BKO WAVE SAÚDE

Posts tagged filmes

Ewan McGregor estará em “Doutor Sono”, a sequência de “O Iluminado”

0

Ator interpretará Danny Torrance, garotinho do filme original, depois de adulto

Tony Alex, no Tenho Mais Discos Que Amigos

Em 2013 o mega influente escritor Stephen King lançou um livro chamado Doctor Sleep, ou “Doutor Sono” aqui no Brasil.

O livro é a sequência do aclamado O Iluminado, lançado em 1977, e assim como aconteceu com o primeiro título, também ganhará uma adaptação para o cinema.

No Iluminado das telonas, Jack Nicholson teve a responsabilidade de ficar com o papel principal em um filme dirigido pelo mestre Stanley Kubrick, e agora temos uma confirmação pra lá de interessante em relação a Doutor Sono.

Ewan McGregor estará no elenco e irá interpretar Danny Torrance, o garotinho do primeiro filme que assustou muita gente e que agora cresceu, ainda está traumatizado com os eventos do passado e é procurado por conta dos seus “poderes” especiais.

Passando por problemas de comportamento e alcoolismo, ele luta pela sobriedade enquanto ajuda pessoas internadas em um hospital, fazendo uma conexão com uma jovem garota que compartilha das suas habilidades e tornou-se alvo de um grupo com habilidades similares.

De acordo com a Variety, que deu a notícia em primeira mão, Stephen King já aprovou a escolha por McGregor, conhecido por filmes como Trainspotting e da franquia Star Wars.

A direção vai ficar com Mike Flanagan, responsável pelo trabalho de adaptação de Jogo Perigoso, também de Stephen King, para a Netflix.

Cemitério Maldito pode ser a adaptação mais apavorante dos livros de Stephen King

0

Karoline Póss, no Cinema 10

Publicado por Stephen King em 1983, o romance de terror Cemitério Maldito já foi convertido aos cinemas em 1989 e está sendo atualmente trabalhado para receber uma nova adaptação cinematográfica que deve estrear em abril de 2019.

A equipe responsável pela produção do filme acredita que este será um dos mais assustadores filmes já adaptados de livros de Stephen King, considerado como o mestre do terror, uma vez que esta obra é a mais apavorante de suas produções literárias, com o filme prometendo ser fiel ao arquivo original.

Com roteiro de Jeff Buhler, direção de Dennis Widmyer e Kevin Kolsch, o filme deve começar a ser gravado na segunda metade do ano, em Montreal. Ansiosos?

Enquanto Cemitério Maldito não estreia, conheça outros filmes de terror em nossa seção especial.

The Woman in the Window | Amy Adams irá estrelar novo filme de Joe Wright

0

Filme é adaptação do livro homônimo de A.J. Finn.

Julio Bardini, no Cinema com Rapadura

Segundo apurado pela Variety, a atriz Amy Adams (“Liga da Justiça”), indicada cinco vezes ao Oscar, é a novidade no elenco de “The Woman in the Window“, produzido pela Fox. O longa é uma adaptação do livro homônimo escrito por A.J. Finn e será dirigido por Joe Wright (“O Destino de Uma Nação“).

A trama acompanha Anna Fox, uma reclusa em Nova York que bebe sozinha em seu apartamento, enquanto assiste filmes clássicos e às vidas de seus vizinhos. Quando a família Russell se muda para o apartamento da frente, Anna vê a família ideal e começa a espioná-los, até presenciar um evento chocante que muda sua vida.

O roteiro é de Tracy Letts (“Álbum de Família”), e os produtores são Scott Rudin (“Onde os Fracos Não Tem Vez”) e Eli Bush (“Lady Bird – A Hora de Voar”). Outros nomes para o elenco ainda não foram divulgados.

O filme ainda não tem data de estreia definida.

Less Than Zero | Hulu está desenvolvendo série baseada em livro de Bret Easton Ellis

0

Rafael Gonzaga, no Omelete

O Hulu, serviço de streaming que ainda não está disponível no Brasil, anunciou que está desenvolvendo Less Than Zero, uma nova série baseada no romance homônimo de Bret Easton Ellis. O próprio Ellis, o roteirista Craig Wright (Lost, Six Feet Under) e a Fox 21 Television Studios se uniram para dar vida à adaptação. Ellis e Wright serão os produtores executivos da série. (via ComingSoon)

Less Than Zero é oficialmente descrita da seguinte forma: “Situada na Los Angeles do início dos anos 1980, Less than Zero se tornou um clássico atemporal. Este romance hipnotizante é um retrato cru e poderoso de uma geração perdida que experimentou sexo, drogas e insatisfação em uma idade muito precoce. Vivem em um mundo moldado pelo niilismo casual, pela passividade e pelo excesso de dinheiro em um lugar desprovido de sentimento ou esperança.

Clay volta para casa para as férias de Natal e reingressa em uma paisagem de privilégio ilimitado e entropia moral absoluta, onde todos dirigem Porches, jantam em restaurantes caros e cheiram montanhas de cocaína. Ele tenta renovar seu sentimentos por sua namorada, Blair, e por seu melhor amigo do colegial, Julian, que está se envolvendo com ilegalidade e heroína. O feriado de Clay se transforma em uma vertiginosa espiral de desespero que o leva através das festas implacáveis ​​em mansões reluzentes, bares decadentes e clubes de rock underground e também pelo mundo obscuro de LA depois de escurecer.”

Less Than Zero já foi adaptado para o cinema em 1987, no filme Abaixo de Zero estrelado por Robert Downey Jr., James Spader, Jami Gertz e Andrew McCarthy. Ellis co-escreveu o filme com Harley Peyton e também escreveu uma continuação do livro, publicada em 2010. Os livros de Ellis anteriormente transformados em filmes também incluem Psicopata Americano, Regras da Atração e Informers – Geração Perdida.

Não há previsão para o lançamento de Less Than Zero.

3 Livros de Stephen King para quem quer fugir do óbvio

0

Flavia Viana, no Mundo Hype

Certa vez ouvi dizer que Stephen King é novela escrita e isso não é mentira, também não é crítica. Ele é um escrito que divide opiniões, mas não há como negar: suas histórias marcaram a literatura e trouxeram novos rumos para o cinema e para a TV também, mesmo com as produções abaixo da média.

O histórico de adaptações de livros do Stephen King não é daqueles repleto de sucessos. Alguns deram certo e outros foram um fracasso completo, bem como na TV. A questão é: é tão difícil adaptar Stephen King? Sua escrita descritiva demais, detalhada demais e às vezes até prolixa, enfadonha muitos dos leitores e, em contra partida, apaixona outra parcela de leitores aficionados pelos universos complexos e cheios de detalhes de Stephen King. Talvez essa minúcia de King atrapalhe a maioria dos roteiristas. Alguns de seus livros adaptados se tornaram clássicos (O Iluminado, Conta Comigo, It, A Espera de Um Milagre e Um Sonho de Liberdade) e o mérito vai para os diretores que arriscaram mudar as narrativas e alterar os padrões de King em suas histórias. O mesmo vale para a TV, algumas tentativas de adaptação foram feitas, mas sem muito sucesso, tais como Under The Dome e The Mist, só para começar.

Agora vamos ao que interessa: Stephen King só escreve suspense, terror, sobrenatural e em livros gigantes? Vez ou outra ele escreve alguma coisa mais leve ou até mesmo com o seu lugar comum no suspense e sobrenatural, mas sem aquela carga pesada como IT por exemplo.

Então se você quer ler livros dele que se distanciam disso ou nem tanto, aqui vão 3 livros dele para você. Os 3 livros a seguir são curtos, dá pra ler rápido e se aprofundar bem nas histórias.

1 – Joyland

O universitário Devin Jones começa um trabalho temporário no parque Joyland, esperando esquecer a namorada que partiu seu coração. Mas é outra garota que acaba mudando seu mundo para sempre: a vítima de um serial killer. Linda Grey foi morta no parque há anos, e diz a lenda que seu espírito ainda assombra o trem fantasma. Dev conta com a ajuda de Mike, um menino com um dom especial e uma doença grave. O destino de uma criança e a realidade sombria da vida vêm à tona neste eletrizante mistério sobre amar e perder, sobre crescer, envelhecer e sobre aqueles que sequer tiveram a chance de passar por essas experiências porque a morte lhes chegou cedo demais. *Sinopse retiradas do Skoob.

2 – As Quatro Estações

Uma coletânea de contos divida nas estações do ano. Em “Primavera eterna – Rita Hayworth e a redenção de Shawshank”, o escritor toma a injusta condenação de um homem à prisão perpétua como ponto de partida para falar sobre o desejo de liberdade. A adaptação para as telas do cinema – com atuações de Tim Robbins e Morgan Freeman – fez grande sucesso sob o título Um sonho de liberdade. Já a perda da inocência é retratada por King em “Verão da corrupção – Aluno inteligente”, que descreve a estranha relação entre um velho torturador nazista e um rapaz de apenas 13 anos de idade fascinado pelo terror do III Reich. A novela chegou às grandes telas como O aprendiz. Na trama seguinte, “Outono da inocência – O corpo”, o autor dá novos contornos ao tema do rito de passagem da juventude para a maturidade, utilizando-se das reações de um grupo de adolescentes confrontados com a morte ao se verem diante de um cadáver. (Desse livro temos 2 filmes: Sonho de Liberdade e Conta Comigo). *Sinopse retiradas do Skoob.

3 – A Hora do Vampiro (Salem)

Ambientado na cidadezinha de Jerusalem’s Lot, na Nova Inglaterra, o romance conta a história de três forasteiros. Ben Mears, um escritor que viveu alguns anos na cidade quando criança e está disposto a acertar contas com o próprio passado; Mark Petrie, um menino obcecado por monstros e filmes de terror; e o Senhor Barlow, uma figura misteriosa que decide abrir uma loja na cidade. Após a chegada desses forasteiros, fatos inexplicáveis vêm perturbar a rotina provinciana de Jerusalem’s Lot: uma criança é encontrada morta; habitantes começam a desaparecer sem deixar vestígios ou sucumbem a uma estranha doença. A morte passa a envolver a pequena cidade com seu toque maléfico e Ben e Mark são obrigados a escolher o único caminho que resta aos sobreviventes da praga: fugir. Mas isso não será tão simples, os destinos de Ben, Mark, Barlow e Jerusalem’s Lot estão agora para sempre interligados. E é chegada a hora do inevitável acerto de contas. (Existem dois filmes que adaptam essa história: A Mansão Marsten de 1979 e outro filme de 2004). *Sinopse retiradas do Skoob.

Com esses livros você conhece várias facetas de Stephen King em livros curtos, como sempre bem escritos e mesmo com suas cargas dramáticas; divertidos.

Go to Top