Bookcrossing (2)

“Numa tarde no verão de 2001, András mencionou outra maneira de queimar livros que lhe foi transmitida por um sobrevivente do cerco a Sarajevo. No inverno, o intelectual e sua esposa ficaram sem lenha e tiveram que queimar livros para se aquecer e cozinhar.

‘Numa situação como essa, é preciso fixar critérios, estabelecer prioridades’. dizia esse amigo dele. ‘Primeiro, queimam-se velhos manuais, comprados nos tempos de faculdade, que permaneceram trinta anos na estante sem ser lidos. Depois, queimamos duplicatas. Chega uma hora, porém, em que é preciso fazer escolhas difíceis. O que vamos queimar hoje? Proust ou Dostoiévski?’

Perguntei a András se havia sobrado algum livro na biblioteca de seu amigo. ‘Sobraram, sim’, disse ele, com o rosto iluminado por um sorriso vacilante. ‘Sobraram muitos. Ele me disse que, às vezes, olhava para um livro e simplesmente decidia que era melhor passar fome.”

Matthew Battles, em A conturbada história das bibliotecas (Planeta).

Desde que anunciei o primeiro Bookcrossing do mob de leitura muitos leitores confessaram sua dificuldade em abrir mão de seus livros. No entanto, quando chegou a hora a surpresa foi enooorme. Não apenas pelo número de participantes (18 blogueiros de 8 cidades abandonaram 22 obras) mas, especialmente, pelo gosto apurado na escolha de títulos/autores.

Felizmente, as ameaças de se livrar de Benny Hinn e um sem-número de nulidades não se confirmou. rsrs Miguel de Cervantes, Eça de Queiroz, Arthur Conan Doyle, George Orwell, Antonio Skarmeta, Michael Onfray, Kierkgaard foram alguns dos escolhidos p/ fornecer pão de letras p/ desconhecidos. Juntas, essas obras formariam uma minibiblioteca capaz de alimentar a mente c/ verdadeiros banquetes diários. A lista completa dos participantes e obras está aqui.

Muuuito obrigado a todos pelo desprendimento e generosidade de participar. Vamos programar em breve + uma edição.
.
big abraço
.
foto: Alex Fajardo

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments

3 thoughts on “Bookcrossing (2)

  • 26 de abril de 2009 em 4:35
    Permalink

    Bom… graças ao post que peguei aqui no seu blog, resolvi entrar de cabeça no bookcrossing…
    Acabei lembrando de uma caixa de livros de bolso que ganhei de um site que ajudei há uns 3 anos…

    Na sexta “libertei” Hamlet, na praça de alimentação do Brascan Itaim Bibi, e Dom Casmurro, em um ônibus da linha Socorro – Lapa.

    No sábado foi a vez de “A volta ao mundo em 80 dias”, em uma cadeira do Starbucks, no Shopping Bourbon.

    Domingo tem mais.

    Espero que muita gente leia.

    Resposta
  • 26 de abril de 2009 em 13:02
    Permalink

    pow, que legal, cara!

    já incluí esses títulos na lista completa.

    guarde alguns exemplares p/ a próxima edição. deve rolar em breve. =)

    big abraço

    Resposta
  • 8 de maio de 2009 em 21:30
    Permalink

    Pava,

    Cheguei “um pouco” atrasado. Estou entre os que apegados ao acervo que guardo em casa, mas já separei um Saramago e um do Chico Buarque para abandonar.

    Marque a próxima logo, antes que eles voltem pra estante!

    Abraço!
    Luiz Henrique

    Resposta

Deixe uma resposta para lhomatos Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *