NÃO ERA VOCE QUE EU ESPERAVA

Posts tagged Harry Potter

Relembre os livros infantis que marcaram décadas

0
(foto: Divulgação)

(foto: Divulgação)

 

Publicado no Bem Paraná

No mês de maior homenagem à literatura infantil, com a comemoração ao Dia Nacional do Livro Infantil e Dia Mundial do Livro, a Leiturinha, maior clube de assinaturas de livros infantis do Brasil, preparou uma surpresa para os leitores de plantão.

Para relembrar os livros que marcaram as últimas 10 décadas, o clube reuniu os clássicos que encantaram gerações ao longo dos anos. “Todas as obras escolhidas como representantes de sua década são importantes. Além de carregarem um valor histórico, trazem consigo uma carga afetiva contextualizada em seu tempo”, explica a curadora da Leiturinha, Cynthia Spaggiari.

Preparem-se para voltar no tempo!

Década 1920: A Menina do Narizinho Arrebitado – Monteiro Lobato. Lançado em 1920
Este é o primeiro clássico infantil do autor Monteiro Lobato. Esta obra deu início a uma série de personagens eternizados no Sítio do Picapau Amarelo.

Década 1930: Aventuras do Avião Vermelho – Érico Veríssimo. Lançado em 1936
Este clássico conta a história de Fernando e seu pai. Com um aviãozinho vermelho, a imaginação do leitor é transportada por uma grande aventura..

Década 1940: O Pequeno Príncipe – Antoine de Saint-Exupéry. Lançado em 1943
Uma sensível história que se passa num planeta muito, muito distante. O escritor francês Antoine de Saint-Exupéry criou este clássico há 70 anos, mas transcende gerações e gostos literários.

Década 1950: As crônicas de Nárnia – de C.S. Lewis. Lançado entre 1949 e 1954
Esta é uma série de fantasia criada pelo autor irlandês C. S. Lewis. Nesta aventura, os animais falam, os objetos têm vida e as crianças são inseridas em batalhas entre o bem e o mal.

Década 1960: Flicts – Ziraldo. Lançado em 1969
O clássico de Ziraldo conta uma história emocionante que permite refletir sobre respeito, diferença e aceitação.

Década 1970: O Escaravelho do Diabo – Lucia Machado de Almeida. Lançado em 1974
Este é um clássico juvenil de mistério e muito suspense. Sua primeira publicação aconteceu em 1953, na revista O Cruzeiro. Em 1974, O Escaravelho do Diabo alcançou maior sucesso ao ser republicado pela Série Vaga-Lume.

Década 1980: O Menino Maluquinho – Ziraldo. Lançado em 1980
O menino maluquinho é uma série de quadrinhos eternizados por muitas crianças, servindo de inspiração para peças teatrais, filmes, óperas e séries de tv.

Década 1990: Harry Potter e a Pedra Filosofal – J.K. Rowling. Lançado em 1997
Harry Potter e a Pedra Filosofal é o primeiro livro dos sete volumes da série de fantasia Harry Potter. As obras deram origem a filmes que fizeram com que o bruxinho virasse uma febre entre crianças, adolescentes e até adultos de todo o mundo.

Década 2000: O Diário de um Banana – Jeff Kinney. Lançado em 2007
Não é nada fácil ser criança e esse banana sabe bem disso! Quem entende sobre ser criança melhor do que todo mundo é Greg, um menino comum que, como qualquer outro, passar por disputas na escola e sofre com sua baixa popularidade. Diário de um Banana é sucesso até hoje entre crianças e pré-adolescentes de todo o mundo.

Década 2010: Malala, a Menina que Queria Ir Para a Escola – Adriana Carranca Corrêa – Lançado em 2015
Malala é um best-seller, escrito pela brasileira Adriana Carranca, que conta a história de Malala Yousafzai, que sofreu um atentado de membros do movimento Talibã por defender a educação feminina no Paquistão. Uma emocionante história sobre coragem e resiliência.

Conheça a história de superação de J.K.Rowling, criadora da série Harry Potter

0

jk-rowling-harry-potter

A escritora, que passou por desemprego e dificuldades, tornou-se a primeira pessoa a ficar bilionária vendendo livros.

Debora Carvalho, no Blasting News

Joanne Rowling, atualmente conhecida pelo pseudônimo #J.K.Rowling, nasceu em 31 de julho de 1965, em Chipping Sodbury, nas proximidades de Bristol, na Inglaterra. Talvez por um capricho da autora, ou por considerá-lo uma espécie de alter ego, o bruxinho #Harry Potter, sua maior criação, e o principal responsável pela fama de Rowling, também nasceu em um dia 31 de julho.

J.K. Rowling conta que sempre teve muita imaginação e que gostava de escrever desde criança. Ela e sua irmã, Di, costumavam brincar de fazer mágicas e encenavam peças de teatro. Rowling se lembra da primeira história que escreveu: ”era sobre um coelho. Eu tinha 6 anos.”, conta.

Na mesma rua em que Joanne morava com sua família, morava uma família de sobrenome Potter. Na casa, viviam Ian e Vicky Potter, que costumavam brincar com Joanne e sua irmã. Apenas muitos anos depois, Joanne viria a se lembrar dos vizinhos da infância, quando, durante uma viagem de trem, a ideia mais incrível de sua vida lhe veio à mente – a história de um menino, de sobrenome Potter.

Joanne se formou em língua francesa pela Universidade de Exeter; seus pais desejavam que a filha fosse secretária bilíngue. Joanne, no entanto, percebeu logo que não levava jeito para a profissão, e frequentemente, deixava de fazer as atas das reuniões para rabiscar histórias nos papéis.

Foi em 1990, durante uma viagem de trem de Manchester até Londres, que a ideia mais incrível de J.K.Rowling veio à tona. Seu trem estava quatro horas atrasado, e foi durante este tempo que ela desenvolveu a história de Harry Potter, um menino órfão aparentemente comum, que aos 11 anos, descobre que é um bruxo. Joanne conta que passou todo o tempo da viagem apenas pensando em como a história se desenvolveria, pois não tinha nem caneta e nem papel para anotá-la.

Em dezembro de 1990, um triste acontecimento se abateu sobre Rowling. Sua mãe, portadora de esclerose múltipla, veio a falecer. Após o acontecimento, Joanne ficou muito abalada e resolveu passar um tempo vivendo na cidade do Porto, em Portugal, onde passou a ministrar aulas de inglês. Nessa época, ela elaborou seu plano inicial para a história de Harry Potter: seriam sete #Livros, que corresponderiam aos sete anos de Harry na Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts.

Em Portugal Joanne se casou e teve uma filha, Jéssica; porém seu casamento com o jornalista Jorge Arantes foi bastante conturbado, e eles se separaram quando Jéssica ainda era bebê. Joanne se mudou com Jéssica para Edimburgo, na Escócia, em 1994. Chegou a desenvolver depressão, pois não tinha perspectiva de carreira e nem dinheiro, já que dependia inteiramente do seguro-desemprego oferecido pelo governo britânico, mas estava determinada a terminar seu primeiro livro. Joanne cuidava da filha durante a maior parte do dia, e quando a menina dormia, colocava-a em um carrinho de bebê e sentava-se para escrever em um café próximo à seu apartamento. Foi neste café, que enfim, Rowling terminou de escrever o primeiro volume da série Harry Potter.

Rowling enviou o manuscrito a um agente literário, que enviou o texto de volta à Joanne com uma carta educada de recusa. A autora, no entanto, não desistiu e enviou o manuscrito a Christopher Little, agente literário que encaminhou a obra à editora Bloomsbury. A editora sugeriu que a escritora usasse suas iniciais em vez de seu nome, para evitar que os leitores meninos tivessem algum tipo de preconceito com um livro escrito por uma mulher. Joanne, então, pegou emprestada a letra ‘K’ do nome de sua avó favorita, Kathleen. E assim nascia J.K.Rowling.

A revista Forbes nomeou Rowling como a primeira pessoa a se tornar bilionária escrevendo livros. A autora, no entanto, doou tanto dinheiro à caridade que hoje já não faz mais parte da lista de bilionários da Forbes. Mesmo assim, Joanne ainda possui uma fortuna estimada em US$ 840 milhões, além de uma história inspiradora de superação.

Conheça as maiores teorias da conspiração envolvendo Harry Potter

1
Poster do filme ''Harry Potter e a Ordem da Fênix''. Seria Harry imortal, de acordo com a profecia?

Poster do filme ”Harry Potter e a Ordem da Fênix”. Seria Harry imortal, de acordo com a profecia?

 

Quem é Rita Skeeter? Harry é imortal? Conheça as principais teorias da conspiração feitas pelos fãs do bruxo na internet.

Debora Carvalho, no Blasting News

A história do bruxo #Harry Potter é hoje uma das principais referências em #Literatura fantástica no mundo todo. A autora J.K. Rowling conta que a história do menino bruxo nasceu em uma viagem de trem. Na ocasião, o trem de Rowling sofreu um atraso de cerca de 4 horas, e neste meio tempo, a autora, que não possuía papel nem caneta, teve que elaborar, em sua mente, todo o enredo da trama, sem fazer nenhuma anotação sequer.

Rowling diz que isso provavelmente foi bom, pois desta forma, ela pode desenvolver melhor cada peça da história. A partir daí, foram sete livros, adaptados para os cinemas em oito filmes.

A história possui não somente a trama central de Harry Potter, como diversas tramas secundárias de outros personagens. Rowling é extremamente detalhista e, por essa razão, cada trama de seus livros é muito bem amarrada. No entanto, surgiram muitas informações novas que Rowling frequentemente divulga em seu Twitter e no site Pottermore, como, por exemplo, #Curiosidades sobre as árvores genealógicas de personagens, novas escolas de magia ao redor do mundo, histórias pessoais de personagens e muito mais.

Tamanha complexidade e riqueza de detalhes fazem com que os fãs queiram frequentemente aprofundar-se mais na mente de Rowling, gerando algumas teorias curiosas – e muitas vezes mirabolantes – sobre a história do menino bruxo. Conheça algumas da principais teorias aqui:

Harry Potter é imortal

A profecia sobre Harry e Voldemort, feita por Sibila Trelawney e revelada no livro ”A Ordem da Fênix”, dizia claramente que um deveria morrer nas mãos do outro. Essa afirmação fez com que os fãs se questionassem se, uma vez que Voldemort estivesse morto, e Harry não pudesse ser morto por mais ninguém, Harry se tornaria então imortal.

J.K. Rowling é Rita Skeeter

Esta surgiu de uma declaração de J.K. Rowling que contava o destino da repórter abelhuda Rita Skeeter: ela foi expulsa do mundo mágico, pois era um animago ilegal e se utilizava disso para conseguir seus furos de reportagem. Então, para ganhar a vida, Rita teria começado a escrever sobre o mundo bruxo sob forma de histórias de fantasia para os trouxas, ou seja, as pessoas que não são bruxas. Portanto, Rita Skeeter seria nada mais, nada menos do que J.K. Rowling em pessoa.

Harry e Hermione são irmãos

Os pais de Hermione são trouxas, certo? Eles são constantemente citados nos livros. Porém, e se os pais de Hermione fossem, na verdade, pais adotivos? Uma das teorias mais populares – e controversas – sobre a saga sugere que Hermione é irmã de Harry, e que tem conhecimento deste fato, razão pela qual ela está sempre tentando proteger Harry e Ron, mesmo quando eles a colocam em encrencas. O sangue de Lilian correria também em Hermione, fazendo com que Harry estivesse seguro ao seu lado, como muitas vezes acontece no decorrer da saga, onde Hermione tem papel importante na resolução dos problemas de Harry.

Voldemort, Snape e Harry Potter e o Conto dos Três Irmãos

Revendo o Conto dos Três Irmãos: o primeiro morreu em busca de poder (Varinha das Varinhas), o segundo morreu para ir ao encontro de seu amor perdido (Pedra da Ressurreição) e o terceiro acolheu a morte como uma velha amiga (Capa da Invisibilidade). Voldemort morreu em busca do poder, Snape morreu em nome de seu amor por Lilian e Harry entregou-se a Voldemort, acolhendo a morte como uma velha amiga. Coincidência? Acho que não.

Dumbledore é Ron Weasley (Quê?)

Ambos são ruivos, gostam de doces e são descritos como sendo altos e tendo mãos grandes. Também tinham uma certa ambição pelo poder e pelo reconhecimento, e ambos perderam um irmão. Rony se sacrificou por Harry na partida de xadrez de bruxo em ”A Pedra Filosofal”, como Dumbledore também se sacrificou por Harry em ”O Enigma do Príncipe”. Essa teoria meio mirabolante diz que Dumbledore é Rony Weasley viajando no tempo.

Fãs de Harry Potter poderão visitar a Floresta Proibida em Londres

0
Simulação da nova área da Floresta Proibida no Warner Brothers Studios Tour, em Londres - Reprodução / Warner Brothers Studios

Simulação da nova área da Floresta Proibida no Warner Brothers Studios Tour, em Londres – Reprodução / Warner Brothers Studios

 

Área que será inaugurada em março no Warner Bros. Studios terá Bicuço em tamanho real

Publicado em O Globo

RIO – Cenário presente em todos os livros e filmes de Harry Potter, a Floresta Proibida será a nova atração do Warner Brothers Studios Tour, em Londres. A área será aberta oficialmente em 31 de março, mas os ingressos já estão sendo vendidos.

Os estúdios na capital britânica viraram grande atração turística graças aos cenários, maquetes e objetos usados nas gravações dos livros da saga e que levam os visitantes para dentro da história. A Forbidden Forest (em inglês) promete ser a mais imersiva das atrações do tour.

Para entrar na floresta, os visitantes precisarão de lanternas, já que o lugar deve ser realmente sombrio, como nos livros e filmes. Para dar um efeito mais realista, serão usadas as mesmas técnicas de cenografia e iluminação empregadas nos sete filmes.

O bosque terá 19 árvores, cada uma com 3,66 metros de diâmetro. Entre elas, estarão escondidas representações em tamanho real de alguns dos animais fantásticos mais famosos da série, como a aranha gigante Aragogue (e suas patas de 5,50 metros de comprimento) e o hipogrifo Bicuço (Buckbeak, em inglês).

Os visitantes – que, ao contrário dos estudantes de Hogwarts, terão permissão de entrar na floresta – também encontrarão por lá figurinos de personagens, como Hagrid.

A área The Forbidden Forest fará parte do tour completo pelo estúdio. Os ingressos custam 39 libras esterlinas para adultos, 31 libras para crianças de 5 a 15 anos, e 126 libras para uma família de dois adultos e duas crianças. Mais informações em wbstudiotour.co.uk.

Nova York ganha restaurante inspirado em Harry Potter

0

235457

Da decoração ao menu.

Laysa Zanetti, no Adoro Cinema

Todo fã de Harry Potter já sonhou em participar de um daqueles maravilhoso banquetes que aconteciam no Salão Principal de Hogwarts no início do ano letivo e em épocas festivas. Agora, algumas pessoas já têm a chance de chegar perto disso.

O restaurante “Pasta Wiz”, inaugurado recentemente em Nova York, é totalmente inspirado no universo criado por J.K. Rowling. A decoração do local é composta por candelabros, livros, mobília envelhecida e até as mesas rementem às do salão principal. Tem até um Chapéu Seletor! Veja abaixo.

543241

544179

939bfc0ac011017pastawizwilliamsburg-6-jpg-web_gallery

e7de31e71011017pastawizwilliamsburg-4-jpg-web_gallery

fa2ee2d39011017pastawizwilliamsburg-8-jpg-web_gallery

Será que ninguém pensou ainda em abrir uma franquia dessas no Brasil?

Go to Top