S.O.S Amor

Posts tagged lançamento

Concurso Cultural Literário (125)

33

youngsOs Youngs – Os irmãos que criaram o AC/DC

Jesse Fink (autoria), Marcelo Hauck (tradução)

Da Escócia para a Austrália. Das ruas e dos pequenos clubes para os estádios e os grandes festivais de rock ao redor do mundo. Com mais de 200 milhões de álbuns vendidos, o AC/DC não é apenas uma das maiores bandas de rock ainda na ativa.

É uma família e um grande império, construído pelos irmãos George, Malcolm e Angus Young. E é essa a história contada neste livro, que já foi publicado em quase vinte países, considerado uma das biografias recentes de músicos mais originais já escritas, e selecionado como o melhor livro do gênero pelo AllMusicBooks.com.

Ele conta a extraordinária trajetória por trás desse gigante comercial e musical, revelando alguns dos segredos de seus componentes, sua criatividade e personalidade, e a escalada empreendedora da banda até o topo.

Com informações extremamente recentes, reúne relatos de ex-membros do AC/DC e de músicos de bandas como Guns N’ Roses, Rose Tattoo e Dropkick Murphys, e mostra porque o AC/DC consegue manter o mesmo som e a mesma identidade por tantas décadas, entrelaçando a história da banda com a da cena musical que cresceu junto com ela, em um texto apaixonado e descontraído, feito de fã para fã.

***

Em parceria com a Gutenberg, vamos sortear 3 exemplares de “Os Youngs – Os irmãos que criaram o AC/DC“, livro de Jesse Fink.

Para concorrer, responda na área de comentários qual a sua música favorita do AC/DC.

Se participar via Facebook, por favor deixe seu e-mail de contato.

Para ficar sempre por dentro das novidades e promoções, sugerimos que curta as páginas dos envolvidos neste concurso cultural:

O resultado será divulgado dia 4/8 neste post.

#Divulgue  #Participe

 

ATENÇÃO PARA OS GANHADORES! 

Ralf Maxsuel de Souza

Thami Janes

Marina Costa

 

Parabéns!

Concurso Cultural Literário (122)

5

o livro do morO Livro do Amor – Indiretas para quem a gente ama

Ariane Freitas & Jessica Grecco

Tem gente que faz nosso coração bater mais forte. Que coloca um sorriso em nosso rosto. Que faz a gente acreditar no amor. É gente que combina com a gente em tudo, que torna nossos sonhos reais, que nos dá força e coragem pra viver a vida.

Para esse tipo de gente, há um jeito todo especial de dizer eu te amo: este livro cheio de mensagens de amor, feito com muito carinho, que você merece muito receber.

***

Neste mês dos namorados, vamos sortear 3 exemplares de “O livro do Amor“, lançamento superfofo da Gutenberg.

Para concorrer, crie na área de comentários uma indireta para alguém que vc ama  

Se participar via Facebook, por favor deixe seu e-mail de contato.

Para ficar sempre por dentro das novidades e promoções, sugerimos que curta as páginas dos envolvidos neste concurso cultural:

O resultado será divulgado dia 25/6 neste post.

Boa sorte! 🙂

 

ATENÇÃO PARA OS SORTEADOS!

 

“Indiretamente a gente se encontra com os olhares. Assim, os meus pousam nos seus.” – Keli Vasconcelos

 

“Gente que te dá apoio e carinho nos momentos difíceis.” – Andressa Ibiapina Andressa

 

“É a simplicidade dela que amo.
É a leveza dela que admiro.
É a doçura dela que busco.
É a presença dela que me satisfaz.
É o jeito dela que me seduz.”

Marcos Florentino

 

Parabéns!

Concurso Cultural Literário (123)

4

vida_prioridades_gUma vida com prioridades

Carlos Alberto Bezerra

Em Uma vida com prioridades – Lições que Deus me ensinou, Carlos Alberto Bezerra oferece orientações sólidas e sérias sobre questões práticas do cotidiano e que auxiliarão os leitores a redefinirem o foco de seu tempo e esforços.

Um manual seguro para que o homem moderno não se perca no caos do dia a dia, mas, sim, trafegue com confiança em sua caminhada diária, conhecendo as prioridades estabelecidas por Deus.

***

Em parceria com o Portal Comuna, vamos sortear 3 exemplares de “Uma vida com prioridades”, o novo livro de Carlos Alberto Bezerra.

Para concorrer, responda na área de comentários a pergunta abaixo. Use no máximo 4 linhas:

Liste as 5 prioridades de sua vida no momento atual.

Se participar via Facebook, por favor deixe seu e-mail de contato.

Para ficar sempre por dentro das novidades e promoções, sugerimos que curta as páginas dos envolvidos neste concurso cultural:

Comunidade da Graça

Livros só mudam pessoas

O resultado será divulgado dia 30/6 neste post.

 

ATENÇÃO PARA OS SORTEADOS! 

Sonia Trindade 

Laisa Carmo

Andreia Caroline 

 

Parabéns!

Fé, devoção e 40 horas de fila: a saga dos fiéis e do padre Marcelo Rossi no Recife

0

Capital pernambucana foi a 12ª cidade do roteiro de lançamentos de “Philia”, em evento com oito horas de duração

Lançamento do terceiro livro do Padre Marcelo Rossi durou quase oito horas. Foto: Brenda Alcâtara/DP/D.A Press

Lançamento do terceiro livro do Padre Marcelo Rossi durou quase oito horas. Foto: Brenda Alcâtara/DP/D.A Press

Luiza Maia, no Diário de Pernambuco

A primeira fã chegou às 6h do dia anterior, improvisou uma cama e fez refeições ali mesmo, em frente à Livraria Cultura do Paço Alfândega. O padre Marcelo Rossi estava acordado desde as 3h. Em tarde de tanta fé quanto esforço físico, o religioso recebeu cerca de 5 mil pessoas no lançamento no Recife, ontem, do livro Philia, sobre 14 males da alma.

“Deus permitiu que eu passasse por uma depressão. Eu podia ter escondido. Mas se eu escondesse, não é o meu jeito de ser. Eu mostei para as pessoas a verdade: eu passei por uma depressão, mas eu venci e agora posso ajudar as pessoas a vencer também”, contou o autor, sobre a doença. “Cheguei ao ponto de a vida perder o colorido para mim”, diz ele. Philia, o terceiro livro dele, é inspirado na depressão e anorexia que o fizeram perder 60 quilos.

“Comi uma misturada”, brincou o pedreiro José Lopes, o segundo a chegar, junto com a irmã, atrás somente de Dona Osana, 33, moradora de Surubim. Os dois cederam lugar à senhorinha falante de 82 anos conhecida como Maria Alegria, que chegou às 8h da segunda, de carona com um vizinho. “É um lugar a que a gente vem e só encontra gente boa, amigos”, comemora ela, já no terceiro encontro com Rossi – foi a 10ª da fila em 2011, durante a sessão de autógrafos de Ágape, e visitou duas vezes o Santuário Mãe de Deus, em São Paulo.

Durante a manhã, guarda-chuvas coloriam a fila, que se estendia pelas ruas vizinhas, no Bairro do Recife, e abrigavam os fiéis do calor típico da cidade. Ali, enquanto esperavam, compartilhavam lanches, pães e bolos trazidos de casa ou comprados das dezenas de ambulantes que deixaram outros pontos da cidade para seguir o padre.

Onde há gente, há pipoca, manda a lei dos vendedores itinerantes. E é por isso que o pipoqueiro Jorge Luiz dos Santos, 45, deixou a Rua Nova para aproveitar o movimento em frente à livraria. Apurou mais que o dobro de um dia comum e abriu a gavetinha de alumínio para mostrar a conquista. Os irmãos, Pio e Ana, colegas de profissão, também estavam nos arredores. Outro que comemorava era Gilberto Costa, 64, “pipoqueiro desde que se entende por gente”. Aproveitou para comprar uma maçã do amor, comercializada na barraca da frente.

A tarde de autógrafos começou com uma Ave-Maria. “Ao trabalho”, disse o padre, logo concluída a oração. O cansaço daquele homem tão alto e magro era visível – antes de chegar ao local, às 14h30, ele já havia caminhado 10,5 km na orla de Boa Viagem (por isso acordou às 3h) e concedido três entrevistas. Nas primeiras duas horas e meia de evento, deu quatro pequenas pausas, para descansar, tomar café e energético. Numa delas, conversou rapidamente com o Viver.

Após as 17h, as assinaturas à mão foram substituídas por carimbos e bênçãos, acompanhados por fotografias, que serão disponibilizadas no site https://www.flickr.com/photos/globolivros/. A dupla de voluntários do Santuário Laerte e Antônio (o pai do padre, de 73 anos) marcava cada livro. Às vezes, pilhas de 10 exemplares.

Recife foi a 12ª cidade de 70 destinos previstos na travessia de aproximação com os leitores. Com Ágape, 60 eventos ajudaram a catapultar o livro ao topo dos mais vendidos, com 10 milhões de unidades. A turnê de Kairós (que não passou dos 2 milhões) passou por apenas 20 locais. Philia já vai em 900 mil.

Sentados no auditório da Livraria Cultura, os fiéis davam sinais de esgotamento físico. Alguns levavam pequenas cadeiras dobráveis, sacolas com alimentos. Outros carregavam os filhos, sobrinhos, netos. Até bebês. “Quando a gente consegue tocar uma criança, consegue tudo”, acredita o padre.

O pequeno Lucas, de 5 anos, foi um dos responsáveis por fazer valer a pena todo aquele esforço, diz o padre. O garoto acompanha as missas, aos domingos, e acredita que a bênção do padre pode ajudar no tratamento da Doença de Perths, que compromete os movimentos da perna. Ele mora em João Alfredo, no Agreste pernambucano, e foi trazido pelos pais, os agricultores Lucicleide e Justino Manuel.

A médica Henny Barreto, 80, se locomovia com ajuda de um andador, depois de sofrer um acidente na BR-101, mas estava lá. A doméstica Amara Gouveia, 32, queria pedir oração para o marido, que bebe muito, e para a filha, cardiopata, de apenas três meses – mas já abençoada pelo padre Marcelo. Maria de Lourdes, 61, sofre depressão desde criança. “Estou em cada capítulo”, confessou, com os olhos marejados, logo após conseguir o autógrafo.

Outras histórias ficaram perdidas, mas denunciadas pelos olhares cheios de devoção e paixão de cada um. São narrativas de dificuldades e superações. Mas, acima de tudo, de esperança, vindas de pessoas simples, de várias cidades pernambucanas e estados vizinhos. As primeiras palavras eram sempre de gratidão. E a bênção retribuía.

Concurso Cultural Literário (121)

18

Os Dois Mundos de Astrid JonesOs Dois Mundos de Astrid Jones

A.S. King

Astrid Jones quer desesperadamente confiar em alguém, mas a agressividade de sua mãe e a falta de interesse de seu pai dizem a ela que eles são as últimas pessoas em quem ela pode confiar. Em vez disso, Astrid passa horas deitada na mesa de piquenique do quintal, olhando para cima e assistindo aviões voarem. Ela não conhece os passageiros que estão lá dentro, mas eles são as únicas pessoas que não vão julgá-la quando ela conta-lhes suas questões mais pessoais – como o que significa ela estar se apaixonando por uma garota.

Na medida em que seu relacionamento secreto torna-se mais intenso e seus amigos começam a exigir respostas, Astrid não tem para onde correr. Ela não pode compartilhar a verdade com ninguém, exceto as pessoas nos aviões, e eles nem sequer sabem que ela está lá. Mas mal sabe Astrid que até a mais mínima conexão afetará a vida desses estranhos – e sua própria – para melhor.

***

Vamos sortear 3 exemplares de “Os dois mundos de Astrid Jones“, lançamento da Gutenberg.

Para concorrer, responda à pergunta abaixo na área de comentários.

Se você pudesse compartilhar uma mensagem com os passageiros dos aviões que cortam o céu, qual seria?

Se participar via Facebook, por gentileza deixe seu e-mail de contato.

Para ficar sempre por dentro das novidades e promoções, sugerimos que curta as páginas dos envolvidos neste concurso cultural:

O resultado será divulgado dia 11/6 neste post.

 

ATENÇÃO PARA OS SORTEADOS:

 

Lavinia Sacramento: “Enquanto voa, permita-se sair do chão. Mas enquanto estiver no chão, permita-se também voar…”

Wander Almeida: “Permaneçam entre as nuvens, os pássaros, o vento. Não permitam que o pensamento aterrize!”

Luiz Cláudio Barbosa: “Incrível!Você aí em cima…aprendeu a voar como os pássaros, a nadar como os peixes mas não aprende a se amar como irmãos. Quando descer dê um abraço em seu semelhante.”

 

Parabéns!

Go to Top