BKO WAVE SAÚDE

Posts tagged original

Príncipe Harry dá livro raro de R$ 41 mil para o sobrinho, o príncipe Louis

0

O pequeno ganhou um clássico da literatura infantil inglesa – Foto: Divulgação

Juliana Gomes, na Folha de Pernambuco

O príncipe Harry fez a linha tio fofo e fez questão de dar um presentão de batizado para o sobrinho mais novo, o príncipe Louis. Ele pagou £ 8 mil (R$ 41 mil) por uma primeira edição do clássico da literatura infantil inglesa, “Winnie-the-Pooh”, publicado pela primeira vez em 1926. Naquela época, apenas 30 mil cópias da obra chegaram às livrarias de todo o mundo. E da leva original, as que restaram são consideradas relíquias.

Winnie-the-Pooh – Crédito: Divulgação

Peter Harrington foi o responsável pela venda. Ele é especializado em livros raros e tem um ateliê no Kensignton, bairro nobre da capital inglesa. Em algumas entrevistas, Harry já disse que uma das melhores memórias que tem da infância são as historinhas que ele ouvia da mãe, princesa Diana, antes de dormir.

Segundo o “The Sun”, o príncipe Harry considerou comprar a primeira edição original de “Aline Através do Espelho”, de Lewis Carroll, mas acabou desistindo. Mas não foi por causa do preço – o triplo do que ele acabou levando –, mas por considerar que as aventuras do ursinho eram mais cativantes para o pequeno.

Cemitério Maldito pode ser a adaptação mais apavorante dos livros de Stephen King

0

Karoline Póss, no Cinema 10

Publicado por Stephen King em 1983, o romance de terror Cemitério Maldito já foi convertido aos cinemas em 1989 e está sendo atualmente trabalhado para receber uma nova adaptação cinematográfica que deve estrear em abril de 2019.

A equipe responsável pela produção do filme acredita que este será um dos mais assustadores filmes já adaptados de livros de Stephen King, considerado como o mestre do terror, uma vez que esta obra é a mais apavorante de suas produções literárias, com o filme prometendo ser fiel ao arquivo original.

Com roteiro de Jeff Buhler, direção de Dennis Widmyer e Kevin Kolsch, o filme deve começar a ser gravado na segunda metade do ano, em Montreal. Ansiosos?

Enquanto Cemitério Maldito não estreia, conheça outros filmes de terror em nossa seção especial.

7 razões para ler “Extraordinário”, mesmo se você já assistiu ao filme

0

Raul Felipe Sennger, no Burn Book

É inegável. As sessões de Extraordinário seguem abarrotadas. No Brasil, por exemplo, o filme já soma mais 37 milhões de espectadores. A adaptação baseada na obra de R.J. Palacio está liderando as bilheterias nacionais! Mas nem todo mundo que foi ao cinema testemunhar o drama do pequeno Auggie Pullman na telona, leu o livro.

Se você faz parte do grupo que pulou a leitura, por favor, nada de desculpas! Ainda há razões, mais precisamente sete, para você, depois de ter umedecido a pipoca, encharcar o papel.

1 – A paixão de Auggie por Star Wars é maior no livro.

2 – Entender que Izabela Vidovic nasceu para interpretar Olivia Pullman, a nossa Via.

3 – Auggie não usa o famoso capacete rumo ao primeiro dia de aula, o que deixa o momento ainda mais desafiador para ele e para o leitor.

4 – O refeitório da escola é mais acolhedor. Ou não! E Summer é ainda mais linda e radiante. E Jack Will, bem, é o Jack, né?

5 – FOLHEAR os preceitos do Sr. Broune nos dá uma sensação de otimismo e coragem fora do comum.

6 – O capítulo narrado por Via te fará chorar com certeza!

7 – Conhecer Auggie Pullman através de sua história original, não fazendo nenhuma referência ao título da obra, é Extraordinário!

É inegável, repito! EXTRAORDINÁRIO virou o mais recente e legítimo clássico moderno.

The Umbrella Academy | Gerard Way e Gabriel Bá aparecem reunidos no set da adaptação da Netflix

0

 

Roteirista e ilustrador da graphic novel original acompanha gravação do seriado

Arthur Eloi, no Omelete

A adaptação televisiva de The Umbrella Academy teve uma nova foto de bastidores publicada que mostra Gerard Way e o brasileiro Gabriel Bá, roteirista e ilustrador respectivos da graphic novel original, no set do seriado – veja abaixo:

Produção live-action da Netflix acompanhará uma família disfuncional de super-heróis que tentará resolver a misteriosa morte do seu pai, assim como lidar com suas diferentes personalidades.

Ellen Page interpretará Vanya, a filha adotada de Reginald Hargreeves que, entre os irmãos, é a única sem poderes especiais – leia mais. Tom Hopper (Game of Thrones) interpretará Spaceboy, David Castañeda será o Kraken, Emmy Raver-Lampman será Rumor, Robert Sheehan será Seance e Aidan Gallagher será o Número 5.

O piloto da série foi redigido por Jeremy Slater.

Vale a pena assistir ‘Voldemort: A Origem do Herdeiro’, filme feito por fãs?

0

O italiano Stefano Rossi interpreta Tom Riddle, o Lorde Voldemort
Foto: Divulgação

 

Produção que explora a saga britânica “Harry Potter” já se tornou o vídeo mais visto do YouTube

Juliana Costa, na Folha de Pernambuco

Quando o trailer de “Voldemort: A Origem do Herdeiro” se tornou viral na Internet, fãs da renomada série de livros e filmes “Harry Potter” recebiam de bom grado mais um meio de explorar a franquia. Histórias derivadas do material original escrito pela britânica J.K. Rowling são comuns, assim como de outras obras populares: as chamadas fanfics, literatura amadora criada por fãs que expande o universo oficial, é um fenômeno em expansão por todo o mundo. Não é muito comum que produções feitas por fãs embarquem no mundo do audiovisual, visto que questões como direitos autorais são complicadas de contornar — os personagens e a franquia em si pertence, afinal, à Warner Bros, responsável pela adaptação cinematográfica, e à própria autora.

Nesse cenário, o trailer do filme independente foi recebido com alegria, mas também com receio. Eram poucos os que acreditavam que a produção iria para frente. Tudo mudou quando a própria Warner autorizou a elaboração do média-metragem (no total, possui 52 minutos de duração), contanto que não houvesse lucro comercial envolvido na produção (o dinheiro do projeto foi arrecadado via doações de fãs da saga).

Pois bem, depois da espera, eis que estreia “Voldemort: A Origem do Herdeiro”, filme escrito, dirigido e editado pelo italiano Gianmaria Pezzato. A produção está disponível gratuitamente na plataforma digital YouTube e possui legendas em diversos idiomas, incluindo Português (para ativá-las, basta clicar em “CC”, depois “Configurações” e “Legendas”).

A trama, que serve como um adendo ao universo de “Harry Potter”, explora o passado do Lorde das Trevas (Stefano Rossi, mais novo, e Davide Ellena, mais velho) durante sua passagem pela Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts e pouco após a conclusão dos seus estudos, quando ainda aceitava se chamar Tom Riddle. Através do relato de Grisha McLaggen (Maddalena Orcali), herdeira de Godric Gryffindor e personagem fanmade que não existe na história original, o filme apresenta outros personagens herdeiros dos fundadores das Casas de Hogwarts e caminha pela jornada de Voldemort em busca dos objetos que virariam suas Horcruxes, que abrigam um pedaço de sua alma e que, na série de livros original, o bruxinho Harry Potter toma conhecimento no sexto livro, partindo, então, em busca delas.

Levando em consideração que a produção do filme é totalmente independente, o resultado pode ser considerado suficientemente bom. O que mais deixa a desejar são os diálogos, que soam estranhos tanto pela atuação, que algumas vezes não é das melhores, quanto por serem um pouco fracos, como se lhes faltasse conteúdo. Não ajuda, também, que sejam dublados em inglês, quando a produção poderia ter simplesmente adotado o italiano como língua falada.

A trama em si não é forte, ficando a sensação de que o passado do vilão não foi suficientemente explorado e que a história se manteve nas partes já citadas no universo canônico dos livros. É importante lembrar, também, de se tratar de uma obra feita por fãs para fãs, não precisando ser perfeita (é impossível, no fim das contas, que se replique a maestria de J.K. Rowling ao criar toda a mitologia bruxa). Vale a pena, no entanto, assistir o filme pelas referências à obra original. Afinal, para os fãs, explorar o tão amado universo bruxo nunca é demais.

Cotação: Regular

Os descendentes dos membros fundadores das Casas de Hogwarts fazem parte do filme. Da esquerda para direita: Tom Riddle (Stefano Rossi), Lazarus Smith (Andrea Bonfanti), Wiglaf Sigurdsson (Andrea Deanesi) e Grisha MacLaggen (Maddalena Orcali).

Go to Top