BKO WAVE SAÚDE

Posts tagged Oab

Biblioteca digital: OAB oferece mais de 150 livros sobre Direito para baixar de graça

0

biblioteca-digital

Publicado no Amo Direito

A biblioteca digital da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) disponibiliza diversas obras para download. A plataforma oferece mais 150 livros sobre Direito.

As obras foram assinadas por nomes importantes da instituição. “Cidadania da Mulher: Uma Questão de Justiça”, “Defesa da Democracia e da Ordem Constitucional”, “Processo Judicial Eletrônico”, “Novo Código de Processo Civil: Comparativo das Redações do Senado Federal e da Câmara dos Deputados”, são alguns dos títulos.

Clique aqui e confira.

Por Rafael Siqueira
Fonte: JusBrasil

Emoção! Mãe engraxate supera obstáculos e vê filho aprovado no exame da OAB

0

Engraxate

Publicado no Amo Direito

Desde os 6 anos de idade, Juliano da Silva Dias dizia que seria advogado. Hoje, aos 22, está prestes a obter o diploma de bacharel em Direito. Ainda estudante da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), já foi aprovado no Exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), com nota máxima – como estampa a faixa fixada no prédio onde mora, no bairro Rubem Berta, Zona Norte de Porto Alegre. Conquistas que ele atribui à mãe, Vera, única mulher engraxate da Praça da Alfândega.

“Não é um sonho individual, é o nosso sonho, a nossa realização, isso não é uma conquista minha, é uma conquista nossa, da nossa família como um todo”, diz Juliano.

Vera Regina Pereira da Silva, de 54 anos, estudou até a 8ª série do Ensino Fundamental e não teve a oportunidade de ir para a universidade. Por isso, a realização do sonho de Juliano também é a realização do sonho dela.

Há uma década, ela trabalha como engraxate na Praça da Alfândega, no Centro de Porto Alegre. Sempre que ela lustra um dos sapatos, lembra do filho.

“Aqui senta juiz, desembargador, ministro, deputado, e eles perguntam da minha vida. Eu falo, e às vezes pego conselho (…), e o Juliano sempre foi de escutar”, conta. Hoje, a mãe recebe os parabéns da clientela pelo filho.

“Representa muitas mães que vivem essa situação, e também têm essa vitória vendo seu filho chegar ao que ela imaginava em um determinado momento”, destaca Ricardo Breier, presidente da OAB.

“Esse é um exemplo de meritocracia, dificuldades financeiras e social, mas existe uma base familiar muito importante de princípios”, resume Breier.

Conseguir uma vaga em universidade particular só foi possível por causa de uma bolsa do ProUni. Mas ainda faltava dinheiro para outros gastos. Nada que os desanimasse.

“Nesse meio tempo, bateu a dificuldade, porque é terno, é sapato…”, lista a mãe. “Eu sempre dei um jeito, jamais coloquei a dificuldade como um marco que me impedisse de fazer algo, pelo contrário, eu sempre vi na dificuldade um obstáculo e um desafio a enfrentar a correr atrás. Então a dificuldade era uma motivação”, afirma o filho.

O bairro Rubem Berta, onde vive a família, é uma das regiões mais violentas de Porto Alegre. Outro obstáculo enfrentado por Juliano e pela mãe.

“Realmente, é uma região bem complicada. Desde pequeno eu sempre tive esse contato com amigos de boa e má índole, inclusive amigos que hoje, ou estão mortos, ou estão presos. Mas desde o início eu sempre tive uma criação e uma mãe bem general”, reconhece ele.

“Onde a gente mora, a gente sabe que tem crianças que não têm oportunidade, e às vezes o menino desiste no meio caminho de estudar porque a mãe tem dificuldade, o pai tem dificuldade, e ele tem que trabalhar e abandona os estudos”, completa Vera.

Faixa parabeniza Juliano pela aprovação no exame da OAB (Foto: Reprodução/RBS TV)

Faixa parabeniza Juliano pela aprovação no exame da OAB (Foto: Reprodução/RBS TV)

 

No meio do caminho, os dois ainda tiveram de enfrentar o preconceito. “Eu estava sentada na minha cadeira, tinha dois clientes nas minhas costas, e eu escutei quando um falou pro outro assim: ‘olha como tá o nosso Brasil, até filho de engraxate tá entrando na faculdade’. E uma outra seguidora disse na internet: ‘o seu filho tá recebendo as nossas migalhas pra fazer faculdade’”, conta a mãe.

“Esses comentários discriminatórios, eles realmente existem e me motivam mais ainda. Me fazem me empenhar mais e me dedicar mais, e mostrar pra essas pessoas o quão erradas elas estão quando proferem esse tipo de argumento. O filho da engraxate amanhã vai estar à disposição delas e de toda a sociedade para contribuir, para se dispor no que for preciso”, encerra Juliano, que se formará ainda neste semestre.

Por Natália Fruet
Fonte: G1

Veja 6 dicas fundamentais e indispensáveis ao estudar para a OAB ou outros concursos

0

Estudar

Publicado no Amo Direito

Apoio e planejamento na hora de estudar para qualquer concursos ou para a Prova da OAB nunca são demais. É preciso reunir todos os recursos disponíveis para alcançar uma grande conquista como estas, e é por isso que o blog Provas da OAB está disposto a compartilhar algumas dicas importantes com você.

Compilamos na lista abaixo os principais conselhos e ferramentas que você pode utilizar enquanto estiver estudando:

1. Descubra o seu jeito de aprender

Não existe fórmula mágica e universal, pois cada aluno aprende do seu próprio jeito. É preciso que você descubra quais métodos são mais adequados para você. Para descobrir isso, perceba em quais atividades você consegue se concentrar melhor e de que maneira fixa os conteúdos. Alguns alunos precisam escrever o que aprenderam para fixar, outros precisam falar em voz alta para revisar. Teste e descubra com clareza o que é melhor para você.

2. Não caia na tentação de estudar “quando der tempo”

Faça um cronograma. Pode até parecer óbvio para você, mas a maioria dos alunos não se organiza desta maneira e você se destacará muito com tal atitude. Quando você estabelece metas e objetivos de aprendizado tende a estudar com maior disciplina e também maior organização, portanto a consequência natural disso tudo é a obtenção de melhores resultados na prova. Da mesma forma, torna o estudo um assunto “sério”, digno de ser notado e não procrastinado.

3. Procure materiais complementares

Atualmente estão disponíveis para consulta on-line todas as provas anteriores da OAB, bem como uma enorme gama de materiais didáticos que podem te auxiliar nos estudos. Não ignore essa fonte de informação, pois como já falamos anteriormente, os recursos são escassos e é preciso aproveitar tudo o que está disponível gratuitamente na Internet ou mesmo por preços bastante acessíveis durante a sua caminhada.

4. Converse com professores e apoiadores

Não tenha vergonha de expor suas dúvidas para as pessoas que possam te ajudar, pois o conhecimento é subjetivo e não pode ser totalmente traduzido em materiais didáticos e livros. A prática de quem já trabalha na área é fundamental e existem algumas dicas que ninguém expõe abertamente em livros, somente em conversas informais. Por isso tudo, não tenha medo de perguntar. Esse hábito poupará muito do seu tempo, bem como fortalecerá seus relacionamentos e networking com profissionais já bem estabelecidos na área.

5. Trace uma estratégia de estudo

Estudar todo o conteúdo da prova de maneira assertiva é praticamente impossível com o tempo que dispomos, sendo que a maioria dos candidatos já trabalha e possui afazeres pessoais diversos. Por isso, é preciso definir o foco de estudo em algumas matérias principais. Sugestão: escolha 2 matérias em que você está se saindo abaixo do esperado e foque 60% do seu tempo de estudo nela. O restante do tempo divida igualmente entre as demais matérias que caem na prova.

6. Faça resumos!

Os resumos são uma importante ferramenta de estudo quando bem utilizados. O uso dele, no entanto, esta condicionado a algumas maneiras específicas de realiza-lo, tais como: trabalhe à exaustão com o uso de palavras-chave, não copie frases inteiras dos livros e faça-o com muita atenção para propiciar a fixação do conteúdo. O resumo deve ser consistente e curto, pois em caso contrário não ajudará você a lembrar o que escreveu nele.

E agora, você já se sente mais preparado para colocar a mão na massa e estudar bastante? Caso queira mais dicas, confira nosso post sobre técnicas de concentração para a prova.

O que achou das dicas? Já utiliza alguma? Contamos com o seu comentário logo abaixo para discutir esta questão!

Fonte: Provas da OAB

Veja 6 dicas fundamentais e indispensáveis ao estudar para a OAB ou outros concursos

0

Estudar

Publicado no Amo Direito

Apoio e planejamento na hora de estudar para qualquer concursos ou para a Prova da OAB nunca são demais. É preciso reunir todos os recursos disponíveis para alcançar uma grande conquista como estas, e é por isso que o blog Provas da OAB está disposto a compartilhar algumas dicas importantes com você.

Compilamos na lista abaixo os principais conselhos e ferramentas que você pode utilizar enquanto estiver estudando:

1. Descubra o seu jeito de aprender

Não existe fórmula mágica e universal, pois cada aluno aprende do seu próprio jeito. É preciso que você descubra quais métodos são mais adequados para você. Para descobrir isso, perceba em quais atividades você consegue se concentrar melhor e de que maneira fixa os conteúdos. Alguns alunos precisam escrever o que aprenderam para fixar, outros precisam falar em voz alta para revisar. Teste e descubra com clareza o que é melhor para você.

2. Não caia na tentação de estudar “quando der tempo”

Faça um cronograma. Pode até parecer óbvio para você, mas a maioria dos alunos não se organiza desta maneira e você se destacará muito com tal atitude. Quando você estabelece metas e objetivos de aprendizado tende a estudar com maior disciplina e também maior organização, portanto a consequência natural disso tudo é a obtenção de melhores resultados na prova. Da mesma forma, torna o estudo um assunto “sério”, digno de ser notado e não procrastinado.

3. Procure materiais complementares

Atualmente estão disponíveis para consulta on-line todas as provas anteriores da OAB, bem como uma enorme gama de materiais didáticos que podem te auxiliar nos estudos. Não ignore essa fonte de informação, pois como já falamos anteriormente, os recursos são escassos e é preciso aproveitar tudo o que está disponível gratuitamente na Internet ou mesmo por preços bastante acessíveis durante a sua caminhada.

4. Converse com professores e apoiadores

Não tenha vergonha de expor suas dúvidas para as pessoas que possam te ajudar, pois o conhecimento é subjetivo e não pode ser totalmente traduzido em materiais didáticos e livros. A prática de quem já trabalha na área é fundamental e existem algumas dicas que ninguém expõe abertamente em livros, somente em conversas informais. Por isso tudo, não tenha medo de perguntar. Esse hábito poupará muito do seu tempo, bem como fortalecerá seus relacionamentos e networking com profissionais já bem estabelecidos na área.

5. Trace uma estratégia de estudo

Estudar todo o conteúdo da prova de maneira assertiva é praticamente impossível com o tempo que dispomos, sendo que a maioria dos candidatos já trabalha e possui afazeres pessoais diversos. Por isso, é preciso definir o foco de estudo em algumas matérias principais. Sugestão: escolha 2 matérias em que você está se saindo abaixo do esperado e foque 60% do seu tempo de estudo nela. O restante do tempo divida igualmente entre as demais matérias que caem na prova.

6. Faça resumos!

Os resumos são uma importante ferramenta de estudo quando bem utilizados. O uso dele, no entanto, esta condicionado a algumas maneiras específicas de realiza-lo, tais como: trabalhe à exaustão com o uso de palavras-chave, não copie frases inteiras dos livros e faça-o com muita atenção para propiciar a fixação do conteúdo. O resumo deve ser consistente e curto, pois em caso contrário não ajudará você a lembrar o que escreveu nele.

E agora, você já se sente mais preparado para colocar a mão na massa e estudar bastante? Caso queira mais dicas, confira nosso post sobre técnicas de concentração para a prova.

O que achou das dicas? Já utiliza alguma? Contamos com o seu comentário logo abaixo para discutir esta questão!

Fonte: Provas da OAB

Estudante que tirou 10 na OAB dá dicas para mandar bem na prova

0

vicenzasousasantos1

Aproveitar todo o período em que esteve na faculdade evita o desespero no último ano

Publicado na Época Negócios

A estudante de direito Vicenza Sousa Santos é uma das aprovadas na XVII edição do exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Mais: a jovem de 24 anos tirou nota máxima na segunda fase da prova.

O dez alcançado no teste com apenas questões dissertativas é resultado de cinco anos de estudo. Ela é aluna da Universidade São Judas, em São Paulo, onde está matriculada com auxílio de bolsa da própria instituição e também com o apoio do governo, pelo Fundo de Financiamento Estudantil (FIES).

Vicenza estagiou durante a faculdade e, nos últimos seis meses, atua na área tributária — justamente a escolhida para o exame da Ordem. A área também é a que ela quer seguir na pós-graduação, que deve começar no próximo ano.

“Para a primeira fase [da OAB], que é só múltipla escolha, eu não estudei. Para a segunda, fiz um cursinho e foi suficiente.”

Confira as dicas de Vicenza para mandar bem na OAB:

Não tenha medo
“Eu acredito que se a pessoa estudou durante cinco anos, fez uma faculdade boa e gosta do que faz, ela não precisa ter medo. Se prepare e vá tranquilo para a prova.”

Não desista
“Se você não passar de primeira, porque a prova foi muito difícil, a segunda virá mais fácil e você irá conseguir. Estará ainda mais preparado.”

Tenha o cursinho como uma opção…
“Se possível, acho muito bom fazer um cursinho, porque eles acabam te direcionando e falando onde a OAB corrige com mais rigor, dão dicas e ajudam bastante.”

…ou estude em casa
“Dá para estudar em casa. Se já tiver experiência em alguma área, compre um livro voltado para essa área de prática processual e estude.”

Aproveite a faculdade
“Estude durante os cinco anos. Não adianta você não estudar durante esse tempo, que será difícil passar. São matérias que você já deveria saber, conceitos básicos.”

Desenvolva sua escrita
“Escrever é básico pra quem faz direito e muitas pessoas não sabem, não conseguem desenvolver uma escrita legal. Por ser dissertativa [a segunda fase], se você se atrapalha com a escrita, fica complicado.”

Go to Top