Obra aborda temas como namoro e independência emocional e financeira.
‘Mudou o jeito de me relacionar’, diz jovem seguidora.

img_8143

Publicado no G1

Um vídeo postado há um ano pela blogueira de Araxá, Taty Ferreira, resultou em um livro. O “Manual da Mulher Bem Resolvida” foi lançado nesse sábado (25) em diversas capitais, mas tudo começou na casa da mãe de Taty, no interior mineiro. Segundo ela, antes do canal de vídeos, que hoje tem mais de 700 mil seguidores, ela era colunista em um blog, e mesmo tendo começado com a escrita, ela contou que jamais imaginou escrever um livro através das vivências dela, sobre temas como namoro e independência emocional e financeira. Mas escreveu, e falou ao G1 o que espera com a obra.

A vlogueira disse que esta não é uma obra que vai transformar a vida das leitoras da noite para o dia. A ideia é oferecer um olhar leve e bem-humorado a respeito de dramas comuns a todas as mulheres. “Muita coisa vem das minhas vivências, de coisas que eu observo e escuto de amigos, familiares, mas muito material vem dos leitores. Diversas ideias que eu tiro são desenvolvidas a partir de algo que me contaram. Eu devo bastante aos leitores, principalmente agora, antes eu tinha que criar um tema e agora eu os tenho me enchendo de histórias o todo tempo”, contou.

Taty comentou que a proposta da obra chegou em 2014 e o difícil foi começar, porque depois que inicou, o livro foi escrito em apenas dois meses. “Eles me pediram uma quantidade de páginas e me deram um prazo, eu demorei bastante pra começar, mas quando sentei, escrevi metade das páginas que tinham me passado. Algumas semanas depois eu voltei escrever e acabei entregando mais do que eles queriam”, lembrou.

Vídeos
Para os vídeos, Taty disse que precisa apenas do tema e da câmera. “Gravo em casa e sozinha, faço todo processo, penso no tema, penso nas coisas que vou falar. Montei um cantinho e tem um cenário bonitinho, eu mesmo edito. É um processo é solitário e manual”, explicou.

E é com esta simplicidade que Taty vem mudando a vida de algumas pessoas. Dentre elas, a estudante Ana Gabriela Neves, de 22 anos, de Uberlândia.

Segundo a jovem, após seguir o canal de Taty Ferreira, passou a se posicionar melhor em relação às pessoas. “Mudou o jeito de me relacionar. Não é só pelo fato de pensar mais em mim, mas me colocar em primeiro lugar. Os vídeos são bem engraçados e também uma auto-ajuda. Antes eu tinha medo de falar o que eu achava, não tinha coragem de expor minha opinião, com ela eu deixei de ser assim, comecei a conversar mais abertamente com as pessoas”, comentou.

Ana Gabriela se identifica com várias postagens, mas tem uma que ela não se esquece. “Eu me lembro de um que fala das ‘Cinco Coisas Irritantes que as Mulheres Fazem’, é a mais pura verdade e concordo plenamente com ela. E digo mais, o blog dela não é só para mulheres, mas para os homens também. Ajuda as pessoas a se conhecerem e a deixarmos de ter medo ou vergonha do que a sociedade vai falar”, concluiu.