BKO WAVE SAÚDE

Posts tagged cinema

Por que A Torre Negra não deu certo? Stephen King explica com dois motivos

0

the-dark-tower_0-760x428

Tainá Garcia, no Jovem Nerd

A Torre Negra foi uma decepção enorme para muitos fãs das adaptações e dos livros de Stephen King. E com o sucesso imenso de It: A Coisa, a queda do filme foi ainda mais ressaltada.

Sendo praticamente impossível não comparar as duas adaptações, até mesmo o diretor de It: A Coisa se manifestou: Andy Muschetti tenta explicar porque sua adaptação foi um sucesso, enquanto A Torre Negra foi um flop total não conseguiu chegar ao mesmo patamar.

E agora, o próprio Stephen King também decidiu fazer seu comentário sobre isso.

Em entrevista para a Vulture, o escritor fala sobre o que ele acredita que deu errado na adaptação de A Torre Negra – saga de livros que ele considera sua obra-prima e provavelmente, estava ansioso para ver nas telas grandes.

De acordo com King, houve dois grandes erros: tentar encaixar uma história de grande escala em um tempo inadequado e anular o tom original dos livros – fazendo a adaptação ser própria para maiores de 12 anos, sendo que a obra literária é extremamente pesada e violent.

O principal desafio era fazer um filme baseado numa série de livros extremamente longa, com cerca de 3 mil páginas. A outra parte foi a decisão de tornar a adaptação cinematográfica com a classificação indicativa de 12 anos, de livros que são extremamente pesados e lidam com comportamentos violentos de modo bem gráfico. Isso foi algo que precisava ser superado, embora eu tenha que dizer, Akiva Goldsman [o roteirista do filme] fez um trabalho incrível em pegar uma parte central do livro e transformar em um bom filme.

Stephen ainda comentou sobre sua expectativa para a série que dará continuidade à megaprodução na televisão.

A série de TV que eles estão desenvolvendo agora… vamos ver como ela será. Seria como um completo reboot, então teremos que esperar para ver.

A Torre Negra foi recebido com críticas negativas e não teve uma boa performance de bilheteria.

Por outro lado, It: A Coisa continua bombando nos cinemas ao redor do mundo!

Maze Runner: A Cura Mortal tem primeiro trailer divulgado

0

poltrona-Maze-Runner-The-Death-Cure--770x405

Renan Lelis, no Poltrona Nerd

Como previsto, a 20th Century Fox divulgou o primeiro trailer de Maze Runner: A Cura Mortal, terceiro filme inspirado na série de livros de James Dashner. Veja abaixo!

Na trama, por trás de uma perspectiva de cura para o Fulgor, Thomas (Dylan O’ Brien) descobrirá um grande plano, executado por Cruel, que poderá trazer decorrências catastróficas para a humanidade. Thomas, então, decide entregar-se para o Experimento final.

Dirigido por Wes Ball e escrito por T.S. Nowlin, Maze Runner: A Cura Mortal estreia em 26 de janeiro de 2018. Kaya Scodelario, Thomas Brodie-Sangster, Ki Hong Lee, Giancarlo Esposito, Aidan Gillen, Barry Pepper, Will Poulter e Patricia Clarkson também estão no elenco.

Tronos, castelo e até cinema: editoras transformam seus estandes em atrações na Bienal

0
Editoras diversificam montagem de estandes para atrair os leitores - Analice Paron / Agência O Globo

Editoras diversificam montagem de estandes para atrair os leitores – Analice Paron / Agência O Globo

Fãs de sagas de sucesso, como ‘Harry Potter’ e ‘Game of Thrones’, fizeram filas para garantir uma foto nas montagens

Leonardo Cazes, em O Globo

RIO — As editoras fizeram um investimento pesado nas suas participações na Bienal do Livro do Rio deste ano. Os estandes, que se tornam, a cada ano, uma atração em si, receberam até uma sala de cinema. Um dos mais concorridos no primeiro fim de semana de Bienal foi o da editora Rocco. Casa dos livros do bruxo Harry Potter, a editora aproveitou os 20 anos da série e transformou o estande num castelo de Hogwarts. Do lado de dentro, as estantes de livros dividiam espaços com corujas, baús, vassouras e animais fantásticos do universo de “Harry Potter”. Já do lado de fora, as janelas do “castelo” faziam referência a cada um dos sete livros. Ao longo de todo o fim de semana, uma enorme fila se formou para tirar foto em uma vassoura, como se estivesse voando.

Já a HarperCollins Brasil, que faz sua estreia na Bienal depois de ter se separado do Grupo Ediouro no início deste ano, montou um cinema no Riocentro. As sessões, com início de dez em dez minutos, atraíram uma multidão. Dentro do cinema, o público fica deitado no chão para assistir a um filme sobre a importância da leitura. Na outra ponta do estande da editora, os visitantes podiam tirar foto em uma estação de trem cinematográfica, numa referência ao clássico de Agatha Christie, “Assassinato no Expresso do Oriente”.

O estande da HarperCollins Brasil apostou em uma estação de trem cinematográfica, numa referência ao clássico de Agatha Christie, 'Assassinato no Expresso do Oriente' - Analice Paron / Agência O Globo

O estande da HarperCollins Brasil apostou em uma estação de trem cinematográfica, numa referência ao clássico de Agatha Christie, ‘Assassinato no Expresso do Oriente’ – Analice Paron / Agência O Globo

 

Os estandes da Intrínseca, da do Grupo Editorial Record e da LeYa/Casa da Palavra, a atração era a interatividade. Na Intrínseca, muitas crianças posavam para fotos com o capacete característico do protagonista de “Extraordinário”, de RJ Palacio, portador de uma síndrome genética que provocou uma deformidade facial. Já na Record, havia um “espelho falso” em que o público podia “entrar” para tirar fotos, com o tema do romance “Menina Veneno”, de Carina Rissi. Ao lado, os simpáticos Asterix e Obelix também faziam sucesso com visitantes de todas as idades. No estande da LeYa/Casa da Palavra, o sucesso foi, mais uma vez, a réplica do trono de ferro de “Game of Thrones”, já que a editora publica os livros de George R.R. Martin. Contudo, neste ano, o trono enfrenta a concorrência de outros tronos de ferro espalhados pela Bienal.

O Segredo: Best-seller de autoajuda terá adaptação com Katie Holmes

0

602x0_1502374413

Livro vendeu mais de 30 milhões de exemplares pelo mundo

Iara Vasconcelos, no Cineclick

Depois de vender mais de 30 milhões de exemplares pelo mundo e se tornar um verdadeiro clássico da literatura, a obra de autoajuda O Segredo, escrito por Rhonda Byrne, ganhará uma adaptação para as telonas com Katie Holmes (Batman Begins) como estrela principal. (Via Variety)

O filme terá direção de Andy Tennant (Hitch: Conselheiro Amoroso) e roteiro de Bekah Brunstetter. A trama vai girar em torno de uma esforçada viúva que contrata um homem para consertar sua casa, que é destruída após uma terrível tempestade. Enquanto trabalha ao lado dele, a mulher aprende um pouco mais sobre o poder do pensamento positivo.

No livro, Byrne divide com os leitores a sua filosofia de pensamento positivo, que segundo ela é capaz de fazer com que o universo conspire a seu favor e que todos os seus desejos sejam realizados. A autora chama essa prática de “Lei da Atração” e acredita que os seres-humanos têm o poder de controlar o universo com sua própria mente.

Além de O Segredo, Rhonda também publicou outros dois livros que abordam o mesmo tema: O Poder e A Magia, que funcionam como uma espécie de sequência do primeiro livro.

Além disso, a obra ainda inspirou um documentário, lançado em 2006, que trazia depoimentos de diversos autores, pensadores e praticantes da “Lei da Atração”.

Neuromancer | Diretor de Deadpool fará adaptação de clássico da ficção científica

0
Tim Miller no set de Deadpool

Tim Miller no set de Deadpool

Caio Coletti, no Observatório do Cinema

O diretor Tim Miller vai comandar a adaptação de Neuromancer, um clássico da ficção científica cyberpunk. A informação é do Deadline.

Miller conseguiu um grande hit no ano passado ao dirigir Deadpool, mas foi dispensado da sequência em favor de David Leitch (De Volta ao Jogo/John Wick). Ele foi contratado recentemente para dirigir Exterminador do Futuro 6.

O livro de William Gibson acompanha o protagonista Henry Case, um ladrão de dados muto bem-sucedido até o momento em que ex-empregados o atacam e danificam seu sistema nervoso. Ele está na pior quando um misterioso contratante o chama para um último trabalho.

Diretores como Joseph Khan (diretor de clipes para Lady Gaga e Katy Perry) e Vicenzo Natali (Cubo, Hannibal) já tentaram adaptar o livro e falharam.

Go to Top