Força para Vencer

Autor de ‘Game of thrones’ dá a fã trono que vale US$ 30 mil

2
George R.R. Martin (esq.) dá um trono de ferro a um fã de 'Game of thrones' (Foto: Reprodução)

George R.R. Martin (esq.) dá um trono de ferro a um fã de ‘Game of thrones’ (Foto: Reprodução)

Patricia Kogut, em O Globo

Um sortudo de “Game of thrones” saiu de uma convenção de fãs da série com seu próprio trono de ferro, presenteado pelo próprio autor George R.R. Martin.

Martin sorteou o presente logo antes do evento, que exibiu o primeiro episódio da quarta temporada e teve um painel com o elenco, na noite de quinta-feira.

O vencedor da réplica (que a HBO vende por US$ 30 mil) foi Mike Ross, de 37 anos, de acordo com a Reuters.

– Não tenho ideia de onde vou colocá-lo – disse Ross à agência de notícias.

Ironicamente, Ross tinha escolhido não entrar nas filas quilometricas para poder se sentar em um dos quatro tronos que foram colocadas no evento.

Os fãs não têm tido do que reclamar. A série, que estreia sua quarta temporada em 6 de abril, dá sinais de que terá vida longa na HBO. De acordo com a “Entertainment Weekly”, o canal acaba de renovar contrato com os produtores executivos e diretores David Benioff e Dan Weiss por mais duas temporadas.

A história de R.R. Martin é a série mais assistida do canal atualmente e fica atrás apenas de “Família Soprano” na lista das séries mais assistidas de todos os tempos na televisão americana.

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments

Escolas federais são a solução para a educação no Brasil

0

O senador Cristovam Buarque (PDT-DF). 22/06/2006

Cristovam Buarque, no UOL

É do conhecimento de todos que a educação no Brasil está entre aquelas com pior qualidade no mundo e, provavelmente, é a mais desigual entre todas. Avaliação feita pela Unesco coloca o Brasil em 88º lugar entre 127 países, atrás do Chile, e até mesmo do Equador e da Bolívia.

Na avaliação Pisa (Programa Internacional de Avaliação de Estudantes), feita pela OCDE (Organização de Cooperação para o Desenvolvimento Econômico), entre 65 nações o Brasil está em 58º lugar, atrás de Cazaquistão, México e Costa Rica.

Esses indicadores mostram a média de cada país e incluem tanto os alunos das escolas pobres quanto os das escolas caras. Se houvesse uma avaliação de como a educação se distribui entre filhos de ricos e filhos de pobres, o Brasil seria, sem dúvida, o campeão mundial de desigualdade.

O desafio brasileiro é elevar a qualidade média da educação, permitindo ao filho da mais pobre família brasileira estudar em escola tão boa quanto a dos filhos dos mais ricos. Isso não será possível com a educação sob a responsabilidade das prefeituras.

Nenhum Estado ou município poderá oferecer educação de qualidade em todas as suas escolas. Só a federalização da educação básica será capaz de espalhar essa escola e a carreira profissional por todo o território brasileiro.

No livro, “Educação é a Solução: É possível?”, defendo a revolução na educação em virtude do compromisso com as crianças e o futuro do país. Basta o governo federal espalhar escolas federais por todo o território nacional e assegurar escola com a máxima qualidade para as nossas crianças – independentemente da renda da família e da cidade onde mora -, por meio de seis medidas concretas:

  1.  Ampliação das atuais 451 escolas públicas federais para 156.164 no país, seguindo o modelo das melhores escolas, tais como Colégio Pedro II, Escolas Técnicas, Colégios Militares e Institutos de Aplicação, todas em horário integral e contando com edificações de qualidade e equipamentos modernos;
  2. Transformação das atuais 5.601 carreiras de professores municipais e estaduais em uma única carreira nacional de Estado, consolidando a carreira nacional do magistério;
  3. Pagamento de salário mínimo de R$ 9 mil por mês para os professores do novo sistema de educação;
  4. Criação de um ministério da Educação de Base;
  5. Implantação de um novo sistema por cidade que deseje federalizar todas as suas escolas.
  6. Definição de prazo de, no máximo, 20 anos para substituir as atuais escolas por escolas decentes, bem equipadas e em prédios novos, compatíveis com as novas demandas

Operacionalização

No livro, mostro que é possível implantar o novo sistema de educação federal, a cada ano, em 300 pequenas cidades médias, atendendo cerca de 3 milhões de alunos, em 9.500 escolas, com 100 mil novos professores. Em 20 anos, a federalização estaria completa.

Talvez antes, em decorrência da pressão popular. Todos vão querer uma educação de qualidade, com escolas atraentes, pois a educação de qualidade não deve ficar limitada apenas aos 257 mil alunos das atuais escolas federais da educação de base, mas deve chegar a todas as crianças e jovens em idade escolar.

A federalização da educação de base é uma medida atrativa também para prefeitos e governadores e, no livro, mostro que ela traz economia de R$ 200 bilhões para prefeituras e Estados.

A federalização da educação de base traz também uma economia de cerca R$ 57 bilhões de reais para as famílias de classe média com filhos em escolas particulares.

Quando todas as escolas da educação de base públicas forem federais, o custo total do novo sistema será da ordem de R$ 463 bilhões por ano, apenas 6,4% do PIB brasileiro, previsto para 20 anos. Bem menos do que os 10% que o PNE (Plano Nacional de Educação) determinará depois de aprovado.

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments

Dilma comete gafe gramatical em homenagem a Bellini, no Twitter

0

TUITE-DILMAPublicado no Extra

A presidente Dilma Rousseff tuitou, nesta sexta-feira, uma homenagem a Bellini, capitão da seleção brasileira na conquista da Copa do Mundo de 1958. O problema é que ela acabou cometendo uma gafe gramatical.

Uma das mensagem foi publicada em sua conta oficial com um erro de concordância: “O gesto, repetido a cada vitória nossa nos mundiais, fizeram de Bellini um ícone”. Rapidamente, ela virou alvo de críticas na rede social.

A frase ficaria sem erros gramaticais se fosse “O gesto, repetido a cada vitória nossa nos mundiais, fez de Bellini um ícone”.

“O sujeito não concorda”, “fez*” e “O gesto fizeram? Alô revisores” foram algumas das correções que a presidente recebeu.

Bellini morreu nesta quinta-feira, aos 83 anos, em São Paulo. Ele sofria de Mal de Alzheimer há cerca de dez anos e foi internado nesta semana, mas não resistiu. O ex-zagueiro nasceu em 7 de junho de 1930.

Ele foi velado nesta sexta no estádio do São Paulo Futebol Clube, um dos times que defendeu, e será enterrado no sábado.

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments

Divulgada nova cena de Daenerys Targaryen em “Game of Thrones”

0

Desirée Soares, no Cabine Literária

A atriz Emilia Clarke, intérprete da personagem Daenerys Targaryen na série “Game of Thrones”, foi ao programa Tonight Show para promover a nova temporada da série. Durante a entrevista, foi mostrada uma nova cena de Daenerys na quarta temporada. Confira o vídeo (em inglês):

A atriz ainda contou ao apresentador Jimmy Fallon como foi o teste para a personagem. “Tinha muita gente da HBO lá. Eu estava super ansiosa, fiz todas as cenas e, no final, perguntei a David Benioff, um dos roteiristas, se ele gostaria que eu fizesse algo a mais, tipo um chá. Ele sugeriu que eu dançasse. E aí eu dancei”.

Outra atriz que também divulgou a série em um talk-show foi Lena Headey, que interpreta Cersei Lannister. Ela foi ao programa Late Night with Seth Meyers e fez a propaganda da série. “Venham para o incesto e dragões”, disse a atriz, se referindo ao relacionamento de sua personagem com o irmão, Jamie Lannister.

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments

Concurso Cultural Literário (58)

43

n_Licoesdevida_01

LEIA UM TRECHO

Mateus
Marcos
Lucas
João

A Mundo Cristão traz ao público brasileiro mais um sucesso de Max Lucado. A Série Lições de Vida – Mateus, Marcos, Lucas e João, um valioso recurso para o estudo dos evangelhos.

Considerada uma das coleções de estudo mais vendidas nos Estados Unidos, a obra – dividida em quatro volumes – traz uma rica variedade de reflexões, ensinamentos, perguntas para debate e orações, a fim de que o leitor amplie seu conhecimento da Palavra de Deus de modo prático, fácil e prazeroso.

Cada livro é dividido em 12 lições, com uma abordagem didática e comovente dos principais pontos da narrativa bíblica. Com seções divididas em uma sequência lógica, bem contextualizada e dinâmica, as obras apresentam sugestões de devocionais e planos de ação com dicas, para que as verdades ensinadas por Jesus Cristo sejam aplicadas no dia a dia do leitor.

Ferramenta para o estudo individual ou em grupo, a série é item fundamental para os estudantes e amantes das escrituras.

Vamos sortear 2 exemplares de cada volume da “Série Lições de Vida“, de Max Lucado.

Para participar, mencione na área de comentários seu versículo favorito de um dos 4 evnagelhos

Se usar o Facebook, por favor deixe um e-mail de contato.

O resultado será divulgado dia 28/4 às 17h30 neste post.

Participe! 🙂

***

Parabéns aos ganhadores: Andreia Detogni, Ricardo de Castro, Gonzaga Soares, Lia, Kézya Gomes, Esdras SB, Leonardo Rodrigues Dos Santos e  Thaisa Tatá.

Por gentileza enviar seus dados completos para livrosepessoas@gmail.com em até 48 horas.

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments

Go to Top