Os Meninos Que Enganavam Nazistas

Posts tagged leitura infantil

O ambiente online e a leitura infantil: como usar a internet para estimular esse hábito nas crianças?

0

A-importância-de-contar-histórias-05

Publicado no Segs

Pesquisas e estudos ao redor do mundo já comprovaram que a leitura é fator fundamental para o desenvolvimento de uma criança. A prática é responsável por estimular a criatividade e aumentar o vocabulário e o contato com contextos e culturas diferentes, enriquecendo o repertório dos pequenos. Atualmente, a dúvida que surge em muitos pais e educadores é como utilizar a internet para incentivar esse hábito.

Muito se questiona sobre o uso da tecnologia na infância.De fato, se utilizada de forma inadequada, pode não trazer os benefícios esperados para o desenvolvimento infantil. Por outro lado, quando utilizada da maneira correta, a tecnologia abre um mundo de possibilidades pois disponibiliza, em apenas alguns cliques, milhares de obras e conteúdos interativos.

A participação dospais é fundamental nesse processo. São eles os responsáveis por guiar as crianças nesse mar de informações e mostrar a elas que, por meio da internet, é possível buscar diversos conteúdos interessantes. Os livros online estão disponíveis em múltiplas plataformas e formatos, como é o caso da Leiturinha, um clube de assinatura que entrega livros infantis selecionados por especialistas e também oferece uma biblioteca digital com mais de mil obras separadas por faixa etária.

Outros recursos que podem ser utilizados são os tablets, smartphones e dispositivos desenvolvidos especialmente para a leitura digital, como é o caso do Kindle, da Amazon. O manuseio desses equipamentos pode aguçar a curiosidade da criança por tecnologia, exercitar funções motoras e colaborar com seu desenvolvimento cognitivo, além de facilitar o acesso ao conhecimento. Mas um alerta: é essencial que os pais acompanhem de perto esse processo para evitar que os pequenos entrem em contato com conteúdos impróprios e inadequados.

Os educadores Daniel Cassany e Consuelo Allué defendem, em artigo para a Revista Pátio, que os dispositivos digitais complementam, nutrem e enriquecem a leitura, pois proporcionam uma experiência mais divertida e variada. Os autores acreditam que os recursos tecnológicos trazem diversas possibilidades didáticas. Embora não substituam a leitura de livros físicos, que vão continuar fazendo parte da rotina das crianças, esses recursos se transformam em fortes aliados da educação.

Algumas práticas simples podem estimular o gosto da criança pela leitura digital. Para colaborar com isso, os pais podem incentivar a procura por obras digitais, criar um ambiente específico para essa prática e deixar a criança convidar os amigos para participar desses momentos. Uma dica, caso o pequeno ainda não seja alfabetizado, é ler em voz alta as histórias e optar por livros com mais ilustrações.

Estudantes criam aplicativo que estimula leitura infantil

0
Com o telefone celular, é possível, ao apontar para o desenho no livro, ver as figuras em 3D, no formato realidade aumentada (foto: divulgação) Cópia autorizada mediante citação com link: http://oportaln10.com.br/estudantes-criam-aplicativo-que-estimula-leitura-infantil-40712/#ixzz3wTFUg9sU Under Creative Commons License: Attribution Follow us: @PortalN10 on Twitter | PortalN10 on Facebook

Com o telefone celular, é possível, ao apontar para o desenho no livro, ver as figuras em 3D, no formato realidade aumentada (foto: divulgação)

Publicado no Portal N10

Dois estudantes do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) desenvolveram um aplicativo para smartphone que usa a realidade aumentada em livros infantis. Paula Simão da Costa e Sidney Ferreira Coutinho, alunos do curso técnico em programação de jogos digitais do Centro Universitário Monte Serrat (Unimonte), em Santos (SP), criaram o projeto Aprender: Incentivo à Leitura no Processo de Alfabetização. A proposta é estimular a leitura e torná-la mais atrativa para as crianças,

Com uma câmera de telefone celular, a criança, ao apontar para o desenho no livro, consegue ver as figuras em 3D no formato de realidade aumentada, algumas até com animações. Também é possível ouvir o áudio da história e fazer pausas, quando necessário. “Estamos aprimorando o aplicativo para que ele fique cada vez melhor e com mais opções”, disse Paula.

Por se destacar como projeto inovador, o aplicativo concorreu ao concurso Projeto Neorama, iniciativa da prefeitura de Santos para incentivar o empreendedorismo. No evento, os alunos conquistaram o primeiro lugar ao concorrer com estudantes de 35 escolas técnicas. “Montamos um estande para fazer a apresentação do aplicativo ao nosso público-alvo, as crianças, que amaram a invenção”, disse Paula. “Os pais queriam até comprar o livro, mas ainda não está disponível.”

De acordo com a estudante, a próxima etapa do projeto é a do lançamento dos livros no mercado. “Gostaríamos de fazer parceria com alguma editora para que os livros possam ser comercializados”, afirmou.

Mais informações sobre o aplicativo podem ser conferidas no vídeo do Projeto Aprender.

Com informações do MEC

 

Go to Top