Sua Segunda Vida Começa Quando Você Descobre Que Só Tem Uma

Posts tagged livros

Steven Knight, criador de Peaky Blinders, irá adaptar livros de Charles Dickens para a BBC

0

Christmas-Carol

Diretor Riddley Scott e ator Tom Hardy serão produtores executivos das adaptações.

Luis Gustavo, no Cinema com Rapadura

Os livros escritos pelo britânico Charles Dickens em breve ganharão uma nova versão para a televisão. Segundo o Deadline, a BBC irá adaptar várias das obras do autor, que serão comandadas por Steven Knight, criador das séries “Peaky Blinders” e “Taboo“.

A primeira obra a ser adaptada será “A Christmas Carol” (“Um Conto de Natal“), que será divida em três partes. A trama, que já foi adaptada diversas vezes para o cinema, como em “Os Fantasmas Contra Atacam”, estrelado por Bill Murray e “Os Fantasmas de Scrooge”, “multi-protagonizado” por Jim Carrey, acompanha o rico Ebenezer Scrooge, um homem avarento que abomina a época natalina. Numa véspera de Natal, Scrooge é visitado por três espíritos – o do Passado, Presente e o Futuro -, que o conduzem por uma jornada que transformará a vida do amargo homem e o fará repensar suas atitudes.

As produções terão como produtores executivos o diretor Riddley Scott (“Alien: Convenant“) e o ator Tom Hardy (“Dunkirk“). Ainda é incerto se Hardy, que trabalhou ao lado de Knight em “Peaky Blinders” e “Taboo“, irá atuar em alguma das adaptações. Outras informações sobre o elenco também não foram reveladas.

A adaptação de “A Christmas Carol” deve ser lançada no fim de 2019.

Harry Potter | Fãs criaram um curta mostrando a história de Tiago Potter e Snape

0

tiago-potter-396x222

Tayná Garcia, no Jovem Nerd

Com o fim da saga principal de livros e filmes, os fãs de Harry Potter sempre são gratos por algum material especial ou algo do tipo. E agora muitos deles podem ficar felizes porque alguns fãs tiveram a ideia de criar um curta mostrando o grupo de Tiago Potter, chamado Os Marotos, e sua relação com Severo Snape – e acredite, ficou incrível!

O curta, que você pode assistir logo acima, foi intitulado “Severus Snape and the Marauders” e começa primeiro mostrando Snape sozinho e depois corta para uma longa conversa de Tiago com seus amigos – Remo Lupin, Sirius Black e Pedro Pettigrew. Logo, ocorre a interação do grupo com o adolescente solitário e vemos um lado deles que provavelmente não queríamos que fosse verdade.

Com direito até a uma aparição de Lílian Potter, o vídeo impressiona com seus detalhes, boas atuações para apenas fãs e até efeitos convincentes dos feitiços – como desaparatar.

Aviso: assista até o final para um duelo épico e a aparição de um personagem que não deve ser nomeado!

Prova de literatura: por que você não pode abrir mão das leituras obrigatórias

0

0098

Estudar os movimentos literários ajuda na compreensão das obras

Publicado no G1

Se existe uma maneira de estudar para as provas de Literatura dos vestibulares, é devorar os livros que constam na lista de leituras obrigatórias das universidades. Divulgados geralmente de seis meses a um ano antes da data das provas de cada instituição, eles são fundamentais para a resolução das questões. Afinal, os enunciados giram em torno das obras. “É muito importante o candidato saber que, quando há leituras obrigatórias, a premissa é que ele leia”, lembra o coordenador de Português do Grupo Etapa, Heric Palos. “É preciso confirmar se o livro foi entendido”, acrescenta.

Isso não quer dizer que o estudante precise decorar o enredo da obra. Muito pelo contrário, perguntas específicas sobre os livros dificilmente são cobradas nos exames. O importante é compreender as relações da narrativa e, a partir delas, estabelecer argumentos para responder às questões. Em outras palavras, as questões cobram o entendimento da obra.

É por isso que a leitura de resumos é pouco eficiente nesse momento. Como ela traz uma síntese dos principais pontos da trama, não permite uma compreensão geral. “O resumo traz somente os pontos fundamentais na visão de quem o produziu, então é uma leitura enviesada, ou seja, não é suficiente. Mas é claro que é melhor ler o resumo do que não ter contato algum com a obra”, opina Palos.

O coordenador de Português do Grupo Etapa lembra que as listas de leitura costumam ser bastante canônicas, isto é, geralmente trazem indicações de livros clássicos, substituídos por títulos semelhantes a cada ano ou conforme as preferências da instituição. “Dificilmente as faculdades fogem muito do tradicional. Se tiram ‘Vidas Secas’, colocam ‘São Bernardo’, por exemplo. Se excluem ‘Memórias Póstumas de Brás Cubas’, trocam por ‘Dom Casmurro’. Vai mudar o enredo, mas a essência será a mesma. Com isso, é possível perceber dentro da lista o que a banca considera mais importante”, observa Palos.

E nas provas sem leituras obrigatórias?

Nos exames em que não são cobradas leituras obrigatórias (como o Enem, a Vunesp e a Unifesp, para citar os principais), as provas de Linguagens costumam trabalhar com textos variados e cobram do aluno o entendimento daquele texto apresentado. O modelo de questão costuma trazer uma espécie de guia de como o aluno deve ler aquela questão. Os enunciados não estão aí por acaso.

“O enunciado das perguntas orienta o candidato. Isso quebra aquela máxima de que a interpretação é um exercício de adivinhação. Se a questão pede a leitura de um texto por meio de um viés específico, ela limita a esse viés. Mesmo que haja divergências, o exame te guia. É por isso que é fundamental entender o que a questão está pedindo”, explica Palos.

História da literatura: preciso estudar?

Sabe todos aqueles movimentos literários que você estuda ao longo do Ensino Médio? Romantismo, Naturalismo, Realismo, Parnasianismo… eles entram na alçada da História da Literatura. Ela ajuda a fundamentar a leitura de obras importantes que pertencem a esses períodos literários. “Isso ajuda o aluno a ter uma visão mais ampla das obras, o que é importante para a resolução das questões”, observa Palos. Para ele, o mais importante para se dar bem na prova de Literatura é construir uma prática de leitura ao longo dos anos, além de exercitar a capacidade interpretativa em simulados e exercícios.

O Livro do Cemitério de Neil Gaiman, adaptado em HQ, chega ao Brasil

0

o-livro-do-cemiterio-hq-rocco-810x454

Gabriel Faria, no Torre de Vigilância

Bestseller do The New York Times e premiado com as medalhas Newberry (EUA) e Carnegie (Reino Unido), o romance O Livro do Cemitério, do cultuado escritor Neil Gaiman, ganha versão em quadrinhos adaptada por P. Craig Russell, parceiro de Gaiman em diversos livros, incluindo a versão em HQ de outro clássico do autor, Coraline. Esta adaptação chega ao Brasil em lançamento da Editora Rocco. Confira detalhes abaixo.

91iMMgm5M6L-810x1199

O livro é o primeiro de dois volumes que acompanham a trajetória de Ninguém Owens, ou Nin, um garoto como outro qualquer, exceto pelo fato de morar em um cemitério e ser criado por fantasmas. Cada capítulo nesta adaptação de Russell acompanha dois anos da vida do menino e é ilustrado por um artista diferente, apresentando uma variedade fascinante de estilos que dão ainda mais vida à atmosfera ao mesmo tempo afetuosa e sombria da história.

O livro original contém ilustrações de Dave McKean, outro parceiro de Gaiman há alguns anos. As páginas da adaptação em quadrinhos foram feitas por artistas que também trabalharam com Gaiman em séries de HQs como Sandman e Pequenos Perpétuos.

Assim como fez em Coraline e Os lobos dentro das paredes, Neil Gaiman neste livro cria um mundo fantástico e fascinante, enquanto Ninguém e seus companheiros de cemitério são personagens adoráveis e mesmo os mortos são cheios de vida e alegria como raramente se acha em outros livros.

Trailer de “Assassinato no Expresso do Oriente” faz referência ao meme “Nazaré confusa”

0

23913958

 

Filme baseado em livro de Agatha Christie estreia em 30 de novembro

Publicado no Diário Gaúcho

No filme Assassinato no Expresso do Oriente, que estreia no Brasil em 30 novembro, o detetive Hercule Poirot precisa descobrir quem é o responsável por um assassinato dentro de um trem. Todos os passageiros são suspeitos e o crime é um verdadeiro enigma que deixaria qualquer um perdido. Por isso, a 20th Century Fox, produtora do longa, pensou que não haveria maneira melhor de divulgá-lo do que contratar Renata Sorrah para fazer a “Nazaré confusa” no novo trailer do filme.

A atriz aparece no vídeo de divulgação dando um panorama geral da história: um trem, um assassinato e todos são suspeitos. É nessa hora que o nome dos personagens aparece como uma rede na tela e Renata faz a pose do famoso meme “Nazaré confusa”. Ela ainda olha para a tela e diz: “Aposto que foi a loira linda”.

Assassinato no Expresso do Oriente é baseado em um dos livros de Agatha Christie, uma das maiores escritoras de romance policial do mundo. Seu principal personagem é o detetive Hercule Poirot.

Go to Top