Tininha

Tininha

(6 comments, 2573 posts)

This user hasn't shared any profile information

Posts by Tininha

Livros novos para alunos de Araçatuba (SP) são encontrados em matagal

0
Livros abandonados são novos - Reprodução/TV TEM

Livros abandonados são novos – Reprodução/TV TEM

Eduardo Schiavoni, no UOL

Centenas de livros de exercícios destinados a estudantes do ensino médio da rede estadual paulista de ensino foram encontrados, na manhã de segunda-feira (8), jogados em uma área rural de Araçatuba (interior de São Paulo). O material é deste ano e deveria ser utilizado nas disciplinas de língua inglesa, filosofia e língua portuguesa.

O material foi abandonado em uma área de mato que fica nas proximidades de um conjunto de chácaras ocupadas por produtores rurais. Não há nenhuma escola próxima à área. Há livros em lotes fechados e plastificados e também exemplares avulsos. São pelos menos 300 cadernos de respostas, encontrados por um morador da região, que acionou a imprensa e as autoridades do setor de educação.

As apostilas têm espaço para anotações de alunos e são utilizadas como apoio às atividades dadas em sala de aula. “Eu vi algumas crianças paradas e resolvi ver o que era. Foi quando me deparei com o monte de cadernos, todos com o símbolo do governo do Estado. É um desperdício de dinheiro, fiquei realmente indignado com isso”, contou o morador, que pediu para não ser identificado.

Outro lado
A Secretaria Estadual de Educação foi procurada pela reportagem, por e-mail e por telefone, no começo da tarde de ontem (9). “Após receber as denúncias, a Diretoria Regional de Ensino de Araçatuba abriu imediatamente uma apuração preliminar para averiguar o descarte”, disse a instituição, em nota.

A secretaria informou ainda que “a administração repudia qualquer desperdício e a direção de todas as escolas estão sendo ouvidas a fim de verificar se os cadernos do aluno foram recebidos e distribuídos a todos os estudantes”.

A reportagem solicitou informações sobre o custo unitário de cada livro de resposta, mas não foi respondida. Da mesma maneira, a instituição também não informou quantos alunos estão matriculados no ensino médio na rede estadual em Araçatuba.

dica do João Marcos

O dia em que Robin Williams encontrou Pablo Neruda

0

1

Carlos E. Álvaro Velazco, no Literatortura

Há momentos e cenas que marcam para sempre a memória daqueles que têm a oportunidade de vê-las. Muito mais do que isso, são capazes de moldar o comportamento e caráter de um ser humano ao longo da vida, tanto para o bem quanto para o mal (prometo me ater ao lado positivo neste texto).

Quem não se lembra do professor John Keating, do filme “Sociedade dos Poetas Mortos”, e do emocionante bordão “Oh, captain! My captain!”? O professor, interpretado brilhantemente por Robin Williams, ensina aos seus alunos muito mais do que a literatura arcaica que o colégio onde lecionava sempre pregou: faz questão de mostrar que a poesia não pode ser ensinada como a matemática e que os versos não devem ser medidos com uma régua. Um professor que fez questão de ultrapassar as preocupações levianas dos alunos e disse para que “colhessem o dia e fizessem as suas vidas extraordinárias”. Mas não é deste filme a cena que dá título ao texto.

Em “Patch Adams”, o ator vai, mais uma vez, ao encontro da poesia. Justamente em uma das cenas mais emocionantes do filme, quando ele se despede da sua namorada, Robin Williams lê os tercetos do “Soneto XVII”, do livro “100 Sonetos de Amor”, de Pablo Neruda. Esse soneto, tão poderoso como muitos outros do autor, tem um valor fortíssimo, com a premissa do amor incondicional. O escritor chileno, que na humilde (mas belíssima) intenção de homenagear sua amada Matilde, ensina ao mundo que para amar, basta o mais puro sentimento.

Soneto XVII

NÃO TE AMO como se fosses rosa de sal, topázio

ou flecha de cravos que propagam o fogo:

te amo como se amam certas coisas obscuras,

secretamente, entre a sombra e a alma.

Te amo como a planta que não floresce e leva

dentro de si, oculta, a luz daquelas flores,

e graças a teu amor vive escuro em meu corpo

o apertado aroma que ascender da terra.

Te amo sem saber como, nem quando, nem onde,

te amo diretamente sem problemas nem orgulho:

assim te amo porque não sei amar de outra maneira,

senão assim deste modo em que não sou nem és

tão perto que a tua mão sobre meu peito é minha

tão perto que se fecham teus olhos com meu sonho.

Imagem de Amostra do You Tube

14 novos livros de negócios para ficar de olho

0

O Professor de Wharton e Best Seller Adam Grant opina sobre os principais lançamentos dos próximos meses nos Estados Unidos

Publicado por Época Negócios

THE INNOVATORS, POR WALTER ISAACSON: O NOVO LIVRO DO AUTOR DA BIOGRAFIA DE STEVE JOBS (FOTO: DIVULGAÇÃO)

THE INNOVATORS, POR WALTER ISAACSON: O NOVO LIVRO DO AUTOR DA BIOGRAFIA DE STEVE JOBS (FOTO: DIVULGAÇÃO)

Adam Grant, professor de Wharton e autor de “Give and Take: Why Helping Others Drives Our Success“, que está entre os best sellers do “The New York Time”, lista 14 livros de negócios que acabam de ser lançados ou estão em vias de, nos Estados Unidos, para ficar de olho.

1. Me, Myself and US, por Brian Little

Nunca li um livro que revelasse tanto sobre minha própria personalidade, sem contar os hábitos peculiares dos meus amigos, colegas de trabalho e família. Com inteligência e sensates, Little – vencedor do mais alto prêmio canadense de ensino universitário e um dos professores favoritos de Harvard, oferece insights surpreendentes sobre nossos cotidianos superficiais ou obsessões magníficas.

2. Rookie Smarts, por Liz Wiseman

Se você acredita no valor da experiência, prepare-se para ter sua perspectiva virada de cabeça para baixo. Wiseman mostra de maneira maestral por que novatos podem superar veteranos e como a expertise nos cega para ideias novas e que estamos perdendo o brilho dos jovens a nossa volta.

3. The Innovators, por Walter Isaacson

O autor das biografias épicas de Steve Jobs, Albert Einstein e Benjamin Franklin está de volta. É uma saga do Vale do Silício como nunca vimos antes: uma jornada por trás das cenas, dos pioneiros que inventaram os computadores, a internet e a revolução digital.

4. Crazy is a Compliment, por Linda Rottenberg

Rottenberg oferece a pequeno tesouro de ideias para que novos empreendedores deem início a seus projetos e startaups acelerem seu sucesso. Ela orientou muitos dos maiores empreendedores do mundo [como cofundadora e CEO do a consultoria de empreendedorismo Endeavor Global] e seu livro é cheio de dicas para colocar inovação nas empresas, ONGs, setor público e escolas.

5. The Upside of Your Dark Side, por Todd Kashdan and Robert Biswas-Diener

Depois de uma longa espera, eis o livro sobre o porquê a felicidade pode nos fazer tristes, as reflexões são sobrevalorizadas e o desconforto prepara o terreno para o conforto. Os dois psicólogos oferecem um relato provocativo e baseado em evidências para uma vida balanceada. Se você não ler, você deveria se sentir culpado – e isso será bom para você.

6. A Path Appears, por Nicholas Kristof and Sheryl WuDunn

Em seu quarto livro juntos, os ganhadores do prêmio Pulitzer casados falam da constância com a qual as pessoas fazem a diferença. De prevenir doenças e consertar a educação, avaliar a ajuda global e a caridade local, lutar contra a violência, a combinação de exemplos inspiradores, ciência de fronteira e recomendações práticas irão mudar o que achamos sobre mudar o mundo.

7. How Google Works, por Jonathan Rosenberg and Eric Schmidt

Como o Google evoluiu de um mecanismo de busca disruptivo à empresa mais valiosa do mundo? Dois líderes dividem suas lições de dentro para fora em estratégia, tomada de decisões, inovação e cultura.

8. Zero to One, por Peter Thiel

Thiel argumenta que o segredo para o progresso não é a competição, mas o monopólio. A partir de sua experiência como cofundador do PayPal e do Palantir e investidor do início do Facebook, Linkedin e Yelp, ele oferece ideias fascinantes sobre como sair da cópia de algo velho para criar algo novo.

9. Hello, My Name is Awesome, por Alexandra Watkins

Como encontrar o nome certo para sua marca ou empresa? Isso é o que Watkins faz para viver – sua empresa é responsável por renomear o serviço de brunches de casamento Bloody Married e a franquia de iougurtes Spoon Me – e seus exemplos e conselhos espertos podem ajudar a evitar passos errados.

10. The Small Big, por Robert Cialdini, Noah Goldstein e Steve Martin

Se você já teve dificuldades em mudar crenças ou comportamentos de outras pessoas, há esperança. Os principais especialistas do mundo em persuasão oferecem o melhor da ciência, bem como insights práticos sobre influência.

11. Smartcuts, por Shane Snow

Esse livro resolve um mistério supremo, iluminando como visionários e pioneiros encontram jeitos mais rápidos de atingir seus objetivos. Com histórias fascinantes e pesquisas importantes, Snow entrega um dos livros mais atraentes e provocativos do ano.

12. Excellent Sheep, por William Deresiewicz

De acordo com esse ex-professor de Yale, universidades de elite não ensinam os alunos como pensar. Deresiewicz propõe reinventar a educação superior para que os alunos desenvolvam valores fortes e encontrem definições significativas para o sucesso.

13. Powers of Two, por Joshua Wolf Shenk

Achamos que ideias arrojadas vêm de indivíduos e times, mas o cerne da criatividade vive em duplas dinâmicas. Shenk examina a química por trás dos pares criativos que deram origem aos Beatles, à Apple, ao Soth Parke e o movimento dos direitos civis. Aprenda sobre os benefícios surpreendentes do conflito e o poder do desequilíbrio – e como encontrar o parceiro correto, para construir confiança.

14. Building a Better Teacher, por Elizabeth Green

Boa educação é o fundamento para uma sociedade próspera e depende de bons professores. Green, uma jornalista especializda em educação, oferece evidências fortes e compila casos para ilumnar o que faz com que crianças prestem atenção, afiem seu raciocínio e contribuam para discussões cheias de descobertas.

James Patterson é o escritor mais bem pago do mundo, segundo a ‘Forbes’

0

Revista divulgou lista com autores com os maiores rendimentos, e o norte-americano continua no topo da lista com US$ 90 milhões por ano

Imagem: Google

Imagem: Google

Publicado por Estadão

A lista de autores mais bem pagos do mundo de 2014 inclui três novatos, que tiveram rendimentos superiores a US$ 9 milhões neste ano (e nasceram depois de 1970): Veronica Roth (da série Divergente), John Green (A Culpa É das Estrelas) e Gillian Flynn (Garota Exemplar).

Os três são autores de literatura young adult, destinada a jovens leitores. Um estudo da Bowker Market Research, de 2012, sugeriu, entretanto, que 55% dos livros de YA são comprados por pessoas com mais de 18 anos, e na maioria dos casos são destinados para sua própria leitura.

O número 1 da lista continua sendo James Patterson – com uma média de 14 livros por ano (escritos com coautores) e um rendimento aproximado de US$ 90 milhões entre junho de 2013 e junho de 2014. Patterson publicou seu primeiro livro em 1976, e desde então vendeu mais de 300 milhões de cópias. Ele é o autor das séries de suspense de Alex Cross e Michael Bennet, e também escreve livros young adult, além de trabalhos esparsos na TV e no cinema.

O segundo lugar ficou com Dan Brown – que se juntou à lista em 2004, com O Código da Vinci, e nunca mais saiu. Em 2013, de acordo com a Forbes, seu mais recente livro, Inferno, vendeu mais de 1,4 milhão de cópias só nos EUA – rendendo US$ 28 milhões para Brown.

A lista segue com Nora Roberts (US$ 23 milhões), Danielle Steel (US$ 22 milhões), Janet Evanovich (US$ 20 milhões), Jeff Kinney, Veronica Roth, John Grisham e Stephen King (US$ 17 milhões), Suzanne Collins (US$ 16 milhões), J. K. Rowling (US$ 14 milhões), George R. R. Martin (US$ 12 milhões), David Baldacci (US$ 11 milhões), Rick Riordan e E. L. James (US$ 10 milhões), Gillian Flynn e John Green (US$ 9 milhões).

Tininha's RSS Feed
Go to Top