Lavvi

Posts tagged Game of Thrones

Série baseada em livro de George R.R. Martin pode ser co-produzida pela Netflix

0

georgerrmartinlivroatrasado

Publicado no Cinema 10

Segundo o site Deadline, a série Nightflyers pode se tornar uma co-produção entre o canal Syfy e a Netflix. A série é baseada em um livro de George R.R. Martin, autor dos livros que deram origem à Game of Thrones.

O canal americano Syfy já anunciou a produção de um episódio piloto e está perto de fechar acordo para uma temporada completa.

A história se passa no futuro, na véspera da destruição da Terra. Na esperança de fazer contato com uma raça alienígena, oito cientistas e um poderoso telepata embarcam em uma expedição rumo ao fim do sistema solar, dentro da nave Nightflyer. Porém, violência e desconfiança começam a surgir entre o grupo, ameaçando a missão. O livro de Martin já havia sido adaptado em 1987 para o cinema.

Enquanto a série não vem, a série Game of Thrones encerrou a sétima temporada pela HBO, que não permite exibição de seu conteúdo em serviços de streaming como Netflix:

O linguista que já criou mais de 40 idiomas artificiais – incluindo o valiriano e o dothraki de Game of Thrones

0
 O alto valiriano é a língua materna de Daenerys Targaryen, uma das protagonistas da série 'Game of Thrones' Foto: Divulgação / PureBreak

O alto valiriano é a língua materna de Daenerys Targaryen, uma das protagonistas da série ‘Game of Thrones’
Foto: Divulgação / PureBreak

 

David J. Paterson é o responsável por elaborar substantivos, verbos e regras gramaticais que ajudam na construção de universos fantásticos.

Publicado no Terra

Quando o linguista americano David J. Paterson ouviu a frase “Athchomar chomakaan!” na televisão, ele era uma das únicas pessoas no mundo que sabia o que aquelas palavras significavam.

O motivo é simples: a língua à qual a frase pertence foi inventada pelo próprio Paterson – é uma das quatro que ele criou para a série Game of Thrones (HBO), cuja sétima temporada termina neste domingo.

Formado na universidade de Berkeley, na Califórnia, o línguista de 36 anos cria idiomas desde que era adolescente. Diz ter pedido a conta de quantos já fez, mas estima o número em 40.

“A minha primeira – e isso é até um pouco vergonhoso – se chamava megdavi, uma junção do meu nome com o de minha namorada na época”, conta.

“Percebi que era uma língua ruim e inútil, aí fui criando outras e me aperfeiçoando até ficar contente com o resultado”, afirma.

Para criar os idiomas usados em Game of Thrones , Paterson participou de um concurso em que competiu com outras 40 pessoas. “Só quatro foram para a segunda fase. Foi uma competição difícil”, diz.

As línguas inventadas não são apenas palavras com sons estranhos faladas a esmo – elas têm vocabulários com substantivos, verbos e outras classes de palavras, regras gramaticais e tudo o que é comum na maioria dos idiomas de verdade.

Paterson baseou o contexto e o vocabulário de cada idioma no material da série de livros de George R. R. Martin que inspirarou o drama da HBO, mas precisou criar todo o resto – como a gramática e sintaxe.

Além do dothraki, ele fez mais três línguas completas para o programa. O alto valiriano, uma língua comum e antiga que deu origem a outras – como uma espécie de latim da ficção -, aparece bastante na série.

Mas as outras duas – o idioma dos gigantes e o idioma dos “filhos da floresta” – mal chegaram a ser usadas.

Ele fez também o esboço de um idioma para os white walkers , espécie sombria que cria zumbis e é antagonista da trama.

Perfeccionismo

“Quando ouvi pela primeira vez o ator Roger Allam (que interpretou o personagem Illyrio Mopatis, em algumas temporadasda série) falar a frase ‘bem-vindo’ em dothraki, achei que houvesse um erro” conta o americano.

O ator disse “Athchomar chomakaan”, que na língua inventada se usa para das boas vindas para uma pessoa sozinha e que não pertence àquele povo. Mas o correto seria “athchomar chomakea”, porque ele estava falando com um grupo.

“Mas me dei conta de que, quando inclui a frase no roteiro, não tinha como saber com quantas pessoas ele estaria falando”, afirma Paterson.

Apesar o prestígio das línguas de Game of Thrones , o idioma inventado favorito de Paterson é o Irathient, que ele criou para para a série de ficção científica Defiance, do canal Syfy (disponível no Brasil pelo Netflix).

“Ele tem 18 classes de substantivos, coisa que só raramente as línguas reais têm”, diz, orgulhoso.

Game of Thrones | Vinte personagens que morreram na série vão aparecer no novo livro

0

jorjao-760x428

Cesar Gaglioni, no Jovem Nerd

Conversando com o Metro, George R.R. Martin comentou mais uma vez sobre as diferenças entre Game of Thrones e a série de livros de As Crônicas de Gelo e Fogo. Segundo o autor, cerca de vinte personagens morreram na série, mas aparecerão no próximo romance, The Winds of Winter:

Os livros e a série seguem caminhos diferentes. Na TV, personagens são mortos a todo momento. Uns vinte deles já morreram lá mas continuam vivos e vão aparecer nos próximos livros.

Martin mais uma vez foi questionado sobre a demora para escrever The Winds of Winter e respondeu que esse é o seu padrão:

Eu não estou escrevendo mais devagar. Eu trabalhei no primeiro livro por seis anos e no segundo por outros quatro. Escritores que lançam romances todos anos não trazem livros grandes. Os livros deles não tem mais de 1000 páginas como os meus, costumam ter 500. Além disso, eu envelheci. A idade não te traz mais ânimo.

Na mesma entrevista, o escritor falou sobre as semelhanças que alguns fãs apontam entre os acontecimentos dos livros e o mundo real:

Sete Reinos estão tentando se unir contra um inimigo comum, os Caminhantes Brancos. Mas isso não é uma alegoria. Se eu quisesse escrever sobre o mundo real, eu teria escrito.

The Winds of Winter segue sem previsão para ser lançado.

HBO da Espanha transmite ‘Game of Thrones’ inédito por engano

0

liam-cunningham-peter-dinklage-nathalie-emmanuel-emilia-clar-sfzk.1920

O capítulo exibido nesta terça-feira (15), nada menos que o penúltimo da temporada, só deveria ir ao ar no próximo domingo (20)

Publicado no Bahia.ba

O canal HBO da Espanha transmitiu por engano, na noite desta terça-feira (15), um episódio inédito da série “Game of Thrones” que só deveria ir ao ar no próximo domingo (20).

Com mais de uma hora de duração, o episódio, que é nada menos que o penúltimo da temporada, é um dos mais aguardados pelos fãs da série e, assim que a exibição acidental terminou, as redes sociais se encheram de imagens e vídeos com spoilers (revelações inéditas do enredo de obras, como séries, filmes e livros).

No último mês, computadores da HBO foram alvos de ataques de hackers, o que culminou no vazamento de mais de 1,5 terabytes de informações da empresa. Desde então, roteiro de “Game of Thrones” e episódios inéditos foram divulgados na internet.

Publicitário é poupado de assalto após livro de ‘Game of Thrones’ ser confundido com Bíblia em Belém

1

Jovem contou episódio na internet e história viralizou nas redes sociais, onde teve mais de 15 mil curtidas.

Publicado no G1

O publicitário Leonardo Rego escapou de um assalto na noite de segunda-feira (31) após o livro que ele carregava – um volume das “Crônicas de gelo e fogo”, do escritor George R.R. Martin, que baseou a série de TV Game of Thrones – ser confundido com uma Bílbia. De acordo com o jovem, os assaltantes alegaram que “não roubavam crente” após terem visto o volume no colo do rapaz. A história foi contada na internet e viralizou.

O jovem conta que havia saído da academia no bairro do Umarizal, em Belém, por volta de 21h30 e caminhado até a avenida Nazaré para pegar um ônibus e voltar para casa quando, após 30 minutos de viagem, dois homens subiram no coletivo e anunciaram o assalto.

leonardorego

Postagem de Leonardo sobre assalto evitado após livro ser confundido com bíblia já teve mais de 15 mil curtidas (Foto: Reprodução / Facebook)

 

“Eu moro no bairro da Terra Firme, é um bairro periférico e bem perigoso até. O (bandido) que estava a frente da roleta anunciou o assalto e começou a pegar o dinheiro do cobrador. Tinham cerca de 15 pessoas no ônibus e eu estava logo no primeiro banco depois do cobrador, só que do lado direito do ônibus. Quando o da frente anunciou o assalto muitas pessoas tiveram tempo de esconder o celular, foi o meu caso”, explica Leonardo.

Só que os assaltantes decidiram pedir para revistar a mochila do rapaz, e foi quando encontraram o livro. “Ele chegou em mim e pediu o meu ‘site’, no primeiro instante eu fiquei sem entender o que ele queria, mas deduzi que seria celular. Então eu disse que eu não tinha, e que havia sido roubado na semana anterior. Ele duvidou de mim e pediu pra ver minha mochila, e nessa hora eu tirei a mochila de cima do meu livro que estava aberto na minha perna”, conta.

” Ele viu o livro aberto na minha perna e confundiu com uma bíblia, e disse ‘deixa deixa, eu não roubo crente’ . Logo que ele desceram o cobrador vira pra mim e fala ‘Égua cara, tu mostrou logo a palavra, Deus e deu um livramento'”, relembra o publicitário Leonardo Rego.

Segundo Leonardo, o assalto não durou 2 minutos e ele desceu logo depois dos bandidos. “Foi muito rápido. Umas sete pessoas foram roubadas, mas nada de grande valor foi levado. Só alguns celulares e o pouco dinheiro que o cobrador tinha. o Motorista disse que iria deixar os passageiros no fim da linha e voltar pra ir na delegacia prestar um B.O”, afirma.

Mais surpeendente que o desfecho do assalto, porém, foi a repercussão da história: após contar o caso nas redes sociais, Leonardo teve mais de 15 mil curtidas e foi reproduzido em páginas de fãs dos livros e da série de TV. “Eu fiquei muito surpreso. Quando eu postei eu pensava que era só mais uma história comum, mas as pessoas acharam ela muito engraçada”, conclui.

Go to Top