Marcelo Nova - o Galope do Tempo

Posts tagged livro

Mogli: O Menino Lobo 2 | Filme vai explorar mais elementos do livro original

0

Pedro Vieira, no Observatório do Cinema

A Disney está planejando uma sequência para Mogli: O Menino Lobo, sucesso de 2016 que venceu o Oscar de Efeitos Visuais em 2017. Agora, as primeiras informações do novo longa foram divulgada pelo roteirista Justin Marks, que trabalhou no primeiro filme.

“No segundo filme, a ideia é ir mais a fundo no livro de [Rudyard] Kipling [autor do livro que originou o filme], mas também ter alguma coisa do filme da Disney de 1967 também possa aparecer” explicou Marks em entrevista ao MovieWeb.

“Há tanta coisa de Kipling para adaptar. Eu só finalizei um rascunho” explicou o roteirista, que acredita que o próximo filme possa se aproximar ainda mais do final visto no longa de 1967 e no livro original de Rudyard Kipling.

Mogli: O Menino Lobo 2 ainda não tem dada de estreia confirmada.

O Touro Ferdinando: Conheça o livro e o curta-metragem que inspiraram a animação

0

O brasileiro Carlos Saldanha dirige filme sobre o doce e atrapalhado touro que não queria participar de touradas.

Vitória Pratini, no Adoro Cinema

Está em cartaz nos cinemas O Touro Ferdinando, nova animação do brasileiro Carlos Saldanha, responsável por sucessos como A Era do Gelo e Rio. Você sabia que o filme é baseado no livro infantil de 1936, “Ferdinando, o Touro”? E que essa mesma obra inspirou um curta-metragem que ganhou Oscar em 1938?

O livro original, escrito pelo autor americano Munro Leaf e ilustrado por Robert Lawson, traz uma temática pacifista que prega o respeito às diferenças. Por esse motivo, foi banido de países que viviam regimes fascistas como a Alemanha Nazista comandada por Adolf Hitler e a Espanha governada pelo ditador Francisco Franco.

A história gerou o curta-metragem Ferdinando, o Touro, desenvolvido pela Walt Disney Productions e lançado nos cinemas norte-americanos em 25 de novembro de 1938. O filme ganhou Oscar de Melhor Curta-Metragem de Animação, categoria na época chamada de “Curta-Metragem – Cartoons”.

O interessante é que o curta também consistia em uma série de homenagens à própria Disney. Quem faz a voz da mãe de Ferdinando, por exemplo, é o próprio Walt Disney, enquanto Ferdinando é dublado pelo animado Milt Kahl, responsável por personagens como Pinóquio, Alice, Peter Pan, Baloo e Robin Hood. A narração fica a cargo do ator Don Wilson.

Além das vozes, uma personagem do estúdio faz uma participação especial: Branca de Neve, cujo longa-metragem — o primeiro animado pela Disney — tinha sido lançado um ano antes. Ela aparece nas escadas, jogando flores para o toureiro.

Já o desfile de toureiros consiste em caricaturas de vários artistas do departamento de animação da Disney, como Bill Tytla (a cavalo), Fred Moore, Art Babbitt, Hamilton Luske e Jack Campbell. O próprio matador está supostamente inspirado em Walt Disney. Já o pequeno homem que vem carregando a espada do toureiro é Ward Kimball, o principal animador da cena.

Assista ao curta, em inglês:

A trama do novo filme da 20th Century Fox conta uma história similar, mas mais extensa: acompanha um doce touro chamado Ferdinando, que adora cheirar flores, seguir borboletas, sentar debaixo de uma árvore e leva a vida perfeita ao lado da menina Nina. Ao contrário dos touros da sua idade, que anseiam por lutar em touradas. Entretanto, ele é escolhido acidentalmente para ser levado a uma fazenda, e teme ser obrigado a participar das lutas nas arenas. Agora, ele precisa arranjar uma maneira de voltar para casa.

O Touro Ferdinando atualmente concorre a indicações ao Oscar 2018 nas categorias de Melhor Animação, Melhor Canção Original e Melhor Trilha Sonora. A produção também concorreu ao Globo de Ouro 2018.

Mais uma curiosidade, ou talvez coincidência, é que o curta original foi feito pela Walt Disney Productions. O filme dirigido por Saldanha é da 20th Century Fox. Considerando que recentemente a Fox foi comprada pela Disney, está tudo em casa, não é mesmo?

Assista ao trailer do novo filme:

Projeto social no subúrbio do Rio de Janeiro vira livro com histórias de superação e depoimentos de famosos

0

Wal com a Malu Mader no projeto No Palco da Vida (Foto Jorge Pualino B)

Úrsula Neves, no Cabine Cultural

Um sonho de menino que virou realidade e transforma centenas de vidas. Assim é o projeto No Palco da Vida, idealizado pelo ator Wal Schneider, que está completando dez anos.

Para comemorar o sucesso do projeto, Wal e sua equipe lançam o livro Um Palco e Muitas Vidas, 10 anos de histórias No Palco da Vida de Teresa Montero, no dia 16 de janeiro, na Livraria Argumento, no Leblon. Localizado em um casarão no bairro de Olaria, no Rio de Janeiro, o projeto já atendeu mais de 3000 alunos com aulas gratuitas de teatro, cinema, dança, música, literatura, palestras e acesso a uma biblioteca com mais de 6 mil livros e 8 mil DVDs.

Nascido na cidade de Tabuleiro do Norte, interior Ceará, José Valdemir da Silva Gomes se encantou pelas artes quando o circo chegou à sua cidade. Tinha apenas 7 anos. Aos 17 pegou carona em um caminhão de melões e com apenas R$ 25 no bolso, foi atrás do sonho de se tornar ator. No Rio de Janeiro lavou pratos, fez faxina, mas mesmo com muitas dificuldades, conseguiu ajuda para engrenar nos estudos. Formou-se ator, fez pós-graduação em direção teatral na conceituada CAL (Casa das Artes de Laranjeiras), adotou o sobrenome de um de seus benfeitores e tornou-se Wal Schneider.

“Em um determinado momento vi que o que eu tinha conseguido – ser ator – não podia parar ali. E agora? Agora eu precisava distribuir a arte, compartilhar com o máximo de pessoas. Não é apenas teatro, é contribuir para a formação do cidadão e do ser humano” – conta Wal, que deu aulas na UERJ e, em seguida ministrou uma oficina no Sesc de Ramos para a meninada do Complexo do Alemão. O interesse foi tanto que a mãe de uma aluna ofereceu o quintal de casa para Wal continuar ensinando sua arte. Tantos vieram que Wal precisou ampliar o espaço e alugou o casarão da Rua Uranos, em Olaria, Zona Norte do Rio, onde hoje funciona o projeto que atende crianças, adolescentes, adultos, a turma da melhor idade e alunos especiais.

Marcando esses dez anos de sucesso, o livro Um Palco e Muitas Vidas, 10 anos de histórias No Palco da Vida conta trajetória do projeto, que já recebeu vários prêmios, e traz depoimentos de artistas que apoiam e ajudam a causa, como Dira Paes, Malu Mader, Bianca Ramoneda, Bete Mendes, Ruth de Souza, Amir Haddad, dentre outros. Escrito por Teresa Montero, biógrafa da escritora, Clarice Lispector, com orelha por Sergio Fonta, quarta capa assinada por Elizabeth Jhin e Malu Mader, a obra já pode ser adquirirda nas livrarias Eldorado e Copabooks e online apenas pelo site da Livraria Eldorado. Toda a renda das vendas será revertida para a manutenção do projeto, inclusive o percentual da editora e da autora.

Prêmios recebidos pelo projeto No Palco da Vida

Prêmio AABB de Melhor Expressão Artística pelas peças Os Meninos da Rua Paulo e Memórias de Nossa Infância – 2011
Prêmio Extraordinários, na Categoria Superação do Jornal Extra (por voto popular) – 2015.
Prêmio João Canuto – Direitos Humanos – MHuD – 2015.
Prêmio Heloneida Studart de Cultura – ALERJ – 2017

Confira um vídeo promocional do projeto com a participação das atrizes Dira Paes e Malu Mader:

Professor entra nos mais vendidos da Amazon por coincidência com nome de obra sobre Trump

0

(Foto: AFP)

O livro sobre a Segunda Guerra Mundial coincide em nome com o relato de Michael Wolff sobre a Casa Branca. Obra havia sido publicada há dez anos

Publicado em O Povo

O professor Randall Hansen, diretor da Escola Munk de Assuntos Globais da Universidade de Toronto, teve uma boa surpresa. Seu livro “Fire and Fury: The Allied Bombing of Germany 1942-1945” (“Fogo e Fúria: O Bombardeio dos Aliados na Alemanha 1942-1945”, em tradução livre) entrou na lista dos 100 livros mais vendidos em três categorias do site da Amazon. O motivo para o alavancar das vendas mesmo após dez anos da publicação foi uma coincidência: a similaridade do título com “Fire and Fury: Inside the Trump White House” (“Fogo e Fúria: Dentro da Casa Branca de Trump”, em tradução livre), o relato de Michael Wolff sobre a Casa Branca e Donald Trump.

Mesmo com um subtítulo diferente e a capa com um gigantesco avião da Segunda Guerra Mundial lançando bombas, milhares de pessoas adquiriram o livro de Hansen desde a publicação do controverso relato de Wolff sobre o primeiro ano de Trump na presidência dos Estados Unidos.

“Vi que o meu livro, que surgiu há dez anos e esteve perdendo forças há tempo em termos de vendas, de repente estava em três das listas dos mais vendidos do Amazon. Não pude parar de rir”, disse o professor sobre a boa sorte.

“Fire and Fury: Inside the Trump White House” é fruto de uma apuração do jornalista Michael Wolff, que passou 18 meses rondando o entorno político de Donald Trump, da campanha eleitoral à chegada à Casa Branca. O presidente dos Estados Unidos chegou a tentar proibir a obra, que segue em primeiro lugar nos mais vendidos da Amazon.

Editora Boitempo vai publicar novo livro de Angela Davis

0

Angela Davis

Isabel Costa, no Leituras da Bel

A Boitempo vai publicar A liberdade é um desafio constante: Ferguson, Palestina e as bases para um movimento em 2018. O livro é o terceiro de Angela Davis no catálogo da editora, que já trouxe para o Brasil as obras Mulheres, raça e classes e Mulheres, cultura e política. São as primeiras traduções da obra de Angela Davis no País. Ela ficou famosa na década de 1970 após ser presa e ter a campanha Libertem Angela Davis feita em prol de sua libertação. As informações foram repassadas ao blog pela assessoria de imprensa da editora.

No dia 13 de janeiro, sábado, o Clube Leituras Feministas vai discutir a obra Mulheres, raça e classes. O encontro acontece na Livraria Cultura (avenida Dom Luís, 1010 – Meireles, Fortaleza), a partir das 19 horas, e tem entrada gratuita. Em fevereiro, será a vez do clube discutir Mulheres, cultura e política.

A data da publicação de A liberdade é um desafio constante: Ferguson, Palestina e as bases para um movimento ainda não foi anunciada pela editora.

Angela Davis

“Angela Davis é filósofa, professora emérita do departamento de estudos feministas da Universidade da Califórnia e ícone da luta pelos direitos civis. Foi membro do comitê nacional do Partido Comunista, codiretora da National Alliance Against Racist and Political Repression (Aliança Nacional contra o Racismo e a Repressão Política) e integrante dos conselhos de administração do National Political Congressof Black Women (Congresso Político Nacional de Mulheres Negras) e do National Black Women’s Health Project (Projeto Nacional de Saúde para Mulheres Negras)”, divulgou a editora.

“Foi presa na década de 1970 e ficou mundialmente conhecida pela mobilização da campanha “Libertem Angela Davis”. Foi candidata a vice-presidente da República em 1980 e 1984. Autora de vários livros, entre os quais Mulheres, raça e classe, sua obra é marcada por um pensamento que visa romper com as assimetrias sociais”, acrescenta o material de divulgação da Boitempo Editorial.

Go to Top