Praças da Cidade

vídeos

Séries baseadas em livros que vão estrear em 2017

0
Bestsellers de vários gêneros vão estrear na TV em 2017

Bestsellers de vários gêneros vão estrear na TV em 2017

 

‘Pequenas Grandes Mentiras’, ‘A História de uma Serva’ e ‘Objetos Cortantes’ são algumas das séries de TV baseadas em livros que vão estrear esse ano.

F. Resende no Blasting News

Em se tratando de adaptações literárias, há aqueles leitores que assistem ao filme e depois leem o livro, aqueles que tanto faz, e aqueles que só assistem ao filme/série depois de terem lido o livro. Se você se encaixa na última categoria de leitor, vamos listar livros que originaram algumas das séries que vão estrear em 2017.

Se você ainda não leu o livro, ainda dá tempo, já que a primeira delas, Pequenas Grandes Mentiras, estreia apenas no dia 20 de fevereiro nos Estados Unidos. A maioria delas ainda não têm data de estreia confirmada.

Pequenas grandes Mentiras (Liane Moriarty)

Estreia: 20 de fevereiro nos EUA (HBO).

Série limitada baseada no livro que foi lançado no Brasil em 2015 (Intrínseca). A história é narrada como um flashback do ponto de vista de três mães. Na cidade de Monterey, todos escondem algo terrível. E isso envolve um assassinato. O elenco é composto por grandes atrizes como Reese Witherspoon (Livre), Nicole Kidman (Olhos da Justiça), Laura Dern (A Culpa é das Estrelas) e Shailene Woodley (A Culpa é das Estrelas).

Os 13 Porquês (Jay Asher)

Os 13 Porquês foi lançado no Brasil em 2009 (Editora Ática). O livro conta a história de um garoto chamado Clay, que recebe misteriosamente uma caixa com fitas cassete de uma garota que cometeu suicídio, Hannah. No elenco estão Dylan Minnette (Scandal) e Katherine Langford (Daughter).

Objetos Cortantes (Gillian Flynn)

Da mesma autora de Garota Exemplar, Objetos Cortantes contará a história de Camille Preake, quando ela retorna à sua cidade natal para resolver a morte de suas adolescentes. Ammy Adams (Animais Noturnos) vai interpretar a protagonista.

A História de uma Serva (Margaret Atwood)

Estreia: 26 de abril nos EUA (Hulu).

A série é uma adaptação do livro História de uma Serva, que não foi lançado no Brasil. Em Portugal, foi lançado em 2013 pela Bertrand Editora. Joseph Fiennes é um dos atores que vai atuar na série de 10 episódios. Situada na Nova Inglaterra em um futuro próximo, a série conta a história de mulheres férteis que eram propriedade do estado totalitário e retrata a busca pela sobrevivência de uma das servas, interpretada pela atriz Elisabeth Moss (Mad Men).

Alias Grace (Margaret Atwood)

O livro, que não foi lançado no Brasil, conta a história real de uma doméstica canadense chamada Grace Marks que foi condenada pelo assassinato de seu empregador e de sua amante em 1843. A história gira em torno da relacionamento de Grace com um jovem médico, que tenta descobrir a verdade sobre os assassinatos usando a psicologia. A protagonista será interpretada por Sarah Gordon (Drácula: A História Nunca Contada).

Deuses Americanos (Neil Gailman)

Estreia: abril.

Baseada no livro de mesmo nome, a adaptação tem como showrunner Bryan Fuller (Hannibal). A série segue Sombra, um homem que retorna à sua cidade natal e recebe a notícia de que o amor de sua vida e melhor amigo estão mortos. No elenco: Ricky Whittle (The 100), Gillian Anderson (Arquivo X), Ian McShane (Game of Thrones) e outros.

Cormoran Strike (Robert Galbraith – pseudônimo de J.K. Rowling)

Até o momento, três livros da série Cormoran Strike foram lançados no Brasil: O Chamado do Cuco, O Bicho-da-Seda e Vocação para o Mal. Os livros seguem o detetive privado Cormoran e sua investigação de uma série de casos. Ele será interpretado por Tom Burke (The Musketeers).

John Green, autor de ‘A Culpa é das Estrelas’, diz que pode não publicar mais nenhum livro

0

“Eu comecei a sentir essa pressão intensa, como se as pessoas estivessem olhando por cima meu do ombro enquanto escrevo”, disse John.

Publicado no Blasting News

confira-abaixo-o-seu-video-honestamente-brutal_882035Antes de John Green publicar seu fenômeno mundial, o livro, A Culpa é das Estrelas, em 2012, ele costumava publicar um livro a cada um ou dois anos: Quem é Você, Alasca? em 2005; O Teorema Katherine, em 2006; Cidades de papel em 2008; e Will Grayson, Will Grayson em 2010. Mas nos quase cinco anos desde que ACEDE estreou com sucesso absurdo, os fãs se perguntam quando próximo livro de John vai finalmente chegar às lojas.

Bem, talvez não chegue, de acordo com o último Vlog de John, postado no ‘Vlogbrothers’ nesta terça, 20, onde ele se mostra profundamente honesto sobre sua posição como escritor após ver seu livro, ACEDE, ter recebido tamanha atenção global e uma adaptação para um filme de sucesso.

“Eu comecei a sentir essa pressão intensa, como se as pessoas estivessem olhando por cima meu do ombro enquanto escrevo”, disse John.

John passa a explicar como ele começou a ter dificuldade em colocar seus novos conceitos de história no papel. Ele começou a escrever um novo livro sobre adolescentes ladrões de identidade, mas abandonou-o, porque sentiu que não conseguia desenrolar adequadamente as cenas de ação. Então ele reinventou a história sob a ideia de adolescentes que descobriam algo terrível ao explorar bueiros, mas logo desistiu disso também, porque não achou que seria bom o suficiente.

“Em algum momento nesse período, o meu trabalho deixou de ser o de uma ‘pessoa que escreve #Livros’, o que é um título de emprego em tempo presente, e se transformou em ‘pessoa que escreveu aquele livro’, que é um título de emprego no tempo passado”, disse ele.

Depois de não conseguir completar um terceiro livro sobre vigaristas adolescentes, John relata um ponto baixo emocional. “A escrita sempre foi uma maneira segura e saudável de colocar pra fora minha obsessão e pensamentos recursivos. Mas, de repente, isso não me provia mais esta libertação”, disse ele.

Foi neste ponto, onde John percebeu que ele não tinha que escrever mais. Ele tem dois canais de sucesso no YouTube, o “Crash Course” e “The Art Assignment”, dos quais diz gostar muito e onde ele prefere dedicar o seu tempo .

“Eu perdi a escrita, porém, da forma que você perde alguém que você costumava amar”, disse Green.

Na verdade, John está atualmente escrevendo um novo livro, mas apenas por diversão. O americano afirma que não tem certeza se chegará a completá-lo, tem dúvidas de que este se tornaria um grande ‘Best-Sellers’ e conseguiria alcançar A Culpa é das Estrelas.

E finalmente, a frase claramente dita por John em seu Vlog, que tem deixado seus fãs de coração partido: “Eu não sei se algum dia irei publicar outro livro, mesmo que eu o escreva, eu não sei se as pessoas iriam realmente gostar dele”.

Confira abaixo o seu vídeo honestamente brutal:

Considerando que os fãs de John Green provavelmente comprariam e devorariam qualquer coisa que ele publicasse, independentemente de ser bom ou não (eu sei que faria), sua dedicação para escrever algo de que se orgulha, em vez de simplesmente algo para os fãs comprarem é louvável.

No fim, os verdadeiros fãs de John Green amam todos os seus livros de forma igual e não consideram ACEDE como estando num padrão acima. Quando (e se?) ele decidir compartilhar com o mundo outro livro, ele irá, sem dúvidas, ser tão incrível e amado pelos fãs como todos os seus romances anteriores foram.

Adaptação do livro “Fallen” ganha primeiro trailer

0
Na foto, os protagonistas de "Fallen" (Crédito: Divulgação)

Na foto, os protagonistas de “Fallen” (Crédito: Divulgação)

 

Daniel Neblina, no Registro Pop

Nesta quarta-feira (21) foi divulgado o primeiro trailer da adaptação cinematográfica do livro “Fallen“, da escritora Lauren Kate.

Este será o primeiro filme de uma possível franquia, já que a coleção é composta por quatro livros: Fallen, Tormenta, Paixão e Extase.

O trailer vem acompanhado da música “Medicine” da banda “Broods”. O elenco é composto por Addison Timlin, Jeremy Irvine, Harrison Gilbertson, Sianoa Smith-McPhee, Daisy Head, Hermione Corfield e outros. A estreia está agendada para o dia 09 de novembro deste ano.

Confira:

Confira a sinopse do filme: “Responsabilizada pela misteriosa morte de seu namorado, Lucinda Price (Addison Timlin) vai para um reformatório. Em Sword & Cross ela se aproxima de Daniel Grigori (Jeremy Irvine), sem saber que ele é um anjo apaixonado por ela há milênios, e também não consegue se manter afastada de Cam Briel (Harrison Gilbertson), outro que luta há tempos por seu amor.

Artista cria réplica da versão dos livros do Trono de Ferro

0

trono_ferro_game

Ana Carol Alves, no Game of Thrones BR

O Trono de Ferro, símbolo mais importante do sistema político em Westeros, se tornou um dos grande ícones da televisão por conta da série da HBO. E como bem sabemos, o trono retratado na série é um retrato muito romântico da versão dos livros.

Não é o trono que vejo enquanto estou escrevendo ‘The Winds of Winter’. Não é o trono que quero que meus leitores vejam. O trono descrito nos livros é grandioso, pesado, negro e retorcido, com degraus de ferro na frente, o assento alto em que o rei olha de cima todos na corte. Meu trono é uma fera que ameaça a sala do trono, feio e assimétrico. O trono da HBO não é nada disso. É grande, sim, mas nem perto do tamanho que descrevo nos livros. E por um bom motivo. Temos um grande set da sala do trono em Belfast, mas nem de perto grande o suficiente para comportar a sala do trono como a imaginei (…) O Trono de Ferro dos livros não passaria nem pelas portas do Paint Hall [estúdio onde a série é gravada]”, escreveu George R. R. Martin em seu blog.

A versão oficial dos livros ficou por conta do artista Marc Simonetti e ela ilustra a enciclopédia O Mundo de Gelo e Fogo, além dos calendários da saga.

Mas ela acaba de ganhar uma versão em carne e osso. O designer D. Schuyler Burks criou uma série de vídeos onde irá desenvolver réplicas de cadeiras famosas da cultura pop. Na última semana, ele divulgou este vídeo onde mostra o trabalho inspirado no Simonetti:

Canal no YouTube faz resumos de livros clássicos em 1 minuto

0
Cena do filme Dom Casmurro

Cena do filme Dom Casmurro

Publicado no Catraca Livre

O canal Temos Histórias, comandado por Rafael Bicalho, de Brasília, tem como objetivo estimular a literatura entre jovens. Por isso, de forma divertida e didática, ele faz resumos de livros clássicos em vídeos de até 1 minuto.

A ideia é muito simples. Todos os vídeos são gravados no celular, na frente de uma parede branca e têm 60 minutos de duração. Para aproximar as pessoas, animações ajudam a contar as histórias com mais descontração.

Obras clássicas, que ocupam as listas de leitura obrigatória das maiores universidades do país, estão disponíveis em vídeos no canal. “Dom Casmurro”, “Triste Fim de Policarpo Quaresmo” e “A Hora da Estrela” são alguns exemplos.

Lembrando que a assistir aos resumos não substitui a leitura dos livros indicados. A ferramenta serve para fixar melhor a história em sua totalidade.

“O maior medo era que nossos vídeos recebessem muitos comentários negativos, já que o spoiler quase nunca é recebido com bons olhos”, contou Rafael. O que é acontece é o contrário, as pessoas não ficam incomodadas.

Além de dar uma mãozinha para vestibulando desesperados, o canal é incentiva a leitura. “Saber que estamos estimulando as pessoas que não sabiam como ler era legal a encherem suas estantes com livros clássicos nos deixa muito felizes”, disse o youtuber.

Além de livros para exames, Rafael Bicalho também já fez vídeos de fenômenos entre os jovens e de obras internacionais renomadas, como “Dom Quixote”, “Jogos Vorazes”, “Romeu e Julieta”, “Crepúsculo” e mais.

O projeto começou a partir do site do Temos Histórias, uma iniciativa de economia colaborativa em que novos escritores têm a chance de publicar seus livros digitalmente e começar a lucrar com a literatura. Conheça mais clicando aqui.

Go to Top