Posts tagged autor

Tolkien | Filmagens da cinebiografia estrelada por Nicholas Hoult são concluídas

0

20171111-nicholas-hoult-e-elilly-collins-tolkien

Filme ainda não possui data de estreia.

Rafael Matos, no Cinema com Rapadura

A cinebiografia “Tolkien”, que levará para os cinemas a história do escritor J.R.R. Tolkien, autor de livros como “O Senhor dos Anéis” e “O Hobbit”, teve suas filmagens finalizadas, segundo o comunicado de sua produtora, a Fox Searchlight. O filme é estrelado por Nicholas Hoult (“Castelo de Areia”) no papel do escritor e Lily Collins (“Okja”) no papel de sua esposa, Edith Bratt.

Escrito por David Gleeson (“Caubóis e Anjos”) e Stephen Beresford (“Orgulho e Esperança”), “Tolkien” vai se passar durante a Segunda Guerra Mundial e acompanhar o autor, que perdeu os pais, mostrando como ele faz amizade com um grupo de pessoas de fora na escola até a guerra ameaçar separá-los. Edith, esposa de Tolkien, foi a musa que inspirou as elfas Lúthien Tinúviel e Arwen Evenstar, de seu livro “O Senhor dos Aneis”.

O holandês Dome Karukoski (“Coração de Leão”) dirige o longa, que ainda não tem previsão de estreia.

Jogador Número 1 | Sequência do livro é confirmada por Ernest Cline

0

jogador-numero-1-760x428

João Abbade, no Jovem Nerd

O autor de Jogador Número 1, Ernest Cline confirmou que seu livro de 2011 ganhará uma sequência! O anúncio foi feito durante uma transmissão no Facebook e Cline diz que está se inspirando no filme de Steven Spielberg para escrever o segundo volume de sua novela. “Não há inspiração melhor para um escritor do que retornar a um mundo que você trabalhou depois de ver o que Steven Epielberg trouxe para este mundo”, disse o autor.

O segundo livro ainda não tem título e Cline disse que não pode falar muito sobre o enredo no momento. O último livro publicado por Ernest Cline foi Armada, de 2015; nele o autor também discorre sobre ficção científica, easter eggs de videogames e coisas dos anos 80.

A história de Jogador Número 1 se passa no ano de 2044 e segue Wade Watts, um jovem que, assim como a maioria das pessoas de seu mundo, escapa da realidade em uma utopia virtual chamada Oasis e sonha em encontrar os tesouros escondidos ali através de pistas deixadas em obras famosas da cultura pop oitentista.

A adaptação cinematográfica do best-seller será dirigido por Steven Spielberg e o elenco conta com Tye Sheridan, Olivia Cooke, Mark Rylance, Simon Pegg e Ben Mendelsohn.

O filme de Jogador Número 1 tem estreia prevista para 5 de abril de 2018, enquanto a sequência do livro não tem data de lançamento.

Dan Brown vendeu mais de 16 mil cópias de ‘Origem’ no Brasil

0
© Líbia Fiorentino

© Líbia Fiorentino

 

Autor norte-americano faz lançamento simbólico de ‘Origem’ na Espanha

Publicado no Notícias ao Minuto

O Brasil ficou de fora da turnê mundial de lançamento de “Origem” (Arqueiro / Sextante), sétimo livro de Dan Brown. Depois da Feira do Livro de Frankfurt e de Lisboa, o norte-americano desembarca, nesta terça-feira (17), na Espanha, país onde o quinto capítulo da saga literária do Professor de Iconografia Religiosa Robert Langdon é ambientado.

Mesmo sem a presença do autor, os números de vendas no Brasil alcançaram a marca de 16.009 cópias, apenas na estreia. Os dados são da Publishnews. Se forem contabilizados os livros em inglês, o número sobe outras 535 unidades.

Nas 552 páginas de “Origem” é a tecnologia que ameaça a fé dos homens. “Nos viramos para Deus com perguntas que não conseguimos responder, mas este abismo do que não sabemos está cada vez menor”, comentou o autor durante o lançamento do livro em Lisboa.

Na nova trama, o bilionário e futurista Edmond Kirsch se diz capaz de responder exatamente a uma das perguntas mais vitais da humanidade: “de onde viemos, para onde vamos”. Langdon, claro, entra em cena para investigar teoria.

Brown revelou que ainda não pensa na oitava obra. “É como uma mulher que deu à luz há 10 minutos e o marido pergunta: ‘quando faremos isso de novo?'”, brincou. O projeto futuro do norte-americano está relacionado, na verdade, à “Origem”. O autor gostaria de que o livro, cujos direitos já foram vendidos para o cinema, fosse uma minissérie. “Sonhei que seria apresentado em 12 episódios. Não sei o quão longe chegarei nesta briga, mas vou tentar”, garante.

Homenageado da Flip, Lima Barreto será retratado em filme

0
xlima-barreto.jpg.pagespeed.ic.Dz5hPs2RqV

O escritor Lima Barreto será homenageado na Flip 2017 – Divulgação

Com direção de Luiz Pilar, longa vai encarar aspectos da vida pessoal de escritor

Mateus Campos, em O Globo

PARATY — Depois de passear pelas ruas paratienses, Lima Barreto irá ao cinema. Homenageado pela Flip deste ano, o escritor será tema do longa “Lima Barreto, ao terceiro dia”, dirigido por Luiz Pilar e coproduzido por Globo Filmes, Canal Brasil e Telecine.

O filme é um desdobramento da peça que Pilar montou em 2013, com texto de Luis Alberto de Abreu, e, a princípio, terá no elenco Luís Miranda, Sidney Santiago, Paulo Betti e Julia Lemmertz. A previsão de lançamento é agosto de 2018.

A obra do escritor carioca já havia ido parar nas telonas em 1998 com “Policarpo Quaresma, herói do Brasil”, de Paulo Thiago. O filme de Pilar, no entanto, pretende encarar aspectos da vida pessoal dele, intercalando realidade, fantasia e memória.

Lima Barreto aparece aos 41 anos, nos três dias da sua última internação no manicômio — o escritor lutava contra problemas psiquiátricos decorrentes do abuso do álcool.

As alucinações do autor de “Clara dos Anjos” foram fartamente documentadas por ele no célebre “Diário do hospício”. Esses textos, além da consagrada biografia de Francisco de Assis Barbosa, que ajudou a recuperar o prestígio do autor nos anos 1950, foram matéria-prima para a construção do roteiro.

No campo da “realidade”, o Lima velho (Luís Miranda) enfrenta a internação. Enquanto isso, na “memória”, o jovem escritor (Sidney Santiago) escreve seu romance mais conhecido. Na “fantasia”, personagens da obra, como Policarpo (Paulo Betti) e sua irmã (Julia Lemmertz), dialogam com o autor.

— Os três planos vão interagir. Os personagens do romance discutem questões sociopolíticas do momento em que o livro foi escrito. E os questionamentos que o Lima faz no romance, continuam atuais — explica. — Em 2013, a montagem do espetáculo coincidiu com as manifestações no país, e me perguntavam se eu tinha feito de propósito. Mas a verdade é que o Brasil é que insiste em não mudar.

Stephen King ganha disciplina dedicada à sua obra em universidade

0
US author Stephen King poses for the cameras, during a promotional tour for his latest novel, 'Doctor Sleep', a sequel to 'The Shining',  at a library in Paris, Wednesday,  Nov. 13, 2013. (AP Photo/Francois Mori)

 (AP Photo/Francois Mori)

Especialista em Shakespeare assume a cadeira na instituição onde o escritor se formou

Publicado em O Globo

RIO – A Universidade de Maine acaba de criar, em seu curso de Literatura, uma disciplina voltada para o estudo da obra de Stephen King — um de seus alunos mais ilustres. A professora Caroline Bicks, especialista em Shakespeare (e leitora de King desde a adolescência), assumirá a cadeira. Nos últimos anos, ela tem dedicado suas pesquisas a apontar a relevância da obra do autor de “Romeu e Julieta” nos dias de hoje, identificando ecos de seus trabalhos na cultura popular moderna.

Uma de suas reflexões propõe um paralelo entre a “puberdade mental” de Carrie — do livro “Carrie, a estranha”, primeiro romance publicado por King em 1973, três anos depois de se formar em Maine — e a Julieta de Shakespeare. O livro mais recente de Bicks tem como título, em tradução livre, “Shakespeare, não agitado: coquetéis para seu drama cotidiano” — uma brincadeira com o nome do dramaturgo inglês e a frase famosa de James Bond a respeito de seu martini, “shaken, not stirred” (“batido, não mexido”).

A disciplina da Universidade de Maine foi criada graças a uma doação de US$ 1 milhão da Fundação Harold Alfond. Em 2015, o autor de clássicos do suspense como “O iluminado” e “Louca obsessão” foi premiado pelo governo americano com a Medalha Nacional das Artes, como reconhecimento por sua contribuição à Literatura.

Go to Top