Vitrali Moema

Posts tagged 2018

Nine Lives | Atores Common e Jonny Lee Miller estrelarão adaptação de ficção científica

0

Longa será baseado em livro de comédia sci-fi da autora Ursula K. Le Guin.

Tiago Fizbejn, no Cinema com Rapadura

Segundo o Deadline, os atores Common (“Fúria em Alto Mar”) e Jonny Lee Miller (da série “Elementary”) serão as estrelas de “Nine Lives”, longa baseado em livro homônimo da autora Ursula K Le Guin, publicado em 1969.

A autora, considerada uma das maiores da ficção científica do século XX e que faleceu no início de 2018, era conhecida por não permitir adaptações da maior parte de suas obras. A última versão para o cinema de um de seus livros foi feita em 2006, quando o Studio Ghibli recebeu o direito de adaptar a série de livros “Contos de Terramar” em forma de anime.

O filme, que será escrito e dirigido por Siri Rodnes (da série “River City”) seguirá a dupla de astronautas interpretados por Common e Miller em uma base lunar de perfuração supervisionada por eles. Os dois sentem-se profundamente animados com a ideia de novas companhias quando descobrem que uma nave humana está a caminho, mas acabam se decepcionando ao perceberem que a nave era tripulada por dez clones.

As filmagens estão programadas para começar no meio do ano que vem, mas o filme ainda não tem data de estreia prevista.

Rocco publica o best-seller “Filhos de Sangue e Osso” no Brasil

0

Victor Tadeu, no Desencaixados

A Editora Rocco trouxe para o Brasil em outubro um dos livros mais comentados nos EUA, inclusive estando há 34 semanas na lista de mais vendidos do The New York Times. Filhos de Sangue e Osso, da escritora Tomi Adeyemi é o título que está sendo bastante consumido pelos norte-americanos e foi distribuído em território nacional.

O título foi lançando originalmente em março de 2018 e foi ganhou o prêmio da categoria melhor Jovem Adulto de 2018 pela Amazon. Esse é o livro de estreia da escritora, ela é norte-americana com origem nigeriana e teve a inspiração da obra em sua passagem no Brasil, quando ganhou uma bolsa de estudo para estudar mitologia africana em Salvador, Bahia.

Children of Blood and Bone, o título original, é o primeiro livro da trilogia O Legado de Orïsha, uma história sobre a mitologia iorubá. Nessa estreia acompanharemos Zélie, uma jovem que luta contra a opressão, situada em um mundo similar à África subsaariana.

A menina perdeu a mãe aos seis anos de idade, justamente quando a realeza mandou executar todos os maji, pessoas que realizavam magias, e devido a situação as magias sumiram e os atuais maji começaram a viver como escravo. Porém, Zélie e seu irmão Tzain entram em uma jornada ao descobrir que a filha do rei rouba um artefato capaz de trazer a magia de volta.

“Eu estava em Salvador quando descobri os orixás. Iemanjá, Xangô, Oxóssi e Oxum, diante de mim em azulejos pintados, lindos, sagrados e negros. Instantaneamente minha mente foi transformada. É uma honra ter meu livro publicado no lugar onde esta aventura começou para mim, e minha única esperança é que o incrível povo brasileiro curta o livro!”, comentou a escritora.

Em entrevista com a Entertainment Weekly, a escritora foi comparada com J. K. Rowling.

O sucesso de Filhos de Sangue e Osso está sendo tão grande, que a Fox Filmes adquiriu os direitos para realizar uma adaptação em filme, além disso, o livro está sendo distribuídos em mais de 25 territórios do mundo.

Segundo alguns críticos o livro explora de forma excepcional as religiões de matrizes africanas, que muitas das vezes são esquecidas dentro da literatura. O tradutor Petê Rissatti do livro em território nacional, tem conhecimento sobre a cultura africana e afirmou a visão dos internautas.

Ainda não existe uma data e confirmação da Rocco se o restante da trilogia futuramente será publicada no Brasil.

Livros para ler antes do ano acabar

0

 

Ana Carolina Becker, no Tudo e Todas

Falta só mais um final de semana para o Enem passar e, mais alguns dias, até que os vestibulares para o próximo semestre acabem. Sem contar que as férias escolares, faculdades e empresas também já se aproximam. Pensando nisso, separamos algumas dicas de leituras para fazer antes que o ano termine.

1. Ansiedade: como enfrentar o mal do século

De Augusto Cury, a obra já está a tempo sendo umas das mais vendidas no Brasil e, caso você ainda não tenha lido, essa é uma boa oportunidade. Além disso, será possível conhecer uma das doenças que mais atingem as pessoas, a ansiedade. Ela tem, na maioria das vezes, os sintomas desconhecidos.

2. A Garota do Trem

Para quem curte mais a literatura, vale ler ‘A Garota do Trem’ que conta a história de Rachel que, todos os dias, durante a semana, pega o trem para Londres, findingo que está indo trabalhar. A verdade é que essa mulher divorciada e solitária não tem mais nada para fazer dos seus dias, então passa o tempo no trem indo e voltando. Mas, o que ela não esperava é que fosse ser a chave para desvendar o desaparecimento de Megan, uma jovem que morava em uma das casas à beira dos trilhos. Em meio a momentos de lucidez, Rachel presenciou os acontecimentos da janela do trem e, agora, a sua missão é tentar convencer a polícia do seu testemunho.

3. Por que fazemos o que fazemos?

Talvez o fim de 2018 seja o melhor momento para ler a obra de Mario Sergio Cortella que fala na obra sobre motivação profissional. Na obra, o filósofo mostra que é preciso viver com um propósito. Se você está sempre pensando no seu presente e no seu futuro profissional, esse livro é como um guia, com vários ensinamentos como “Paciência na turbulência, sabedoria na travessia”.

4. It – A coisa

Pra quem curte aventura, amizade e companheirismo talvez essa seja uma boa obra para fechar 2018 com ‘chave de ouro’. A publicação, que já virou filme, conta a história de oito amigos moradores de Derry, uma pequena cidade no estado de Maine, que enfrentam, ainda quando crianças, o pior de seus pesadelos: a Coisa. Se apropriando, na maioria das vezes, da forma de um palhaço, esse ser sobrenatural e maligno está sempre escolhendo a melhor maneira para atrair cada vez mais crianças e delas se alimentar. Agora, quase 30 anos depois, os oito amigos se vêm prestes a enfrentar novamente a Coisa, graças a um juramento que fizeram no passado, e precisam retornar a Derry.

5 – A sutil arte de ligar o f*da-se

Que tal terminar o ano lendo esse livro? Depois de superar muitos desafios em 2018, pode ser um ótimo momento para entender as formas de lidar com a vida de maneira leve e eficiente. Além disso, mostra que nem sempre devemos nos preocupar excessivamente com um problema que não podemos resolver no momento, mas sim aprender a conviver com ele até que consigamos fazer algo a respeito. Um pensamento relativamente simples, mas que pode mudar a forma como enxergamos o mundo ao nosso redor.

Man Booker Prize anuncia finalistas de 2018

0

Man Booker 2018 tem autora mais jovem a entrar na disputa – Agência O Globo

Lista dominada por mulheres tem autora mais jovem da história do prêmio

Publicado em O Globo

RIO — Os finalistas do Man Booker Prize, um dos mais prestigiados prêmios literários do mundo, foram anunciados nesta quinta-feira. A lista, dominada por mulheres, é formada por quatro escritoras e dois escritores.

Entre os concorrentes estão a britânica Daisy Johnson, de 27 anos, que se tornou a autora mais jovem a concorrer ao prêmio com o livro “Everything Under”; e o também britânico Robin Peterson, concorrendo com “The long take”, primeiro romance escrito em versos a disputar a premiação.

Completam a lista o canadense Esi Edugyan (“Washington Black”); a americana Rachel Kushner (“The mars room”); o americano Richard Powers (“The overstory’); e a britânica Anna Burns (“Milkman”).

Segundo o comunicado do prêmio, as obras abrangem uma ampla gama de assuntos, desde um escravo de 11 anos que escapou de uma plantação de açúcar em Barbados, até um veterano do “Dia D” que vive com transtorno de estresse pós-traumático.

O vencedor, que será anunciado no dia 16 de outubro, se tornará o sucessor de George Saunders (“Lincoln no limbo”).

O Man Booker é aberto a escritores de qualquer nacionalidade que escrevam em inglês e tenham publicado no Reino Unido e na Irlanda.

 

Veja alguns livros que serão lançados na Bienal de 2018

0

Imagem: Divulgação / Rocco

Andreza França, no Beco Literário

Que a Bienal do Livro é o evento literário mais importante e que mais atrai leitores no país todo mundo sabe. A Bienal, que vai de 03 a 12 de agosto no Pavilhão de Exposições do Anhembi em São Paulo, contará com uma vasta programação bastante diversificada e tem presença confirmada de muitos autores que estão sendo muito esperados. Alguns deles lançarão novas obras, vem ver!

Tessa Dare é aguardada com muita ansiedade pelos fãs. A romancista americana, autora da série “Castles Ever After”, virá ao Brasil para lançar o quinto e último volume da sua primeira série, “Spindle Cove”: “Como se livrar de um escândalo”. Tessa estará na Bienal no dia 04 de agosto e promete agitar o evento.

Marissa Meyer, autora de Crônicas Lunares, estará na Bienal no dia 12 de agosto lançando sua obra, “Sem Coração”. No livro descobriremos acontecimentos do passado da Rainha de Copas que fizeram com que ela se tornasse o pior pesadelo do País das Maravilhas. Quem está ansioso para ler?

Apesar de não ter sido aclamada no lançamento, a série “Escola do Bem e do Mal” fez bastante sucesso entre seus leitores. Com três livros já lançados no Brasil, Soman Chainani estará na Bienal no dia 10 de agosto e a expectativa é que traga consigo o quarto livro da série, que terá um total de cinco volumes. (Leia nossas resenhas clicando aqui).

No dia 08 de agosto, o autor Charlie Donlea estará na Bienal para lançar seu livro “Don’t believe it”. Charlie, muito conhecido pela literatura de terror e suspense, promete causar arrepios e calafrios nos leitores do início ao fim desse thriller emocionante.

Mas não só de literatura internacional viverá o visitante da Bienal. Teremos no dia 11 de agosto o lançamento da fotobiografia de Fernanda Montenegro, intitulado “Fernanda Montenegro: Itinerário fotobiográfico”. A obra conta toda a trajetória da carreira e vida pessoal da atriz através de imagens. Os fãs de televisão, cinema e teatro brasileiros já podem comemorar.

Após o sucesso do livro “Vamos pensar um pouco?” Maurício de Sousa e Mario Sergio Cortella estarão na Bienal também no dia 11 de agosto lançando seu novo livro “Vamos pensar + um um pouco?”. O livro, ilustrado com a Turma da Mônica, propõe momentos de reflexão e de observar as coisas de maneiras diferentes. E então, vamos pensar mais um pouco?

Eles que agitaram muito nas telinhas durante anos lançam seu novo livro, “Brasil do Casseta – Nossa história como você nunca riu”, no dia 09 de agosto. A obra do Casseta & Planeta garantirá muita risada de fazer a barriga doer.

Teremos ainda na Bienal outros lançamentos de autores nacionais, desde romances até antalogias. No dia 03 de agosto, a autora Myrna Andreza lançará seu segundo romante, “Até o fim” no estande da 3DEA. No dia seguinte, no estande da Eu leio livros, a antalogia “Sereias: Encantos e perigos” será lançada pela editora Delirium. Muitos outros autores nacionais estarão publicando e lançando livros pela primeira vez na Bienal.

Agora que você sabe pelo o que esperar, já pode ir reservando economias e um espacinho na mala para voltar para casa recheado de livros novos e se você ainda não garantiu seus ingressos, corre que dá tempo. Que a Bienal seja um momento de muita diversão e aprendizado para todos.

Go to Top