Posts tagged vídeo

Cachorro flagrado ‘furtando’ livro ganha nome, lar temporário e vai para adoção em Novo Hamburgo

0

Kustelinha tomou banho e ganhou gravata após ser levado para lar temporário, em Novo Hamburgo. Ele será posto para doação após tratamento e castração (Foto: Fátima Ferreira )

Kustelinha, batizado assim por estar muito magro, entrou em uma livraria e abocanhou um livro na última segunda-feira (19). Após estabelecimento divulgar o vídeo, ele virou sensação na internet.

Publicado no G1

O cachorro flagrado pelas câmeras de uma livraria tentando “furtar” um livro em Novo Hamburgo foi encaminhado para um lar temporário, onde ficará até ser adotado por uma família. Kustelinha, como foi batizado por estar muito magro, foi resgatado na segunda-feira (19), tomou banho, ganhou medicação e tem consulta marcada com veterinário nesta terça (20). “Pensa num amor de cachorro. É ele”, garante Fátima Ferreira, que resgatou o animal junto com duas amigas.

Elas colaboram com uma ONG de proteção animal, mas estão acolhendo Kustelinha por conta própria. Desde o ano passado, ele vem sendo visto pelo campus da Feevale, universidade onde a livraria fica. Fatima diz que já havia levado remédios para ele, e encaminhado Kustelinha para outro lar temporário, mas a pessoa acabou levando ele de volta para a universidade, como conta Fátima.

Dessa vez, ele ficará em uma casa de acolhimento, e será posto para adoção após cuidar da saúde e ser castrado. Como ainda não foi examinado pelo veterinário, não foi possível estimar a idade de Kustelinha.

Em nota enviada ao G1 na segunda, a universidade Feevale explicou que a presença de cachorros no campus é corriqueira. Leia a nota na íntegra:

Os cães têm sido uma realidade no Campus II já há algum tempo. Vítimas do abandono, eles encontram na Feevale a acolhida dos estudantes que muitas vezes os alimentam e dão carinho. Com isso, eles são muito tranquilos e já estão habituados a circular por todos os espaços do Campus, sem cerimônia. A Universidade Feevale acredita que o Campus não é o local adequado para os cães permanecerem, por isso vem incentivando a adoção de animais, por meio da promoção de eventos e parcerias com ONGs. Atualmente, está em tramitação no Ministério da Educação (MEC) o projeto de implantação do curso de Medicina Veterinária na Instituição. Tão logo seja dado o aval, será construído um Hospital Escola Veterinário, com um investimento de cerca de R$ 22,5 milhões, onde haverá atendimento de animais (castração, exames hematológicos e tratamento clínico e cirúrgico), incluindo os que transitam pelo Campus, evitando assim a superpopulação e a transmissão de doenças que, sem o cuidado adequado, podem vir a ocorrer.

Mais dois livros do autor de ‘A parte que falta’ serão lançados no Brasil

0

Reprodução do vídeo em que Jout Jout lê o livro “A parte que falta” – Reprodução

Após ter obra viralizada em vídeo de youtuber, Shel Silverstein está entre mais vendidos do país

Publicado em O Globo

RIO – Depois de ter seu livro “A parte que falta” catapultado para o topo da lista dos mais vendidos após ser lido pela youtuber Jout Jout, o escritor americano Shel Silverstein terá outras obras relançadas no Brasil, anunciou a Companhia das Letras.

O primeiro a chegar será a continuação de “A parte que falta”. Intitulada “A parte que me falta encontra o grande O”, chega às livrarias no dia 13 de abril. De acordo com o release da editora, “leitores de todas as idades vão refletir junto com a parte que falta sobre como podemos nos transformar e descobrir como evoluir nosso amor-próprio”.

Outro livro do autor a ganhar reedição, ” “Leocadio – o leão que mandava bala”, originalmente lançada em 1963.

A editora explica que os relançamentos já estavam previstos, mas ganharam uma outra dimensão após a repercussão do vídeo de Jout Jout, que bateu a marca de 3,5 milhões de visualizações em uma semana. Desde que o vídeo foi ao ar, “A Parte que Falta” alcançou o posto de mais vendido na Amazon, à frente de títulos como “O Poder do Hábito” e “Sapiens”. Como os pedidos das livrarias aumentaram cem vezes nos últimos dias, a editora já pediu uma reimpressão do título.

Silverstein nasceu em 1930 em Chicago, nos Estados Unidos. Seus livros foram traduzidos em dezenas de países, mas só agora se tornou best-seller no Brasil.

Vale a pena assistir ‘Voldemort: A Origem do Herdeiro’, filme feito por fãs?

0

O italiano Stefano Rossi interpreta Tom Riddle, o Lorde Voldemort
Foto: Divulgação

 

Produção que explora a saga britânica “Harry Potter” já se tornou o vídeo mais visto do YouTube

Juliana Costa, na Folha de Pernambuco

Quando o trailer de “Voldemort: A Origem do Herdeiro” se tornou viral na Internet, fãs da renomada série de livros e filmes “Harry Potter” recebiam de bom grado mais um meio de explorar a franquia. Histórias derivadas do material original escrito pela britânica J.K. Rowling são comuns, assim como de outras obras populares: as chamadas fanfics, literatura amadora criada por fãs que expande o universo oficial, é um fenômeno em expansão por todo o mundo. Não é muito comum que produções feitas por fãs embarquem no mundo do audiovisual, visto que questões como direitos autorais são complicadas de contornar — os personagens e a franquia em si pertence, afinal, à Warner Bros, responsável pela adaptação cinematográfica, e à própria autora.

Nesse cenário, o trailer do filme independente foi recebido com alegria, mas também com receio. Eram poucos os que acreditavam que a produção iria para frente. Tudo mudou quando a própria Warner autorizou a elaboração do média-metragem (no total, possui 52 minutos de duração), contanto que não houvesse lucro comercial envolvido na produção (o dinheiro do projeto foi arrecadado via doações de fãs da saga).

Pois bem, depois da espera, eis que estreia “Voldemort: A Origem do Herdeiro”, filme escrito, dirigido e editado pelo italiano Gianmaria Pezzato. A produção está disponível gratuitamente na plataforma digital YouTube e possui legendas em diversos idiomas, incluindo Português (para ativá-las, basta clicar em “CC”, depois “Configurações” e “Legendas”).

A trama, que serve como um adendo ao universo de “Harry Potter”, explora o passado do Lorde das Trevas (Stefano Rossi, mais novo, e Davide Ellena, mais velho) durante sua passagem pela Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts e pouco após a conclusão dos seus estudos, quando ainda aceitava se chamar Tom Riddle. Através do relato de Grisha McLaggen (Maddalena Orcali), herdeira de Godric Gryffindor e personagem fanmade que não existe na história original, o filme apresenta outros personagens herdeiros dos fundadores das Casas de Hogwarts e caminha pela jornada de Voldemort em busca dos objetos que virariam suas Horcruxes, que abrigam um pedaço de sua alma e que, na série de livros original, o bruxinho Harry Potter toma conhecimento no sexto livro, partindo, então, em busca delas.

Levando em consideração que a produção do filme é totalmente independente, o resultado pode ser considerado suficientemente bom. O que mais deixa a desejar são os diálogos, que soam estranhos tanto pela atuação, que algumas vezes não é das melhores, quanto por serem um pouco fracos, como se lhes faltasse conteúdo. Não ajuda, também, que sejam dublados em inglês, quando a produção poderia ter simplesmente adotado o italiano como língua falada.

A trama em si não é forte, ficando a sensação de que o passado do vilão não foi suficientemente explorado e que a história se manteve nas partes já citadas no universo canônico dos livros. É importante lembrar, também, de se tratar de uma obra feita por fãs para fãs, não precisando ser perfeita (é impossível, no fim das contas, que se replique a maestria de J.K. Rowling ao criar toda a mitologia bruxa). Vale a pena, no entanto, assistir o filme pelas referências à obra original. Afinal, para os fãs, explorar o tão amado universo bruxo nunca é demais.

Cotação: Regular

Os descendentes dos membros fundadores das Casas de Hogwarts fazem parte do filme. Da esquerda para direita: Tom Riddle (Stefano Rossi), Lazarus Smith (Andrea Bonfanti), Wiglaf Sigurdsson (Andrea Deanesi) e Grisha MacLaggen (Maddalena Orcali).

Harry Potter | Fãs criaram um curta mostrando a história de Tiago Potter e Snape

0

tiago-potter-396x222

Tayná Garcia, no Jovem Nerd

Com o fim da saga principal de livros e filmes, os fãs de Harry Potter sempre são gratos por algum material especial ou algo do tipo. E agora muitos deles podem ficar felizes porque alguns fãs tiveram a ideia de criar um curta mostrando o grupo de Tiago Potter, chamado Os Marotos, e sua relação com Severo Snape – e acredite, ficou incrível!

O curta, que você pode assistir logo acima, foi intitulado “Severus Snape and the Marauders” e começa primeiro mostrando Snape sozinho e depois corta para uma longa conversa de Tiago com seus amigos – Remo Lupin, Sirius Black e Pedro Pettigrew. Logo, ocorre a interação do grupo com o adolescente solitário e vemos um lado deles que provavelmente não queríamos que fosse verdade.

Com direito até a uma aparição de Lílian Potter, o vídeo impressiona com seus detalhes, boas atuações para apenas fãs e até efeitos convincentes dos feitiços – como desaparatar.

Aviso: assista até o final para um duelo épico e a aparição de um personagem que não deve ser nomeado!

Conceição Evaristo: “Não nasci rodeada de livros, mas de palavras, através da literatura oral”

0
Foto: Gustavo Miranda

Foto: Gustavo Miranda

Um dos principais destaques da Flip, a escritora Conceição Evaristo conversou com o EL PAÍS

Publicado no El País

Conceição Evaristo é natural de Belo Horizonte e hoje vive no Rio de Janeiro. Estreou na literatura na década de 1990, é doutora em literatura comparada pela Universidade Federal Fluminense e militante ativa do movimento negro. Suas obras abordam questões como o racismo brasileiro e a condição de ser mulher e negra no país. Conceição tem diferentes obras publicadas e premiadas no exterior. Entre elas está o romance de 2003, Ponciá Vivêncio, um de seus livros mais famosos. Nesta edição da Festa Literária Internacional de Paraty (Flip), ela é uma das principais convidadas e falará em uma mesa neste domingo ao meio-dia.

Go to Top