Sua Segunda Vida Começa Quando Você Descobre Que Só Tem Uma

Posts tagged atividades

Você estudante, está com dificuldades? Garanta boas notas seguindo 5 ótimos passos

0

direito-oab-concursos-estudante-livros-notebook

Publicado no Amo Direito

Alguns estudantes costumam ter dificuldade de demonstrar na prova que aprenderam os conteúdos vistos em sala com os professores. Outros, por sua vez, não conseguem compreender plenamente certos aspectos daquela matéria e, cheios de dúvidas, voltam para a casa com notas vermelhas sem entender muito bem o porquê.

Se você se identificou com um destes dois casos, não se preocupe. Nós reunimos os 5 passos cruciais para garantir um bom desempenho na escola. Confira-os a seguir e obtenha, os resultados que você tanto almeja:

1 – Anote suas tarefas
Escreva qual é a matéria, as instruções e os prazos para que você não tenha dúvida sobre as exigências do seu professor. É recomendável também, caso você não tenha o hábito de consultar sua agenda, programar um alarme para alguns dias antes da entrega, garantindo que você realize a tarefa com antecedência e apresente-a na data correta. Para se organizar em meio a tantos deveres, crie uma lista de tarefas na qual você possa eleger quais são suas prioridades e, assim, estabeleça uma sequência do que você deve fazer.

2 – Ouça seu professor
Tire suas dúvidas sempre que possível e anote as respostas dos seus professores no seu caderno para futuras consultas. Preste atenção nas ênfases que ele dá durante sua exposição, já que há grandes chances de estas palavras ou repetições sejam as palavras-chave deste conteúdo e, portanto, aspectos que você deve se lembrar na hora da prova.

3 – Tenha um local de estudos
Entenda qual é o seu perfil como aluno e tente criar um ambiente propício para seus estudos em casa. Por exemplo, se você é um estudante auditivo, um lugar barulhento pode não ser a melhor escolha. Lembre-se também de ter em mãos os materiais básicos necessários para rever a matéria, como lápis e borracha, além dos cadernos e livros da disciplina em questão.

4 – Estude diariamente
Tente estabelecer uma rotina na qual você consiga estudar de 1 a 3 horas as disciplinas trabalhadas na sala de aula. Assim, você garante que continuará a acompanhar as exposições do seu professor e ainda diminuirá o volume de estudos no dia anterior a sua prova. Pode parecer muito tempo, no primeiro momento, mas estas horas podem ser dedicadas tanto ao aprimoramento das suas anotações quanto à leitura dos textos-base ou discussões em grupo sobre a matéria da aula. Se você aliar estas atividades com o foco durante as aulas, você facilitará sua compreensão dos conteúdos e, portanto, melhorará seu desempenho nas atividades avaliadas.

5 – Cuide-se
Ter bons hábitos, como dormir bem e praticar exercícios físicos, ajudam você a ter uma mente saudável, já que reduz o estresse e te dá mais disposição. Por isso, invista também um tempo na sua saúde e no seu lazer.

Fonte: noticias universia

Quem lê regularmente vive mais, diz estudo

0
Expectativa de vida é maior entre os que têm o hábito de ler, que estimula funções cognitivas Foto: Pixabay

Expectativa de vida é maior entre os que têm o hábito de ler, que estimula funções cognitivas Foto: Pixabay

 

Ana Paula Blower, no Extra

Encontrar uma válvula de escape que ajude a esquecer os problemas por, pelo menos, algum tempo é imprescindível para a saúde mental e física. Um estudo, publicado no periódico “Social Science and Medicine”, mostrou que aquelas pessoas que leem regularmente — uma média de três horas por semana — para relaxar têm uma maior expectativa de vida. Segundo a pesquisa, o resultado parece ter relação com a melhoria cognitiva conquistada durante a leitura.

De acordo com os cientistas, ler um livro envolve processos cognitivos que promovem a inteligência emocional, a empatia e a percepção social, características que favorecem a longevidade. Foram mais de três mil participantes acompanhados por 12 anos.

— Manter-se vivo mentalmente, com atividades como a leitura, oferece estímulos cognitivos. Essa pessoa estará muito mais protegida de doenças degenerativas, como Alzheimer do que quem não faz esse tipo de exercício — explica o psiquiatra Kalil Duailibi, da Associação Paulista de Medicina.

Kalil Duailibi explica ainda que ler estimula diversas partes cerebrais ao mesmo tempo, já que a atividade possibilita “entrar” na história a partir da imaginação.

— Traz uma riqueza sináptica enorme, melhora nossa função neural ativando memórias, associando com vivências suas — afirma o psiquiatra.

Preservar o cérebro funcionando e protegido não é a única vantagem de embarcar em um bom livro. A partir da leitura, ganha-se vocabulário e repertório emocional para enfrentar novos desafios na vida profissional ou nas relações.

Para a psicoterapeuta Aline Vilhena Lisboa, apesar da correria dos dias atuais, preservar esse hábito é fundamental do ponto de vista emocional.

— Ler proporciona essa entrada no mundo da imaginação, que facilita a fantasia e diminui aquela tensão diante do mundo real. Se estou com um problema, esqueço dele no momento da leitura. Além disso, ao entrar naquela história, tira-se um sentido dali para sua vida. Por outro lado, têm sido uma prática muito fragmentada: exige concentração e foco, coisas que não estão sendo priorizadas — observa ela.

A leitura tem ainda outra característica: “devorar” um livro possibilita conversar sobre ele com outras pessoas. Esse diálogo, com amigos ou em clubes de leitura, favorece a socialização e o bem-estar.

Escola de magia inspirada na saga Harry Potter terá aulas em agosto

0
Hotel que irá sediar o evento em Campos do Jordão Divulgação

Hotel que irá sediar o evento em Campos do Jordão
Divulgação

É a segunda edição do evento que deve reunir mais de 200 pessoas

Rodrigo Fernandes, no Meon

Todos os aspirantes a bruxos e bruxas devem ficar atentos: já estão abertas as inscrições da Escola de Magia e Bruxaria, no Castelo Nacional Inn, em Campos do Jordão.

É o segundo ano de funcionamento da escola, inspirada na famosa saga de Harry Potter, da escritora J. K. Rowling. O evento acontece entre os dias 18 e 21 de agosto e as atividades são voltadas para maiores de 14 anos.

Neste segundo ano, a experiência vivida pelos participantes contará com a novidade da introdução às lendas brasileiras. Até agora, já são 200 inscritos.

“Já introduzimos de forma sutil no ano anterior, mas agora queremos aprimorar essa experiência com a participação de personagens conhecidos da nossa cultura como o curupira e a sereia Iara”, diz a idealizadora da escola, Vanessa Godoy.

“Acreditamos que isso agrega e muito na cultura das pessoas. Sabemos que todos buscam vivenciar o universo de Harry Potter, mas podemos também inserir as nossas lendas sem perder o foco”, diz Vanessa.

Durante dez dias, o hotel Castelo Nacional Inn em Campos do Jordão se torna a escola de Hogwarts, tudo inspirado na história de bruxaria mais famosa do mundo.

“É uma experiência única, um evento muito especial. É o mais próximo que você vai chegar da experiência de ir para uma escola de magia como nos livros e filme”, diz o youtuber Leonardo Santi do canal “Patrono Net” que é um dos convidados especiais para a edição deste ano.

“Eu cresci lendo os livros e assistindo os filmes e para mim é algo fantástico viver essa experiência”, diz o youtuber.

Com mais de 40 mil inscritos em seu canal no Youtube, o paulistano de 21 anos possui mais de 70 vídeos que exploram o universo do bruxinho mais famoso da literatura e dos cinemas.

“Desde que eu me conheço por gente, eu acompanho ‘Harry Potter’. Eu me lembro de ter ido, quando criança, na estreia de ‘A pedra Filosofal’ nos cinemas, em 2001, e é uma das minhas primeiras lembranças. Eu tinha 5 anos na época”, diz o youtuber.

Atividades contemplam o universo criado pela escritora J.K. Rowling Divulgação / Leonardo Santi

Atividades contemplam o universo criado pela escritora J.K. Rowling
Divulgação / Leonardo Santi

O youtuber irá se unir aos outros matriculados na escola para participar das aulas e todas as atividades durante os dias.

“Já recebemos inscrições de todas as regiões do país e já estamos com as vagas quase preenchidas”, diz a idealizadora da escola, Vanessa Godoy.

Com mais de 40 pessoas na organização e 11 atores que interpretam os professores, os dias no hotel em Campos do Jordão irão ser conduzidos por atividades que incluem aulas de práticas de defesa contra as artes das trevas, história da magia e técnicas avançadas de quadribola (famoso torneio apresentado nos livros).

Além disso, o hotel terá espaços que lembram áreas bastante conhecidas dos fãs de Harry Potter como o ‘beco diagonal’ e a taverna do ‘javali bizonho’, além de um campo externo para um torneio de quadribola.

As inscrições para essa imersão ao universo de Harry Potter em Campos do Jordão, que também é uma matrícula para a EMB (Escola de Magia e Bruxaria), podem ser feitas através do site do evento.

O valor é de R$ 2.950, incluindo hospedagem e alimentação.

Clube de livros dá dicas que auxiliam na alfabetização

0
O clássico das atividades para alfabetização são as histórias infantis – Divulgação

O clássico das atividades para alfabetização são as histórias infantis – Divulgação

 

Publicado no Em Tempo

A alfabetização é um período importante na vida das crianças, pois é o momento em que elas percebem como ler e escrever são duas atividades essenciais para se expressar, compreender o mundo e se relacionar com as pessoas ao seu redor. Muito além das salas de aula, todos aqueles que convivem com as crianças podem contribuir com esse processo de aprendizado, seja em casa, com a família ou com os amigos.

Pensando nesse momento da vida dos pequenos, o clube de assinatura de livros infantis Leiturinha (www.leiturinha.com.br) preparou algumas dicas de atividades que ajudam na alfabetização.

Roda de leitura

A roda de leitura é uma das técnicas mais tradicionais da alfabetização. Nesse momento, são abordados os mais diversos conteúdos infantis, desde contos e fábulas até as atividades de alfabetização que utilizam recortes, colagens, desenhos e pinturas. A atividade pode ser realizada com familiares ou com outros colegas de sala.

Explorar rótulos

Os rótulos e embalagens ajudam os adultos a compreender as informações e não seria diferente com as crianças. Com textos curtos e imagens que ajudam na compreensão, rótulos e embalagens de alimentos, por exemplo, podem ser explorados no café da manhã, no almoço, no jantar e outros diversos momentos.

Lista de compras

As listas têm um papel importante para quem está aprendendo a ler e escrever. As crianças querem a todo momento participar das atividades consideradas “adultas”. A dica é montar a próxima lista junto com a criança e ajudá-la na compreensão e organização da estrutura dos itens.

Passeios

As crianças são verdadeiras curiosas, e essa característica deve ser aproveitada durante os passeios em parques, shoppings ou até mesmo no caminho de casa para escola. Os outdoors e sinalizações são de grande interesse para os pequenos, e mesmo que contenham informações não tão relevantes assim, é um modo para exercitar a leitura.

Ler histórias

O clássico das atividades para alfabetização são as histórias infantis. Esse momento entre pais e filhos deixa a prática mais agradável e produtiva. Mas os pais devem lembrar que cada idade tem um gênero e um nível de compreensão diferente, então é importante ficar atento aos indicativos de idade, imagens e também no gosto da criança.

Os 11 livros que Antonio Candido considerava fundamentais para entender o Brasil

0

candidoantonio

Rodrigo Casarin, no Página Cinco

Em setembro de 2000, Antonio Candido publicou na revista “Teoria e Debate” uma lista com os 11 livros que ele considerava incontornáveis para quem deseja conhecer o Brasil. Mesmo reconhecendo que a tarefa era um tanto ingrata e que deixaria muita coisa boa de fora, se propôs a apontar aqueles que, na sua visão, abordam aspectos fundamentais sobre o país para quem deseja “adquirir boa informação a fim de poder fazer reflexões pertinentes, mas sabendo que se trata de amostra”.
Eis os títulos:

“O Povo Brasileiro”, de Darcy Ribeiro – “livro trepidante, cheio de ideias originais, que esclarece num estilo movimentado e atraente o objetivo expresso no subtítulo”.

“Raízes do Brasil”, de Sérgio Buarque de Holanda – “análise inspirada e profunda do que se poderia chamar a natureza do brasileiro e da sociedade brasileira a partir da herança portuguesa, indo desde o traçado das cidades e a atitude em face do trabalho até a organização política e o modo de ser”.

“História dos Índios do Brasil”, organizada por Manuela Carneiro da Cunha – “redigida por numerosos especialistas, que nos iniciam no passado remoto por meio da arqueologia, discriminam os grupos linguísticos, mostram o índio ao longo da sua história e em nossos dias, resultando uma introdução sólida e abrangente”.

“Ser Escravo no Brasil”, de Kátia de Queirós Mattoso – “uma excelente visão geral desprovida de aparato erudito, que começa pela raiz africana, passa à escravização e ao tráfico para terminar pelas reações do escravo, desde as tentativas de alforria até a fuga e a rebelião”.

“Casa Grande e Senzala”, de Gilberto Freyre – “Verdadeiro acontecimento na história da cultura brasileira, ele veio revolucionar a visão predominante, completando a noção de raça (que vinha norteando até então os estudos sobre a nossa sociedade) pela de cultura; mostrando o papel do negro no tecido mais íntimo da vida familiar e do caráter do brasileiro; dissecando o relacionamento das três raças e dando ao fato da mestiçagem uma significação inédita”.

“Formação do Brasil Contemporâneo, Colônia”, de Caio Prado Júnior – “É admirável, neste outro clássico, o estudo da expansão demográfica que foi configurando o perfil do território – estudo feito com percepção de geógrafo, que serve de base física para a análise das atividades econômicas (regidas pelo fornecimento de gêneros requeridos pela Europa), sobre as quais Caio Prado Júnior engasta a organização política e social, com articulação muito coerente, que privilegia a dimensão material”.

“A América Latina, Males de Origem”, de Manuel Bonfim – “depois de analisar a brutalidade das classes dominantes, parasitas do trabalho escravo, mostra como elas promoveram a separação política para conservar as coisas como eram e prolongar o seu domínio”.

“Do Império à República”, de Sérgio Buarque de Holanda – “expõe o funcionamento da administração e da vida política, com os dilemas do poder e a natureza peculiar do parlamentarismo brasileiro, regido pela figura-chave de Pedro II”.

“Os Sertões”, de Euclides da Cunha – “livro que se impôs desde a publicação e revelou ao homem das cidades um Brasil desconhecido, que Euclides tornou presente à consciência do leitor graças à ênfase do seu estilo e à imaginação ardente com que acentuou os traços da realidade, lendo-a, por assim dizer, na craveira da tragédia”.

“Coronelismo, Enxada e Voto”, de Vitor Nunes Leal – “análise e interpretação muito segura dos mecanismos políticos da chamada República Velha”.

“A Revolução Burguesa no Brasil”, de Florestan Fernandes – “uma obra de escrita densa e raciocínio cerrado, construída sobre o cruzamento da dimensão histórica com os tipos sociais, para caracterizar uma nova modalidade de liderança econômica e política”.

Go to Top