A História do Futuro de Glory O'brien

Posts tagged vinho

Vinhoteca propõe harmonizar vinhos e livros

0

naom_583d5ae567bad

Quem não gosta de ler um bom livro enquanto bebe uma taça de vinho?

Publicado no Notícias ao minuto

Quem gosta de vinhos certamente já parou para degustar uma bela taça da bebida e ler um bom livro. O fetiche com a prática é tão comum entre os amantes da bebida de Baco que um espaço foi criado especialmente para aproveitar os dois. A ideia do editor Marco Pace foi exatamente essa ao criar a Vinhoteca, dando dicas de “harmonização” de vinhos e livros.

O local existe há nove meses no bairro City América, na zona oeste de São Paulo, e o site existe há um ano. “Eu uni minhas duas paixões”, declara Pace em entrevista ao UOL. Ele trabalhou como editor de livros por 30 anos em empresas como Siciliano e Alta Books e criou sua própria editora, a Ornitorrinco.

O site disponibiliza 700 rótulos e 200 títulos; já na loja são 300 rótulos e 100 títulos, tanto nacionais quanto internacionais. “Se é uma leitura mais densa, como um grande romance, ou mais clássico e sério, nossa indicação é um vinho mais encorpado, mais robusto”, revela o editor.

Entre as bebidas mais vendidas estão as provenientes da França, Chile e Argentina, bem como vinículas n acionais. O vinho Rosé Piscine, da França, é o mais procurado. “Bons livros para ler bebendo este vinho são títulos como ‘Os Espiões’, de Luiz Fernando Veríssimo; e ‘Contos Gauchescos’, de Simão Lopes”, afirma ele, que pretende abrir uma segunda loka em São Paulo em 2018.

Em 2017 vamos poder beber o vinho oficial de “A Guerra dos Tronos”

0

gerra-754x394

A HBO juntou-se a uma empresa vinícola dos Estados Unidos para lançar uma uma linha de vinhos inspirado na série.

Adriano Guerreiro, no NIT

“A Guerra dos Tronos” vai ter uma linha oficial de vinhos. Esta é com certeza a melhor notícia para Tyrion Lannister, uma das personagens que não passa sem um copo de vinho. “Tudo fica melhor com vinho no estômago”, “é isto que eu faço: bebo e sei coisas”, “eu sou o Deus das mamas e do vinho”, foram algumas das frases ditas por Tyrion e que a “Entertainment Weekly” compilou.

giphy-2-1

A HBO juntou-se à Santa Rosa Winery, da Vintage Wine Estates, para lançar uma linha oficial de vinhos da série. Ao todo vão ser três as garrafas com rótulos especiais. São eles um tinto, um Cabernet Sauvignon e ainda um Chardonnay. Os vinhos vão ser postos à venda na primavera de 2017 e segundo o site “Food and Wine” vão custar entre 18,80€ e 47€.

Esta não é a primeira vez que a série inspirada nos livros de George R. R. Martin dá origem a produtos. A Brewery Ommegang já tinha criado um conjunto de cervejas com os nomes dos vários reinos e em 2012 foi lançado um livro de receitas oficial de “A Guerra dos Tronos”. Já em 2014 foram colocados à venda vinhos não oficiais da série pela The Wines of Westeros na altura da quinta temporada.

“Librottiglia”: uma garrafa de vinho que se lê

0

librottiglia-01

Sara Andrade, no GQ

A Reverse Innovation pegou na combinação clássica “vinho e um bom livro” e colocou tudo numa só garrafa.

O projeto, intitulado “Librottiglia” (a combinação de livro – libro – e garrafa – bottiglia – em italiano), traduz-se numa coleção de vinhos, cada um emparelhado com uma curta literária escolhida a dedo, ou seja, consoante as características de cada vinho, é-lhe atribuído o gênero da literatura que mais lhe é adequado. A ideia é proporcionar experiências vínicas que se equilibram com os cenários e impressões espoletadas pela história.

A iniciativa nasce de uma colaboração entre a agência de design Reverse Innovation e a produtora de vinho italiana Matteo Correggia, sendo que o produto final é uma linha com livros amarrados à garrafa, dissimulados como o rótulo do vinho. A marca colaborou com três autores para materializar a ideia: Patrizia Laquidara, autora da fábula “La rana nella pancia” (a rã na barriga), acompanha o tinto Anthos, seco e doce; “ti amo. dimenticami” (Amo-te. Esquece-me) é escrito por Regina Nadaes Marques e vem com o Nebbiolo Roero; “l’omicidio” (O homicídio), assinado pelo jornalista saírico Danilo Zanelli é o par do branco Roero Arneis.

“Hoje, lemos livros no computador, tablets e celulares. porque não numa garrafa de vinho?” questiona a equipe criativa da Reverse Innovation.

Cada garrafa de 375 ml custa 15 euros, aqui, e o conjunto das três pode ser adquirido por 40 euros.

librottiglia-02

librottiglia-04

librottiglia-05

 

Grey: depois da nova versão do livro, trilogia vira marca de vinho?

1

a-autora-e-l-james-agora-investe-na-producao

“Grey”, novo livro de E. L. James, foi um sucesso. A trilogia de “Cinquenta Tons de Cinza”, além de livros derivados, agora tem marca de vinho!

Publicado no Melty

Aprendemos muito sobre Christian depois do livro “Grey”. A história BDSM criada por E. L. James parece não ter limites para seu sucesso. Seja na narração original ou na voz do galã milionário da trama, a produção literária da autora ganhou fãs fiéis. O lançamento de “Grey” já aconteceu no Brasil e estamos curiosos aqui na redação do melty para saber se você já o leu. Contamos aos nossos seguidores algumas impressões que tivemos sobre a história de Christian contada por ele mesmo. Confessamos até que a empolgação não foi a mesma ao ler o volume 1 da trilogia narrada por Anastasia Steele. Mas tínhamos que conferi-la para sabermos no que a aventura ia dar, não é mesmo? Agora, James estaria expandindo seu campo de atuação, dando uns pulinhos fora da escrita e investindo em… vinhos!

Quem é o novo assassino de ‘Game of thrones’? (spoiler)

5

Publicado em O Globo

Quem leu os livros que inspiram a série ‘Game of thrones’ já sabia que o desprezível rei Joffrey Baratheon morreria, mas poucos esperavam que acontecesse tão cedo na temporada, ainda no segundo episódio (apesar da distância entre os dois casamentos fatais no livro ser de menos de 100 páginas).

Joffrey morreu, envenenado pelo vinho ou pela torta, em sua festa de casamento com Margaery Tyrell, no episódio que foi ao ar neste domingo. Na festa que deveria selar a paz em todo o reino de Westeros ficou claro que a guerra ainda está longe de acabar.

Logo após a morte do filho, a rainha-regente Cersei Lannister não teve dúvidas e mandou prender o irmão Tyrion pelo assassinato. Mas entre os espectadores a culpa do anão está longe de ser uma certeza. Então, quem matou Joffrey Baratheon?

1. Tyrion Lannister

A relação entre Tyrion e Joffrey nunca foi boa. Apesar do comportamento hedonista, Tyrion sempre foi muito mais rígido com o sobrinho do que os pais dele. Durante o casamento, Joffrey faz tudo o que pode para humilhar o tio, incluindo um show de comédia de anões na cerimônia e até mesmo derramando vinho na cabeça dele. No fim, exige que o tio lhe sirva o vinho que pode ter causado a sua morte.

O vídeo acima é da primeira temporada, quando Tyrion já tentava ensinar modos ao ainda príncipe Joffrey. O tapa no rosto acabou virando meme.

2. Oberyn Martell

1

A Víbora Vermelha de Dorne entrou para a série nesta temporada e já no primeiro episódio deixou claro que está na cidade para matar Lannisters. O príncipe de Dorne quer vingar a morte de sua irmã, Elia. Ela era a mulher do príncipe Rhaegar, morto durante a rebelião de Robert Baratheon, que teve em Tywin Lannister um dos principais aliados.

3. Petyr Baelish, o Mindinho

1

‘O caos é uma escada’, ele disse na terceira temporada. E poucas coisas desestabilizam mais que o assassinato de um rei. Um dos principais conselheiros do rei, Mindinho não estava no casamento, o que torna tudo ainda mais suspeito. Ou não?

4. Varys

1

Mais um que age nos subterrânos do poder. Curiosamente, a câmera foca nele em vários momentos do casamento, o que pode ser uma tentativa do diretor de sugerir uma ligação dele com o assassinato ou de desviar a atenção para os verdadeiros culpados. De qualquer forma, Varys sempre gosta de reforçar que nada acontece na corte sem que ele saiba.

5. Dontos Hollard

1

O bobo da corte era uma das vítimas favoritas das humilhações impostas por Joffrey a todos a sua volta. Ele pode não ser culpado, mas estava pelo menos informado de que algo iria acontecer, pois aparece muito rápido para tirar Sansa de cena, sabendo dos riscos que ela corria.

6. Sansa Stark

1

Desde a primeira temporada, quando Joffrey mandou executar Ned Stark, o pai de Sansa, ninguém tem mais motivos para querer matá-lo do que ela. Depois do assassinato, o rei ainda se dedicou a humilhar e agredir a ex-noiva sempre que podia. Mas uma atitude tão drástica não parece fazer parte do tempramento de Sansa, sempre passiva e subserviente.

7. Olenna e Margaery Tyrell

1

Ao chegar a Porto Real, com a neta Margaery já prometida em casamento a Joffrey, a senhora Olenna Tyrell pergunta a ex-noiva Sansa como é o comportamento do rei. “Ele é um monstro”, é a resposta nada tranquilizadora. A morte poderia ser uma tentativa de proteger a neta, mas a escolha do momento não parece adequada. Afinal, Margaery sequer consumou o casamento e não tem direito de sucessão com a morte de Joffrey.

8. Melisandre

1

Na última temporada, a sacerdotisa jogou três sanguessugas no fogo, representando os três reis que desafiavam Stannis Baratheon. Robb Stark e Joffrey já se foram. Se Balon Greyjoy morrer nos próximos episódios, será difícil questionar os poderes do deus de Melisandre.

Go to Top