campanhas

Campanha no Kickstarter arrecada fundos para tatuagens temporárias de clássicos da literatura

0

1

Bruna Mesquita, no INFO Online

A marca Litographs arrecada fundos no Kickstarter para a sua mais nova criação: tatuagens temporárias de trechos clássicos da literatura. Obras como Alice no País das Maravilhas, Peter Pan, Os Miseráveis, Orgulho e Preconceito e Hamlet são os primeiros clássicos idealizados para marcar a pele provisoriamente.

Os que colaborarem com o projeto terão a oportunidade de fazer parte da primeira iniciativa da empresa norte-americana, que dividirá o livro Alice no País das Maravilhas em 2.500 frases únicas para tatuar. Após receberem a tatuagem temporária, os compradores deverão aplicá-la no local desejado, tirar uma foto e compartilhar no Litographs para criar uma galeria completa com os trechos do livro.

Além disso, as doações têm um valor pré-definido e possibilitam os apoiadores a escolher pacotes com diversas tatuagens. Por hora, o projeto já recebeu cerca de 34 mil dólares e 5 mil pacotes já foram encomendados.

A Litographs promete que as tatuagens projetadas serão realistas, tanto em termos de arte quanto de aparência, já que eles trabalham com um estúdio de Hollywood especializado em elaborar tatuagens temporárias.

Projeto espalha amor através de cartas

0
Yahoo Notícias/Ana Paula Leoni - Projeto resgata o amor, o respeito e a solidariedade por meio da escrita de cartas

Yahoo Notícias/Ana Paula Leoni – Projeto resgata o amor, o respeito e a solidariedade por meio da escrita de cartas

Publicado por Yahoo

Todos os dias, em algum lugar, ou a qualquer momento, ninguém espera ser surpreendido com palavras que podem mudar o seu destino diante de situações adversas da vida. Seja um amigo que perdeu o emprego, a filha que passou no vestibular, o vizinho que passa por dificuldades, ou a mãe que venceu um obstáculo da vida, todos gostam de ouvir palavras de carinho, amor, esperança e incentivo. Não importa de onde venham, palavras tem o poder de cuidar e acalentar.

Com a missão de resgatar o poder do amor e promover o bem ao próximo, fortalecendo a educação e a solidariedade por meio da escrita de cartas, a organização sem fins lucrativos Amor em Cartas acaba de ser lançada no Brasil.

Inspirada na bela iniciativa do Projeto Social americano More Love Letters, mas totalmente formatada para a realidade do nosso país, Amor em Cartas tem o objetivo de incentivar a prática de ações solidárias, utilizando cartas e palavras como fator multiplicador da transformação do ser humano.

1O projeto já está em andamento desde janeiro de 2014, quando a sua fundadora, Patrícia Mello resolveu se dedicar a um projeto social que – por meio das palavras – levasse amor às pessoas e a fizesse vê-las felizes por dentro.

“Escrever um dia foi um exercício de carinho entre as pessoas e a letra de alguém pode simbolizar conexão e presença. A ideia do Amor em Cartas é resgatar nas pessoas o sentimento de o quanto são especiais, enviando ou recebendo uma carta cheia de amor. Além disso, o projeto incentiva o exercício da escrita, estimula a leitura e gera e aproximação entre as pessoas, em um mundo cheio de tecnologias úteis e funcionais, mas que não substituem abraços carinhosos, olhares sinceros e amores incondicionais”, explica Patrícia.

Amor sem fronteiras
O Projeto Amor em Cartas pode chegar até pacientes em hospitais, asilos cheios de conhecedores da vida ou pessoas desconhecidas que a todo momento se tornam vítimas de um mundo cheio de dificuldades e que não esperam que alguém possa pensar nelas com carinho.

Qualquer pessoa pode contribuir com a Organização Social: sendo um voluntário, divulgando o trabalho e espalhando palavras de amor por aí. Professores, escritores, empresas privadas fabricantes ou fornecedores de papelaria também podem contribuir com criação e desenvolvimento de projetos junto à Amor em Cartas ou com a doação de recursos materiais ou financeiros para viabilizar ações diversas e manter o projeto vivo.

O movimento também apoia ações educacionais, incentivando crianças a escreverem, universitários a participarem e adultos a contribuírem com sua experiência de vida. Quem tiver interesse em ser um voluntário ou criar uma ação em algum local indicado, só precisa entrar em contato por meio do site do projeto. As doações, pedidos de cartas ou homenagens também podem ser feitas por meio do site e da página no Facebook.

A ideia do Amor em Cartas é resgatar nas pessoas o sentimento de o quanto são especiais

A ideia do Amor em Cartas é resgatar nas pessoas o sentimento de o quanto são especiais

Dois hambúrgueres e um e-book, por favor

0

McDonald´s dá acesso gratuito a e-books a seus clientes

Leonardo Neto, no PublishNews

Divulgação

Divulgação

Depois de distribuir livros físicos aos seus clientes, o McDonalds inicia nova campanha, agora com e-books. Clientes – ou não – da rede podem acessar gratuitamente livros digitais interativos pelo www.happystudio.com, a plataforma de jogos e interação digital com os pequenos.

Os livros – por enquanto três títulos – foram produzidos pela Dorling Kindersley, da Penguin Random House e trazem temas como as estrelas e os planetas, as maravilhas da natureza e as mais espetaculares cidades do mundo.

Os pequenos podem ainda criar seus próprios livros com opções de selecionar, arrastar e inserir elementos como palavras e imagens.

Os livros podem ser lidos direto no computador ou baixando os aplicativos para as versões mobile disponíveis na AppleStore e no Google Play.

Banco de Livros estimula ”desapego’ para doações de obras no RS

0

Caixas estarão espalhadas pela Feira do Livro de Porto Alegre.
Em 2009, aposentado doou 180 mil obras para a campanha.

Em cinco anos, campanha já arrecadou mais de 450 mil exemplares (Foto: Luciane Kohlmann/RBS TV)

Em cinco anos, campanha já arrecadou mais de 450 mil exemplares (Foto: Luciane Kohlmann/RBS TV)

Luciane Kohlmann, no G1

Com o objetivo de estimular nas pessoas o desapego de livros esquecidos em prateleiras, o projeto Banco de Livros terá caixas de coleta espalhadas pela Feira do Livro de Porto Alegre, de 1º a 17 de novembro, para receber doações. As obras esquecidas poderão, assim, chegar às mãos de novos leitores.

Em cinco anos, a campanha arrecadou mais de 450 mil exemplares. “O lema dos bancos sociais é o seguinte: ‘transformar o desperdício em benefício social’. E a gente acha um tremendo desperdício ficar com os livros parados na estante”, diz o presidente do Banco de Livros, Waldir Silveira.

Procurador aposentado conhece bem o projeto Banco de Livros (Foto: Luciane Kohlmann/RBS TV)

Procurador aposentado conhece bem o projeto
Banco de Livros (Foto: Luciane Kohlmann/RBS TV)

O procurador aposentado Itálico Marcon conhece bem o projeto. E participa dele. Somente em 2009, ele doou 180 mil obras. Ele afirma que já chegou a ter quatro apartamentos tomados pelas obras. “Só para livros, inclusive os banheiros”, conta. A doação, admite ele, não foi fácil. “Mas eles estavam estragando, mofando, se deteriorando”, justifica.

Uma pequena coleção com preciosidades ficou guardada em uma sala. Entre elas está o exemplar de “O Tempo e o Vento” de 1965, com dedicatória do autor, Erico Verissimo.

É essa a ideia da campanha. Praticar o desapego. “Liberte seus autores da estante, doe livros! Os autores estão presos na estante, e a gente quer que as pessoas se desapeguem dessa posse”, ressalta o presidente do Banco de Livros.

Cada livro doado é tratado com cuidado. Uma seleção é feita em todo o tipo de material que chega ao banco para evitar que alguma obra danificada, com traças, espalhe o problema para as outras. “Depois que o material é higienizado, ele é separado pelos grandes assuntos da classificação universal, e aí ele vem para a prateleira”, explica a bibliotecária Neli Miotto.

Entidades são beneficiadas com campanha Banco de Livros (Foto: Luciane Kohlmann/RBS TV)

Entidades são beneficiadas com campanha Banco
de Livros (Foto: Luciane Kohlmann/RBS TV)

Mais de 200 entidades já foram beneficiadas com doações. “Como serviram para mim, vão servir para outras pessoas”, salienta seu Itálico. “Eu me realizo em plenitude. Todos os meus sonhos, minhas fantasias, meus amores, minhas paixões. Tudo isso eu encontro no livro”, conta o aposentado doador de obras.

Qualquer empresa pública, privada, ou pessoa física pode colaborar com as atividades do Banco de Livros. Instituições de Porto Alegre devem encaminhar suas demandas e projetos ao Balcão de Projetos Sociais do Conselho de Cidadania da Fiergs, na Avenida Assis Brasil, 8787, bloco 10, 3º andar. Lá a solicitação é protocolada e encaminhada ao Comitê de Avaliação e Análise, que tomará as providências sobre o atendimento.

A Feira do Livro de Porto Alegre

A edição deste ano será realizada de 1º a 17 de novembro, na Praça da Alfândega, no Centro de Porto Alegre. Professor de Literatura Brasileira da UFRGS, escritor e ensaísta, Luís Augusto Fischer é o patrono da feira.

Serão 140 expositores, e uma programação composta por mais de 700 sessões de autógrafos, 156 eventos em salas (mesas-redondas, palestras, seminários), 31 oficinas ligadas ao livro e à criação literária, 31 eventos artísticos e culturais, com literatura internacional e uma área dedicada a crianças e jovens com 293 atividades.

A programação completa da Feira do Livro de Porto Alegre pode ser encontrada no site oficial

Rede Social Zona Norte distribui livros gratuitamente no metrô

0

Projeto quer incentivar leitura distribuindo clássicos da literatura

1

Publicado por Catraca Livre

Na terça-feira, 29, das 10h às 15h, para comemorar o Dia do Livro e incentivar a leitura, a Rede Social Zona Norte vai distribuir livros nas estações Carandiru, Santana, Parada Inglesa e Tucuruvi (Linha 1-Azul) do metrô. Entre os títulos, Jorge Amado, Fíodor Dostoievisky, Machado de Assis, Edgard Allan Poe e William Shakespeare.

Esse é o segundo ano consecutivo da ação. É preciso passar a catraca para receber os livros.

SERVIÇO

O QUE: Dia do Livro – Rede Social Zona Norte

QUANDO: Ter 29/10 das 10:00 às 15:00
Adicionar à minha agenda do Google

QUANTO: Catraca Livre

ONDE: Estação Tucuruvi (Metrô – Linha 1 Azul) 
http://www.metro.sp.gov.br
Av. Dr. Antonio Maria de Laet, 100
Tucuruvi
São Paulo
0800-770-7722
VER NO MAPA

Estação Carandiru (Metrô – Linha 1 Azul) 
http://www.metro.sp.gov.br
Av. Cruzeiro do Sul, 2487
Santana
São Paulo
0800-770-7722
VER NO MAPA

Estação Santana (Metrô – Linha 1 Azul) 
http://www.metro.sp.gov.br
Av. Cruzeiro do Sul, 3173
Santana
São Paulo
0800-770-7722
VER NO MAPA

Estação Parada Inglesa (Metrô – Linha 1 Azul) 
http://www.metro.sp.gov.br
Av. Luís Dumont Villares, 1721
Santana
São Paulo
0800-770-7722
VER NO MAPA

OBSERVAÇÃO
É preciso passar a catraca do metrô.

As informações acima são de responsabilidade do autor e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.

Go to Top