esses carrascos, protegendo assim suas futuras vítimas. Mas o que ela deseja, acima de tudo, é encontrar a mulher que conduziu sua filha Leonor, de onze anos, até seu torturador. Diane sabe, no entanto, que, aliando-se a Nathan/Rupert, escolheu o caminho da ilegalidade, da extrema solidão.

Enquanto isso, em Paris, Yves Guéguen tenta proteger Sara Heurtel, cuja filha satanista foi assassinada por Nathan nos Estados Unidos. Na zona rural de Boston, uma cena digna dos piores pesadelos é descoberta em uma encantadora casa de campo, cujo porão foi transformado em um calabouço onde jazem três cadáveres. Diane tem agora uma nova presa, um novo predador a caçar.

concurso-amarga

Em parceria com o Livrólogos, vamos sortear 4 exemplares de “Amarga vingança“, de Andrea H. Japp, lançamento da Vestígio.

Para participar, basta responder à pergunta: “Uma vingança pode ser doce ou é sempre amarga?

Tenha o dobro de chances ao participar também no Livrólogos. Serão 2 livros em cada blog.

O resultado será divulgado no dia 21/10 neste post.

Boa sorte. :-)

***

Parabéns: Lilla Araújo e Elisabeth Machado de Salles \o/

Por gentileza enviar seus dados completos para livrosepessoas@gmail.com em até 48 horas.

Escritora peruana acusa Disney de plágio por “Frozen”

0

Segundo Isabella Tanikumi, a história da animação “Frozen: Uma Aventura Congelante” seria cópia do seu livro autobiográfico, lançado em 2010

História do filme da Disney teria surgido a partir de livro autobiográfico

História do filme da Disney teria surgido a partir de livro autobiográfico

Publicado em O Tempo

A escritora Isabella Tanikumi entrou na Justiça contra a Disney, acusando-a de plágio. Segundo a peruana, a história da animação “Frozen: Uma Aventura Congelante” seria cópia do seu livro autobiográfico, lançado em 2010. As informações foram publicadas pelo site americano “TMZ”.

O sucesso de bilheteria da Disney não teria surgido a partir do conto “The Snow Queen”, de Hans Christian Andersen, mas, sim, da própria história de vida da autora. Isabella afirmou que os personagens e os enredo da animação são plágio do seu livro “Yearnings of the Heart” (“Os Anseios do Coração”, em tradução livre).

Na obra literária, a escritora revela detalhes da sobrevivência da família a um terremoto em 1970 e conta como foi crescer nas montanhas andinas do Peru. Isabella relata ainda sobre seus conflitos pessoais que teve que enfrentar na época da morte de sua irmã, Laura.

Por outro lado, “Frozen: Uma Aventura Congelante” conta a história de Elsa, que tem poderes especiais ligados ao gelo. No filme, a personagem machuca a irmã caçula, Anna, acidentalmente, por causa da sua capacidade de transformar os objetos em gelo. Por isso, passa por dilemas, tendo que se afastar da família. A animação foi premiada no Oscar desse ano, na categoria de melhor trilha sonora, com a música “Let it go”, e chegou a faturar US$ 1,2 bilhão em todo o mundo.

Michelle Obama pede que líderes mundiais lutem por educação

0

Educação universal para todas as crianças é uma das metas de desenvolvimento da ONU para o ano que vem, mas não deve ser cumprida

Escola: 250 milhões de crianças no mundo não sabem ler, escrever ou fazer cálculos - Getty Images

Escola: 250 milhões de crianças no mundo não sabem ler, escrever ou fazer cálculos – Getty Images

Mirjam Donath, na Exame

Nova York – A primeira-dama dos Estados Unidos, Michelle Obama, pediu a líderes internacionais que mostrem a mesma coragem e comprometimento de garotas que fazem sacrifícios para irem à escola – como as estudantes sequestradas na Nigéria – a fim de fornecer a crianças em todo o mundo a educação de qualidade que elas merecem.

Michelle fez seu discurso em um evento dedicado à luta contra a crise na aprendizagem global, realizado em eventos paralelos da Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas.

Educação universal para todas as crianças no mundo é uma das metas de desenvolvimento do milênio das Nações Unidas para o ano que vem – mas que não deve ser cumprida.

Os dados mais recentes mostram que 250 milhões das 650 milhões de crianças em idade compatível com o ensino primário em todo o mundo não sabem ler, escrever ou fazer cálculos matemáticos básicos, de acordo com a Unesco, organização ligada à ONU para educação, ciência e cultura.

A primeira-dama relembrou Malala Yousafzai, do Paquistão, que virou uma celebridade global após sobreviver a um tiro na cabeça por conta da campanha do Taliban contra a educação feminina, e das mais de 200 estudantes nigerianas sequestradas por militantes islâmicos do Boko Haram.

“Estou pensando em garotas como Malala, estou pensando sobre aquelas bravas garotas na Nigéria, estou pensando sobre as garotas que nunca chegarão às manchetes, que andam horas para chegar à escola todos os dias, que estudam até tarde da noite por estarem famintas por preencherem seu potencial dado por Deus”, disse Michelle. “Se pudermos mostrar uma pequena fração de sua coragem e seu comprometimento, então eu sei que podemos dar a todas as nossas garotas uma educação digna do potencial delas.”

A diretora-geral da Unesco, Irina Bokova, alertou em junho que não há “nenhuma chance” de que o mundo atinja a meta de desenvolvimento do milênio relacionada à educação no ano que vem.

Um relatório da Unesco divulgado à época salientou que 58 milhões de crianças entre 6 e 11 anos ainda estão fora da escola e que o progresso na redução desses números tem sido consideravelmente vagarosos desde 2007.

Tininha's RSS Feed
Go to Top