notícias

Hap & Leonard é cancelada após a 3ª temporada

0

Marcel Plasse, na Pipoca Moderna

O canal pago americano Sundance TV cancelou “Hap & Leonard”, após três temporadas. A adaptação televisiva dos livros de Joe R. Lansdale era sucesso de crítica e uma das melhores audiências do canal.

O próprio Lansdale e o produtor John Wirth anunciaram o cancelamento no Twitter, sem explicar o que levou o canal a interromper a produção.

A série foi criada pelo diretor Jim Mickle e o roteirista Nick Damici, responsáveis pelo terror “Somos o que Somos” (2013), e adapta a coleção literária homônima, iniciada em 1990 por Landsdale (que foi roteirista da série animada do “Batman”). Vale lembrar que a mais recente parceria da dupla foi o suspense “Julho Sangrento” (2014), que por sinal também é uma adaptação de livro de Landsdale.

Passada nos anos 1980, “Hap and Leonard” girava em torno da improvável amizade entre Hap Collins (James Purefoy, da série “The Following”), um homem branco da classe operária que é enviado para a prisão por se recusar a prestar o serviço militar, e Leonard Pine (Michael Kenneth Williams, de “Boardwalk Empire”), um gay negro e veterano da guerra do Vietnã com problemas para controlar sua raiva. Ambos são experts em artes marciais e se unem para solucionar crimes brutais na cidade fictícia de LaBorde, no Texas.

Cada temporada da série adaptou um livro diferente de Landsdale – “Mucho Mojo”, “Savage Season” e “The Two-Bear Mambo”, respectivamente.

A 3ª temporada tinha 100% de aprovação no site Rotten Tomatoes e exibiu seu último episódio em 11 de abril diante de 174 mil telespectadores ao vivo. Parece pouco, mas é mais que os 149 mil que acompanharam o final de “Rectify”, a série de maior repercussão do Sundance TV, que durou cinco temporadas nos Estados Unidos.

Confira o elenco já confirmado para sequência de It: A Coisa

0

Karoline Póss, no Cinema 10

O segundo capítulo de It: A Coisa nos cinemas já está confirmado e seu elenco tem sido discutido. Até o momento, os seguinte atores encontram-se nomeados para a produção, com seus respectivos papeis:

Jessica Chastain – Beverly
Andy Bean – Stanley
James Ransone – Eddie
Bill Skarsgard – Pennywise

Em negociações encontra-se ainda James McAvoy, como a versão adulta de Bill. Os atores para Richie, Ben e Mike ainda não foram escalados. Na parte técnica temos Andy Muschietti retornando para a direção enquanto Gary Dauberman adaptará o roteiro a partir do livro de Stephen King.

Essa sequência se apssará 27 anos o primeiro filme, mostrando o Clube dos Otários, agora adultos, voltando a lidar com Pennywise. As gravações de It: A Coisa – Parte 2 começam em 3 de julho deste ano e o filme deve chegar aos cinemas em setembro de 2019.

Beautiful Boy | Steve Carell e Timothée Chalamet lidam com vícios em primeiro teaser

0

João Abbade, no Jovem Nerd

A Amazon divulgou o primeiro teaser de Beautiful Boy, o novo filme de Felix Van Groeningen com Steve Carell e Timothée Chalamet de protagonistas. Veja acima.

Um cartaz também foi divulgado:

O filme é baseado em dois livros de memórias, “Beautiful Boy”, escrito por David Sheff, e “Tweak”, pelo seu filho. A produção tem uma série de idas e vindas em uma história de sobrevivência e volta por cima em uma família que lida com vícios diversos.

Beautiful Boy será lançado em 12 de outubro nos cinemas norte-americanos.

Mesmo com a crise de Saraiva e Cultura, mercado livreiro vê faturamento crescer

0

Livraria no Rio | Guito Moreto

Ancelmo Gois, em O Globo

Passada a tormenta

Mesmo com a crise das duas maiores redes de livrarias do Brasil, Saraiva e Cultura/Fnac, que atrasam pagamentos às editoras, o mercado livreiro vai muito bem, obrigado. Em abril, o crescimento foi de 13,95% no faturamento, em relação ao mesmo mês de 2017, passando de R$ 121,9 milhões para R$ 139,9 milhões.

No acumulado do ano, houve aumento de 14,22% em faturamento. Os dados são de pesquisa inédita do Sindicato Nacional dos Editores de Livros.

Série de O Senhor dos Anéis pode ser focada na versão jovem de Aragorn

0

Tayná Garcia, no Jovem Nerd

O site TheOneRing.net reportou que várias fontes anônimas revelaram que a primeira temporada da série de O Senhor dos Anéis pode ser focada em uma versão mais jovem de Aragorn, mas não deu mais detalhes além disso. Veja:

Nós confirmamos através de várias fontes que a primeira temporada da série de O Senhor dos Anéis da Amazon Studios será focada em uma versão mais jovem de Aragorn. Vamos discutir o que está disponível e como isso aborda a Legendarium de Tolkien.”

O que se sabe até agora é que a Amazon pagou US$ 250 milhões para garantir os direitos globais de O Senhor dos Anéis, vencendo a disputa contra a Netflix. Mas isso foi só para garantir os direitos. Calculando os custos com elenco, efeitos visuais e a produção de maneira geral (locações, etc.), a série deve custar US$ 1 bilhão para a empresa de streaming.

A nova série derivada dos livros de J.R.R. Tolkien não contará a mesma história da trilogia de Peter Jackson, sendo descrita como uma espécie de prequel, e segue sem previsão de estreia.

Go to Top