Posts tagged vida profissional

5 livros que todo mundo deve ler em 2018, segundo professores de Harvard

0

5 livros que todo mundo deve ler em 2018, segundo professores de Harvard – InfoMoney

Se você não sabe qual será seu próximo livro, indicações de professores de Harvard pode ser uma boa

Publicado no InfoMoney

SÃO PAULO – A leitura  é um método simples para adquirir mais conhecimento e pode fazer toda diferença na sua vida profissional e pessoal. Se você não sabe qual será seu próximo livro, indicações de professores de Harvard pode ser uma boa.

O Business Insider pediu a 5 professores de Harvard que compartilhassem um livro que eles pensam que todos os alunos deveriam ler em 2018. Entre os professores estão ganhadores do prêmio Nobel, cientistas, economistas e vencedores do Prêmio Pulitzer.

Os livros que escolheram foram tão diversos quanto os antecedentes profissionais. Confira os 5 livros livros selecionados:

“Anna Karenina”, de Liev Tolstoi

A professora de história econômica Cáudia Goldin indica o livro “Anna Karenina”, de Tosltoi. “Eu recomendo este livro esse ano porque não há uma narrativa melhor sobre como as mulheres são ignoradas, oprimidas e têm baixo respaldo jurídico. As mulheres carregam a sociedade e oferecem a salvação – mesmo que os padres levem todos os créditos”, diz. Ela firma que o romance é tão relevante hoje como foi quando lançado em 1877. “Em paralelo à narrativa principal, também oferece um aprendizado sobre mudanças técnicas na agricultura e como foi incentivar agricultores a adotar essas mudanças”, disse Claudia.

“Teoria dos Sentimentos Morais”, Adam Smith 

Outro livro indicado foi a Teoria dos Sentimentos Morais, de Adam Smith. Quem recomendou foi o professor de economia Eric Maskin, ganhador do Nobel em 2007. “Todo estudante de economia conhece o livro Riqueza das Nações, mas antes dele, lembre-se do Teoria dos Sentimentos Morais. Esta obra apresenta uma visão sobre uma natureza humana de forma muito mais rica e detalhada que seu sucessor”.

“The Internationalist”, de Oona Hathaway e Scott Shapiro

Este livro, indicado pelo professor de psicologia da universidade Steve Pinlker, faz uma análise dos fatores que envolveram a criação o Pacto de Paris, tratado internacional que “renunciava a guerra como instrumento de política nacional” assinado em 1928. The Internactionalist (O Intercionalista, em tradução livre) foi publicado em 2017. “O livro apresenta uma visão panorâmica da cena internacional e alguns aspectos da análise são úteis para desenvolvimentos atuais e recentes da história”, afirma Pinker.

“Just Mercy”, de Bryan Stevenson 

Já o professor de literatura inglesa Stephen Greenblatt, vencedor do Pulitzer (com a obra The Swerve: How the World Became Modern), recomenda esta obra, que foi lançada em 2014. A história narra a vida de um jovem advogado que luta por aquilo que acredita ser a “verdadeira justiça”.

“Robot-Proof: Higher Education in the Age of Artificial Intelligence”, de Joseph Aoun

Há sugestões em diversas áreas do conhecimento. O professor de química orgância e vencedor do Nobel em 1990 EJ Corey indica o livro lançado em 2017 Robot-Proof: Higher Education in the Age of Artificial Intelligence (“À prova de robô: educação em temos de inteligência artificial”, em tradução livre). Ele conta que a obra perpassa o impacto da inteligência artificial nos negócios e na sociedade e as trannsformações que serão necessárias na educação superior a partir disso.

Os melhores livros de 2017 para revolucionar sua carreira em 2018

0
Livros (MaskaRad/Thinkstock)

Livros (MaskaRad/Thinkstock)

Se você adora ler e pretende dar um impulso na sua vida profissional no ano que vem, esta lista é para você

Claudia Gasparini, na Exame

São Paulo — Além de trazer mudanças profundas para o mercado de trabalho, o ano de 2017 foi marcado por bons lançamentos editoriais sobre produtividade, gestão de pessoas e outros assuntos ligados ao universo da carreira.

A pedido do site EXAME, a coach Marie-Josette Brauer, fundadora do Innovation Coaching Center, fez uma seleção dos melhores livros sobre o assunto lançados em 2017. A lista é eclética: vai da obra de um filósofo norueguês sobre o papel do silêncio para a vida moderna até um guia de liderança para millennials.

O que eles têm em comum? A promessa de inspirar a sua vida profissional em 2018 a partir de novas perspectivas sobre o significado do sucesso.

Alguns títulos já estavam disponíveis nas livrarias em seus idiomas originais, mas foram traduzidos para o português apenas neste ano. Confira a seguir as indicações e boa leitura:

“Primeiro o mais importante”

Autor: Stephen R. Covey
Editora: Sextante
Resumo: A partir de exercícios práticos, o livro ensina o leitor a reconhecer sua missão, definir metas para ter mais qualidade de vida, aperfeiçoar sua tomada de decisão e aumentar a produtividade na rotina.
Como pode inspirar a sua carreira em 2018: “O autor faz pensar sobre como dar prioridade às prioridades, distinguir o que o urgente do que é importante, dando preferência ao que é importante”, diz a coach Marie-Josette Brauer, fundadora do Innovation Coaching Center.

“O livro das pequenas revoluções”

Autora: Elsa Punset
Editora: Academia
Resumo: O livro oferece pequenos treinamentos para superar a timidez, a angústia, a solidão e outras fontes de sofrimento na vida profissional e pessoal. As “pequenas revoluções” do título fazem referência à conquista de novas formas de lidar com emoções negativas na rotina.
Como pode inspirar a sua carreira em 2018: De acordo com Brauer, o livro pode ser visto como uma pequena caixa de ferramentas cheia de recursos para evitar incômodos que atrapalham o seu sucesso profissional. A partir de rituais que ajudam a dominar pensamentos, emoções e gestos cotidianos, a autora mostra como pequenas ações podem desencadear grandes mudanças.

“Tempo, talento, energia”

Autores: Michael Mankins e Eric Garton
Editora: Figurati
Resumo: Escrito por dois consultores da Bain & Company, o livro ensina a otimizar o tempo de trabalho da sua equipe, explorar os talentos de cada indivúduo e manter a energia do time sempre constante.

Como pode inspirar a sua carreira em 2018: Por meio de exemplos práticos, a obra serve como guia para líderes que desejam extrair o melhor de suas equipes no ano que vem. A principal lição do livro — a de que a gestão do capital humano precisa ser disciplinada — pode ser um ponto de partida para repensar a relação com o seus liderados em 2018.

“Silêncio”

Autor: Erling Kagge
Editora: Objetiva
Resumo: O excesso de ruídos, informações e estímulos está empobrecendo nossa vida interior. A partir dessa premissa, o autor norueguês fala sobre a importância de cultivar o silêncio e o autoconhecimento.

Como pode inspirar a sua carreira em 2018:“É impressionante a necessidade que temos do silêncio em um cotidiano tão barulhento”, afirma a coach Marie-Josette Brauer. Segundo ela, o livro tem a capacidade de fazer o leitor enxergar sua vida pessoal e profissional com mais clareza, sensibilidade e perspectiva.

“O novo líder”

Autora: Lindsey Pollak
Editora: Cultrix
Resumo: Escrito por uma especialista na vida profissional da geração Y, o livro apresenta um guia de liderança para millennials, com testes, aplicativos e sites que ajudam os jovens profissionais na rotina. Por outro lado, também ajuda quem já tem cabelos brancos a entender melhor seus colegas mais novos.
Como pode inspirar a sua carreira em 2018: Segundo Brauer, o livro é uma ótima fonte de ideias para criar o seu próprio estilo de liderança, independentemente da sua idade. Além disso, o leitor é convidado a refletir sobre diversas formas de se comunicar de forma eficaz com clientes, chefes, subordinados e clientes de qualquer geração.

“Cultura de excelência”

Autor: David Cohen
Editora: Primeira Pessoa
Resumo: O livro conta a trajetória da Fundação Estudar, que divulga os valores de Jorge Paulo Lemann, Marcel Telles e Beto Sicupira. A Fundação já contabiliza 617 ex-bolsistas, 25 mil jovens beneficiados por cursos e 15 milhões de pessoas alcançadas pelos seus canais na internet. A obra aborda os valores, métodos e princípios da instituição, além de acompanhar as histórias de jovens que tiveram sua vida transformada pelo contato com a iniciativa.
Como pode inspirar a sua carreira em 2018: O livro conta histórias de superação, meritocracia e, claro, muito sucesso. A inspiração advinda desses exemplos é ainda mais potente por vir de personagens brasileiros.

“1 kg de cultura geral”

Autores: Florence Braunstein e Jean-François Pépin
Editora: Blucher
Resumo: Em mais de 1300 páginas, os autores deste livro colossal apresentam temas como o Big Bang, o helenismo, a arte merovíngia, Maria Antonieta, Simone de Beauvoir e diversos outros assuntos da pré-história à época contemporânea.
Como pode inspirar a sua carreira em 2018: “O livro ajuda a pensar sobre a complexidade do nosso mundo com mais liberdade, notar os preconceitos e compreender a origem das ideias que estão na moda”, diz Brauer. “Embora não fale exatamente sobre carreira, é uma obra essencial para o sucesso sob todos os pontos de vista”.

“Dinheiro – Domine esse jogo”

Autor: Tony Robbins
Editora: Best Seller
Resumo: A partir de fundamentos de PNL (Programação Neurolinguística), o famoso coach Tony Robbins mostra ferramentas acessíveis para organizar as suas finanças pessoais e conquistar independência e estabilidade.
Como pode inspirar a sua carreira em 2018: O sucesso profissional e o êxito financeiro nem sempre caminham de mãos dadas, mas a estabilidade material é um projeto perfeitamente viável. “O livro é um excelente investimento, porque o autor nos oferece os segredos para chegar à verdadeira liberdade do ponto de vista material”, resume Brauer.

Vendendo amendoim, ambulante muda de vida e ganha bolsa para cursar direito

0

jh

Jhone Vicente dos Santos, 29, vende amendoim em avenida de Maceió e ganhou uma bolsa para cursar a faculdade de direito

Carlos Madeiro, no UOL

Quando Jhone Vicente dos Santos deixou a cidade de Palmeira dos Índios, no semiárido alagoano, para morar em Maceió após problemas familiares, em 2008, foi em busca de refazer a história marcada por problemas na juventude.

Hoje vendedor de amendoim na avenida Fernandes Lima –a principal de Maceió–, o rapaz de 29 anos conseguiu bancar com seu trabalho de ambulante todo o curso superior da mulher em Recursos Humanos. A ideia era que ela, depois de formada, arrumasse um emprego, trabalhasse e sustentasse então o sonho do marido: fazer faculdade de direito.

Uma gravidez, porém, mudou os planos da família. Leyla engravidou e deu à luz, há quatro meses, ao segundo filho do casal.

“Com o filho, ela não ia poder trabalhar. E também queria que ela curtisse mais a criança. Quando completasse seis meses de vida, é que pensaria em distribuir currículos dela por aí”, conta.

Mas a vida pregou uma peça em Jhone, que vai antecipar o sonho. No dia 10 de julho, ele teve sua história publicada em uma página do Facebook chamada “Humans of Maceió”. A postagem fez tanto sucesso –com mais de 5 mil curtidas e 500 compartilhamentos–, que ele recebeu uma bolsa integral de uma faculdade privada de Maceió.

Se fizesse o vestibular e fosse aprovado, ele teria os estudos totalmente bancados. E Jhone conseguiu. O resultado saiu nesta quarta, e o curso começa no dia 7 de agosto.

Conhecido na engarrafada avenida maceioense, Jhone conta que ficou ainda mais famoso após a publicação. “Depois disso, as pessoas param aqui, me parabenizam pela história”, relata o jovem, que admite ter pouca intimidade com as redes sociais. “Não sou muito de mexer.”

Como a mulher vai seguir em casa com o bebê, ele já planeja conciliar os estudos com a venda de amendoim. “É com ele que sustento minha família, não tem como parar”, diz.

jhone-vicente-dos-santos-29-vende-amendoim-em-maceio-e-ganhou-uma-bolsa-para-cursar-a-faculdade-de-direito-1500515895194_615x300

Carlos Madeiro/UOL

“Direito é uma carreira que me encanta porque faz a ligação entre a justiça e o povo. E minha vontade é essa: fazer essa ligação”

Juventude difícil

O interesse de Jhone em se formar é bem diferente da época de adolescência. Aos 18 anos, quando cursava o 1º ano do ensino médio, ele decidiu parar de estudar.

“Na verdade, parei mesmo por questão da juventude, nada de droga ou crime. Achava que o tempo não iria passar. Na época queria saber mais de festa, de jogar bola, não queria muita coisa pela vida”, admite.

O jovem conta que chegou a ter oportunidade de estudar gratuitamente em colégios particulares, mas refutou. “Eu me destacava porque jogava bem futebol, tive até a chance de estudar com bolsa, mas não quis. A maioria dos companheiros de que tenho conhecimento estão formados. O único que ficou estagnado fui eu”, disse.

A mudança para a capital ocorreu quando tinha 20 anos e estava responsável por sacar o dinheiro da aposentadoria de sua avó –à época internada em um hospital. “Fazia sempre tudo certinho, mas aí teve uma vez que –não sei o que deu– eu gastei o dinheiro. Foi então que eu vim para cá para casa da minha tia, que me recebeu como se nada tivesse acontecido. Foi aí que o negócio começou a se desenvolver”, conta ele.

A avó citada foi a mulher que criou Jhone. Ela morreu em 2011, mas não sem antes chegar a um entendimento com o neto. “Graças a Deus a gente superou, não teve mais nada”.

Quando chegou à capital, Jhone começou a trabalhar como servente de pedreiro. Depois, foi atuar em uma empresa de ferro. Em seguida, passou a atuar como motoboy. Foi quando decidiu ser autônomo.

A importância do casamento

Casado desde 2013 com Leyla Gabriele, 20, ele decidiu largar a vida de empregado e vender água de coco nos sinais.

“O casamento veio para me formar o caráter de homem que sou hoje. O que me motiva hoje a estar aqui é minha família”, afirma.

As vendas estavam fracas, e ele, inspirado em um amigo, decidiu vender amendoim. Hoje, sustenta a família vendendo 90 pacotes de “amendoins quentinhos” todos os dias. “Normalmente vendo tudo. Raramente volto com dois ou três para casa. Vendo cada pacote por R$ 2, mas faço três por R$ 5; é uma promoção”, conta. “Ganho mais que como motoboy”.

No ano passado, Jhone fez um supletivo e conseguiu o diploma do ensino médio, já pensando em cursar direito. Diz que gosta de ler e se informar, e por isso não espera dificuldade no curso de graduação.

Quando se formar, já tem decidido o que quer fazer na vida profissional. “Direito é uma carreira que me encanta porque faz a ligação entre a justiça e o povo. E minha vontade é essa: fazer essa ligação. Pretendo ser advogado na área trabalhista”, assegura.

Ex-seringueira viúva forma 11 filhos na faculdade: que orgulho!

1

ex-seringueira-viuva-forma-11-filhos-na-faculdade-que-orgulho

Patricia Sales, no Blog do Andre Mansur

Quando os filhos da ex-seringueira Marlene da Costa Maciel, de 59 anos, começaram a crescer, ela e o marido não titubearam. Abandonaram a vida no Seringal Extrema, no Rio Moa, interior do Acre e se mudaram para uma propriedade rural no Ramal Macaxeiral, na zona rural do município de Cruzeiro do Sul. O objetivo do casal era permitir que os filhos pudessem estudar e ter melhores oportunidades.

Embora o marido dela, morto em dezembro de 2015, não tenha vivido o bastante para ver todos formados, o plano deu certo. Dos 14 filhos ainda vivos do casal, nove homens e cinco mulheres, apenas um não ingressou em um curso de ensino superior. Onze deles possuem formação acadêmica e outros dois estão concluindo suas faculdades.

As áreas de formação que os “meninos e meninas” de dona Marlene escolheram são diversas. Tem assistência social, letras, educação física, enfermagem, ciências contábeis, biologia, engenharia florestal, pedagogia e até medicina. Ela conta que o caminho para chegar lá, contudo, foi cheio de dificuldades.

“Meu marido dizia que ou colocava todos na escola ou não colocava nenhum. Plantamos muita roça para fazer farinha. Quem estudava de manhã trabalhava à tarde e quem estudava à tarde trabalhava pela manhã. Quem estudava à tarde saía de casa às 10h30 e só chegava às 20h”, lembra a mulher, hoje aposentada.

União
Além do esforço dos pais, outro fator é apontado pela família como responsável pelo sucesso acadêmico. A união entre os irmãos, que segundo eles, é fruto das adversidades que enfrentaram.

“Hoje a gente vê com risos, mas na época era muito sofrido. Imagino quanto minha mãe sofreu. Como não havia vestimenta para todos, quem estudava à tarde esperava os irmãos chegarem da escola para pegar a roupa e o calçado. Muitas vezes nossa mãe fazia farofa com um ovo para sete comerem. A gente nem via o amarelo da gema do ovo”, lembra o escrivão da Polícia Civil de Cruzeiro do Sul, Geovane Maciel, de 33 anos.

O laço entre os irmãos acabou se mantendo também na vida profissional de parte deles. Sete trabalham em órgãos da Segurança Pública do Estado.

“Eles sempre foram unidos. Primeiro trabalharam quatro nos Correios. Depois começaram a fazer concursos e foram passando. Hoje tenho quatro na Polícia Civil, dois no Iapen [Instituto de Administração Penitenciária] e uma no Corpo de Bombeiros. Sinto muita emoção. Isso é providência divina em nossas vidas, sinto muito orgulho dos filhos que tenho”, diz Marlene emocionada.

Perguntada se tem algum receio por causa da profissão dos sete filhos, a ex-seringueira nega. “Não tenho nenhum medo devido à profissão deles. Acho normal como qualquer outra. A gente tem que confiar em Deus e seguir a vida”, argumenta.

Filho mais velho da ex-seringueira, o agente penitenciário Jerry Maciel de Souza, de 37 anos, é categórico ao dizer que o sucesso da família se deve à força da mãe.

“Temos muito orgulho de nossa mãe. Todos têm faculdade e a maioria tem bons empregos. Isso foi graças a Deus, nosso esforço, e, principalmente, o zelo de nossa mãe que sempre nos estimulou a buscar na escola nosso futuro. Nossa mãe é uma guerreira e vamos sempre estar ao lado dela”, finaliza.

Fonte: G1

5 livros para iniciar uma mudança positiva na carreira profissional

0
Fonte: Shutterstock

Fonte: Shutterstock

 

Confira os livros que podem inspirá-lo a encontrar o caminho certo na sua profissão

Publicado no Universia Brasil

Durante a trajetória profissional, pode haver muitos momentos de questionamento e dúvida em relação às próprias escolhas no ambiente de trabalho. Muitas vezes, é necessário parar por um momento e pensar se as tarefas realizadas no dia a dia são realmente satisfatórias. Caso não sejam, talvez seja o momento certo para iniciar uma mudança positiva na carreira, que podem trazer uma série de benefícios, inclusive para a vida pessoal.

Pensando nisso, separamos a seguir uma lista com 5 livros que podem inspirá-lo a iniciar uma transformação na vida profissional. Confira abaixo:

1 – Rejection Proof, de Jia Jiang

A partir do seu próprio experimento durante cem dias de rejeição, o autor mostra, por meio dos seus próprios registros, como vencer o medo e a insegurança, transformando-os em uma oportunidade para o próprio crescimento.

2 – Leap, de Tess Vigeland

O livro traz uma série de reflexões profissionais, principalmente para quem deseja arriscar uma mudança de área ou de emprego, procurando uma nova oportunidade para se sentir mais satisfeito com a carreira, visando à própria felicidade.

3 – The Achievement Habit, de Bernard Roth

O livro traz dicas para quem deseja conquistar as próprias metas, conduzindo o próprio caminho para alcançá-las. O autor mostra como enxergar as coisas a partir de umnovo ponto de vista, percebendo o que antes não era enxergado.

4 – Calming the Chaos, de Jackie Woodside

Funcionando como um tipo de guia, o livro de Jack Woodside mostra como conduzir o dia a dia a fim de manter a própria energia para combater o estresse e outras sensações prejudiciais que pode ocorrer no ambiente profissional.

5 – Are You Fully Charged?, de Tom Rath

O autor explica quais são os segredos para manter o bem-estar tanto na vida pessoal quanto na profissional, mostrando como as atitudes no dia a dia podem ser fundamentais para conquistar a felicidade.

Go to Top