State Ibirapuera

Posts tagged Emma Watson

Emma Watson dá dicas de leituras feministas e distribui livros no metrô de Londres

1
Emma Watson distribui livros no metrô de Londres - Reprodução/Instagram/emmawatson

Emma Watson distribui livros no metrô de Londres – Reprodução/Instagram/emmawatson

Vivian Masutti, na Folha de S.Paulo

Embaixadora da boa vontade da Organização das Nações Unidas, a atriz britânica Emma  Watson deixou há um tempo de ser conhecida apenas como a bruxinha Hermione, dos filmes “Harry Potter”, para mostrar sua magia como defensora dos direitos das mulheres.

Formada em letras pela Universidade Brown, nos EUA, ela agora lidera um clube da leitura com dicas de livros feministas. Há clássicos e lançamentos, e alguns deles são publicados por editoras brasileiras, como o lendário “A Cor Púrpura” (R$ 54,90, 336 págs., José Olympio), obra-prima de 1982 que rendeu à escritora Alice Walker, ativista das causas negra e feminina, o Prêmio Pulitzer.

Também figura na lista o recém-lançado “Mulheres que Correm com os Lobos” (R$ 65, 576 págs., Rocco), conjunto de artigos e temas a partir dos quais a autora Clarissa Pinkola Estés investiga o esmagamento da natureza instintiva feminina. A obra ficou durante um ano na lista de mais vendidos nos Estados Unidos.

Já “Minha Vida na Estrada” (R$ 49,90, 392 págs., Bertrand Brasil) é o livro de memórias da ativista Gloria Steinem, que, aos 81 anos, narra o nascimento de um movimento revolucionário em busca da igualdade de gêneros.

Outros livros publicados no Brasil que já foram recomendados pela atriz são “O Conto da Aia”, de Margaret Atwood; “Persépolis”, de Marjane Satrapi, e “Como Ser Mulher”, de Caitlin Moran.

O clube do livro de Emma pode ser acessado no site “Good Reads”, em inglês, mas pode ser acompanhado com a ajuda do Google Tradutor.

A reportagem foi publicada na Revista da Hora, do jornal “Agora”.

Emma Watson distribuiu vários livros com temática feminista no Dia da Mulher

0

1489074913585483-640x350

Publicado no Jornal Metro

Em comemoração ao Dia da Mulher, a atriz Emma Watson espalhou livros feministas em diversos locais de Londres nesta última quarta-feira (8).

Contando com a ajuda dos integrantes de seu clube do livro, Our Shared Shelf, as obras também alcançaram várias cidades ao redor do mundo.

No Twitter, a atriz falou sobre a parceria com a ONG Book Fairies: “A partir da meia-noite no horário de Nova York, fadas do livro distribuirão livros feministas em comemoração ao Dia Internacional da Mulher”, escreveu.

Londres, Dubai, Buenos Aires, e Milão foram alguns dos locais que receberam as obras.

Entre os títulos estão “Mom & Me & Mom”, biografia de Maya Angelou, “My Life on the Road”, de Gloria Steinem, e “How to be a Woman”, de Caitlin Moran.

Registros de Emma Watson distribuindo os exemplares em lugares públicos foram publicados em suas redes sociais.

emmaw

emmaw2

J.K. Rowling nega rumores sobre trilogia de Harry Potter

0
Foto: REX Shutterstock / AdoroCinema

Foto: REX Shutterstock / AdoroCinema

 

Balde de água fria.

Bruno Carmelo, no Terra

Sabe a possível adaptação de Harry Potter e a Criança Amaldiçoada aos cinemas? Pois é, parece que o projeto realmente não vai acontecer.

Os rumores existem há muitos meses. Em agosto de 2016, fontes indicavam negociações iniciais da Warner com Daniel Radcliffe, Emma Watson e Rupert Grint para voltarem aos papéis principais, algo que a própria Warner negou categoricamente. Em setembro, Radcliffe também disse que provavelmente não interpretaria mais o personagem.

Mesmo assim, o jornalista Jim Hill voltou a anunciar o projeto este mês, dizendo que se trataria de uma trilogia. Novamente, a ideia foi desmentida, desta vez pela própria autora, J.K. Rowling:

I know a lot of people are looking for reasons to be cheerful today, but there is NO TRUTH to the rumour about a #CursedChild movie trilogy! — J.K. Rowling (@jk_rowling) 20 de janeiro de 2017

É interessante que a mensagem da escritora negue especificamente a trilogia, o que poderia deixar brechas para a possibilidade de um filme único. Mas é improvável que Rowling se dedique ao projeto agora, pois está preparando dois novos livros, além de trabalhar na franquia Animais Fantásticos e Onde Habitam.

Além disso, os próprios atores tomaram rumos diferentes em suas carreiras, especialmente Daniel Radcliffe e Emma Watson, provando que não dependem desta franquia para conseguirem bons papéis em Hollywood.

Mas Harry Potter e a Criança Amaldiçoada ainda estará à disposição dos fãs em formato livro e peça de teatro… Já é um começo.

9 livros que Emma Watson já leu — e que você deveria ler também

0
Foto: Reprodução/Instagram)

Foto: Reprodução/Instagram)

Isabela Moreira, na Galileu

onhecida por interpretar Hermione Granger nos filmes da sérieHarry Potter, Emma Watson é tão inteligente e articulada quanto sua personagem. Formada pela Universidade Brown, nos Estados Unidos, em 2014, ela se tornou porta-voz da campanha He For She da ONU, cujo objetivo é lutar pelo fim da desigualdade de gênero.

Com o objetivo de compartilhar seus conhecimentos, ela criou, no início de 2016, um clube do livro virtual. “A partir do meu trabalho com a ONU, comecei a ler tantos livros e ensaios sobre igualdade quanto pude. Tem tanta coisa incrível por ai!”, escreveu a atriz na época. “Decidi criar um clube do livro feminista e queria compartilhar o que estou aprendendo e ouvir suas opiniões também.”

O clube foi nomeado de “Our Shared Shelf” e tomou forma no Goodreads, rede social voltado para os amantes de livros. Desde então, Watson escolhe leituras relacionadas a mulheres e à discussão sobre gênero para compartilhar e discutir com os participantes do grupo. Ao longo de 2016, o clube ganhou mais de 160 mil participantes nove obras foram abordadas. Saiba quais foram elas:

1 – All About Love: New Visions, bell hooks (2001)
A feminista e ativista bell hooks oferece uma nova perspectiva sobre o amor: ao longo da obra, ela explica como as noções perpetuadas do sentimento são ultrapassadas e oferece uma forma de repensar o amor próprio.

2 – Minha Vida na Estrada, Gloria Steinem (2016)
Em seu livro de memórias, a jornalista conta sua trajetória, das viagens pelos Estados Unidos com os pais ao início de seu envolvimento com o movimento feminista, e revela como se tornou uma das principais vozes do ativismo americano.

Foto: Reprodução/Instagram)

Foto: Reprodução/Instagram)

3 – A Cor Púrpura, Alice Walker (1982)
Ganhador de um Pulitzer de Melhor Ficção, A Cor Púrpura acompanha a vida das irmãs Celie e Nettie que sofrem várias opressões por serem mulheres e negras, mas tomam as rédeas das próprias vidas.

4 – Metade do Céu – Transformando a Opressão em Oportunidades para as Mulheres de Todo Mundo, Nicholas D. Kristof e Sheryl WuDunn
O livro-reportagem acompanha, a partir da perspectiva de diferentes personagens, as diferentes opressões que mulheres sofrem ao redor do mundo, e reflete sobre formas de como mudar essa realidade.

5 – Como Ser Mulher, Caitlin Moran (2012)
No livro, a escritora britânica Caitlin Moran usa o humor para trazer à tona vários acontecimentos de sua infância e adolescência, ressaltando como se envolveu com o feminismo.

6 – Hunger Makes Me a Modern Girl, Carrie Brownstein (2015)
Conhecida por atuar na série Portlandia, Brownstein abre, em sua memória, diferentes aspectos de seu passada e de sua vida atual. Dos dias sendo fã fervorosa de bandas até seu envolvimento com o punk e a comédia.

7 – The Argounauts, Maggie Nelson (2015)
No livro de memórias, Nelson oferece novas visões sobre assuntos como identidade, desejo, amor e linguagem.

Foto: Reprodução/Instagram)

Foto: Reprodução/Instagram)

 

8 – Mom & Me & Mom, Maya Angelou (2013)
O livro é o sétimo de uma série de autobiografias escritas por Angelou. No último volume, ela disseca a relação que desenvolveu com a mãe ao longo da vida.

9 – Persépolis, Marjane Satrapi (2000)
Satrapi usa o formato de graphic novel para contar sua experiência de crescer no Irã durante a revolução Islâmica.

Emma Watson distribui livros no metrô de Londres

1

img-744239-emma-watson20161101201478037839

Emma Watson se diverte ao participar de ação para esconder livros nas plataformas de metrô de Londres

Publicado na Revista Caras

A atriz Emma Watson – mundialmente conhecida por interpretar Hermione na saga Harry Potter – partiu de uma ação no metrô de Londres nesta terça-feira, 1º. Ela foi convidada por um projeto social britânico para distribuir livros nas estações e vagões do metrô. A artista encarou o desafio e adorou o experiência.

“Eu escondi cópias de ‘Mom & Me & Mom’ para a @booksontheunderground no metrô hoje! Veja se você pode encontrar algum amanhã!”, disse ela em suas redes sociais.

De acordo com o projeto, as pessoas que encontrarem os livros escondidos por Emma ainda terão a chance de receber uma mensagem especial da atriz, já que ela escreveu cartas e deixou dentro das publicações.

emma

emma2

Go to Top