BKO WAVE SAÚDE

Posts tagged livros

Bar tem drinks inspirados em livros que levam até algodão doce

0

Drink Lolita leva tequila, Cointreau, xarope de açúcar, suco de limão, manjericão, xarope de canela e algodão doce. Fotos: Divulgação

Officina Restô Bar oferece uma lista de drinks que saíram das páginas de livros como Lolita, Dom Quixote e Anna Kariênina

Laura Beal Bordin, na Gazeta do Povo

A imaginação de quem lê pode levar para lugares que ninguém consegue explicar. Mas, já pensou em ver drinks que são “a cara” de diversas personagens da literatura internacional? O Officina Restô Bar tem uma lista de drinks que são inspirados em musas da literatura e levam os ingredientes mais diferentes – até mesmo algodão doce.

O bartender Zé Swaiger, o responsável pela criação dos coquetéis, conta que sempre foi ligado à arte e a literatura – muito antes de trabalhar como bartender – e resolveu unir as duas paixões na arte de fazer drinks. “Tento fazer isso dentro do bar, que sempre foi uma forma de reunir minha paixão pela literatura com o que eu faço agora”, explica.

A carta conta com pelo menos cinco personagens imortalizadas nas páginas dos livros que viraram drink – Lolita, de Vladimir Nabokov; Julieta, a romântica personagem de Shakespeare; Dulcineia, a musa inspiradora de Dom Quixote; Anita, inspirado na personagem real Anita Garibaldi; retratada no romance a Casa das Sete Mulheres e Anna Karenina, de Leon Tolstói.

Veja o que leva cada um dos drinks:



Para mergulhar o algodão doce – Lolita

De acordo com Swaiger, a adolescência da personagem Lolita inspirou esse drink, que leva um pedaço de algodão doce para mergulhar no coquetel. Ele leva tequila José Cuervo Silver, Cointreau, xarope de açúcar, suco de limão, manjericão, xarope de canela e algodão doce.

A romântica – Julieta

Apesar de ser uma tragédia, a personagem de Romeu e Julieta é considerada uma das mais românticas das homenageadas. Por isso, o drink vai em uma taça especial e leva até uma pétala de rosa. O coquetel leva gin Tanqueray, suco de limão, xarope de açúcar, espumante brut e caramelo de frutas vermelhas, produzido na própria casa.

A misteriosa – Dulcineia

O mistério da musa de Dom Quixote inspira esse drink, que leva até fumaça. “O espírito do homem sem lar que tem sempre um amor ideal dentro dele – e é por isso que o coquetel vem defumado envolto em fumaça, para criar uma áurea de místico”, disse Swaiger. O drink leva Whiskey Bulleit, licor Chambord, campari, purê de goiaba e xarope de açúcar.

O sabor da erva-mate – Anita

Inspirado em Anita Garibaldi, o drink é até servido em uma tradicional cuia de chimarrão e leva erva-mate, bebida tradicional do Rio Grande do Sul. “Eu queria valorizar a nossa história e a proximidade que nós temos com a personagem”, disse o bartender. O coquetel leva gin Amázzoni, suco de abacaxi com pepino e erva mate, xarope de açúcar.

Sabor soviético – Anna Kariênina

Uma das personagens mais emblemáticas da literatura mundial, Anna Kariênina, de Leon Tolstói, é homenageada neste drink, que tem uma representação feminina. O coquetel leva vodka, frutas vermelhas, abacaxi e licor de amêndoas – lembra muito o sabor tutti-frutti.

Beren e Lúthien chega ao país e livros de Tolkien serão relançados em 2019

0

Publicação faz parte do Projeto Tolkien da HarperCollins

Fábio de SouzaGomes, no Omelete

A HarperCollins vai lançar em novembro no Brasil Beren e Lúthien, livro ainda inédito em português. Além disso, a editora confirmou que em 2019 chegam às livrarias novas versões de clássicos de J.R.R. Tolkien como O Hobbit e O Senhor dos Anéis.

Além das obras máximas do autor, a editora também publicará O Silmarillion, Contos Inacabados e As Cartas de J.R.R. Tolkien. O projeto tem um conselho de tradutores semelhantes ao que é feito na tradução da Bíblia, já que as obras de Tolkien possuem um vocabulário próprio. O conselho é formado por Ronald Kyrmse, Reinaldo José Lopes, Gabriel Brum e Samuel Coto.

As publicações fazem parte do “Projeto Tolkien”, idealizado pela HarperCollins Brasil, que adquiriu os direitos de toda a obra do autor. Todos os títulos serão relançados pela editora com nova tradução

Nancy Drew | CW desenvolve série sobre livros de detetive adolescente

0

Bruno Tomé, no Observatório do Cinema

A CW será a terceira emissora em poucos anos que tentará adaptar a série de livros sobre Nancy Drew para TV. A informação é do Deadline.

Conforme a publicação, primeiro o canal deve desenvolver um piloto. Outro ponto é que a série se baseará nos livros como uma forma de pesquisa, e não como uma adaptação fiel da personagem. Na CW, Nancy Drew será uma jovem de 18 anos no seu último ano de escola.

A produção ficará por conta de Josh Schwartz e Stephanie Savage, de Runaways. Em 2015, um projeto similar foi iniciado, mas foi reprovado logo no piloto, que tinha Sarah Shahi como protagonista. Logo depois, a NBC tentou também produzir um seriado, que acabou não dando certo.

Apesar da informação inicial, detalhes sobre o elenco ou data de início da produção não foram divulgados.

A última aparição da personagem nas telas foi em Nancy Drew e o Mistério de Hollywood (2007), estrelado por Emma Roberts. Além da nova série, há também um filme em desenvolvimento que contará com Sophia Lillis, de It: A Coisa, como protagonista.

Começam as filmagens do drama da vida real Just Mercy

0

Fábio Hurtado, no NerdBreak

Just Mercy chega aos cinemas em 2020!

Começaram as filmagens do drama Just Mercy, da Warner Bros. Pictures, que é inspirado no premiado best-seller de não-ficção de Bryan Stevenson.

Sobre o filme

Uma poderosa e instigante história verídica, Just Mercy narra a trajetória do jovem advogado Bryan Stevenson (Jordan) e sua histórica batalha por justiça. Depois de se graduar em Harvard, Bryan poderia ter tido uma série de empregos lucrativos. Em vez disso, ele vai para o Alabama para defender aqueles injustamente condenados, contando com o apoio da advogada local Eva Ansley (Larson). Um de seus primeiros e mais incendiários caso, é o de Walter McMillian (Foxx), que em 1987 foi condenado à morte pelo assassinato de uma garota de 18 anos, apesar de uma série de evidências mostrarem a sua inocência e o fato notório que o único testemunho contra ele veio de um criminoso com motivo para mentir. Nos anos que se seguem, Bryan se envolve em um labirinto de manobras jurídicas e políticas, além do racismo evidente, enquanto luta por Walter e outros casos semelhantes, com as probabilidades — e o sistema — empilhadas contra eles.

Sobre o livro

Publicado em 2014 por Spiegel & Grau, o livro está há 118 semanas na lista de best-sellers do The New York Times, e foi nomeado um dos livros do ano por grandes publicações, como a revista Time. Com o livro, Bryan Stevenson ganhou a Medalha de Excelência Andrew Carnegie, um NAACP Image Award, o prêmio literário para não-ficção Dayton Literary.

Ficha Técnica

O premiado cineasta Destin Daniel Cretton (O Castelo de Vidro) é quem dirige a partir de um roteiro que co-escreveu com Andrew Lanham (O Castelo de Vidro), baseado no litro de Stevenson: Just Mercy: A Story of Justice and Redemption.

O filme é estrelado por Michael B. Jordan (Pantera Negra), vencedor do Oscar Jamie Foxx (Baby Driver) e Brie Larson (Capitã Marvel).

O elenco principal inclui também O’Shea Jackson Jr. (Straight Outta Compton: A História do N.W.A) como Anthony Ray Hinton, outro condenado à morte injustamente cujo a causa é retomada por Bryan; Rob Morgan (Mudbound – Lágrimas Sobre o Mississippi) como Herbert Richardson, que também está no corredor da morte aguardando seu destino; e Tim Blake Nelson (Wormwood) como Ralph Myers, cujo testemunho crucial contra Walter McMillian é colocado em questão.

Grande parte de Just Mercy está sendo filmado nos arredores de Atlanta, Georgia, com algumas cenas sendo gravadas em Montgomery, Alabama.

Just Mercy tem estreia prevista para 27 de fevereiro de 2020.

Mary E. Pearson, autora de The Kiss of Deception, lança outra série pela DarkSide Books

0

Victor Tadeu, no Desencaixados

Após o grande sucesso com a trilogia Crônicas de Amor & Ódio, foi anunciado pela DarkSide Books a próxima série em livros de Mary E. Pearson. Os leitores da autora retornarão ao universo criado por ela em seus primeiros livros publicado no Brasil, porém, agora vamos acompanhar a história de um reinado alguns anos depois do desfecho da trilogia.

Dinastia de Ladrões é a próxima série da escritora que a DarkSide Books está trazendo para o Brasil, seu primeiro livro está sendo publicado com o título Dance of Thieves pela casa editorial e conta a história do império Ballenger, justamente quando Jase torna o novo líder, onde todos se curvam diante da família real, que são totalmente fora da lei.

Só que, uma era surge movimentada por uma jovem rainha, que logo se torna alvo de ressentimentos e ira da dinastia. E Kazi, uma mulher que faz parte dos Rahtans, a guarda da rainha, e é enviada por ela para investigar transgressões e violações de tratados vigentes junto a Synové e Wren, outras duas soldadas da guarda real.

Durante a leitura do primeiro livro de Dinastia de Ladrões, os leitores irão reconhecer alguns nomes e personagens, enquanto acompanharão a jornada da guarda em uma batalha de poder entre Kazi e Jase pode lhes custar a vida — e seus corações. O livro ainda não tem previsão de lançamento.

Go to Top