Jovem americano constrói escola no sul do Sudão

Valentino Achak Deng obteve recursos iniciais com livro sobre sua história. Escola vai receber gratuitamente os melhores estudantes do país.
O sul do Sudão é um dos lugares mais pobres do mundo. Esta afastada cidade não tem energia elétrica nem água encanada, e está a 240km da rua pavimentada mais próxima. Mesmo assim, graças a um notável jovem americano que cresceu aqui – e aos leitores que os apoiaram – a cidade se tornou um ímã para jovens sudaneses que sonham com uma educação.
Vindos de lugares a centenas de quilômetros de distância, meninos e meninas chegam aqui na esperança de serem aceitos numa nova escola em tempo integral. É uma ideia que saiu da mente de Valentino Achak Deng, cuja fuga da guerra e da fome é relatada no livro campeão de vendas “What Is the What”, de Dave Eggers. (em português, O que é o quê : Autobiografia de Valentino Achak Deng )
Valentino foi separado de sua família durante a guerra civil no Sudão e passou sua infância esquivando-se de soldados, minas terrestres, leões e outros perigos. Ele aprendeu a ler e escrever rabiscando letras no chão empoeirado de um campo de refugiados. Em 2001, ele foi aceito nos Estados Unidos como refugiado. Valentino conseguiu passar pela universidade – e então ficou determinado a devolver o que aprendeu.
“Muitas pessoas confiaram em mim, me apoiaram, por isso senti uma responsabilidade especial”, disse ele. “Queria mostrar que havia um motivo para eu sobreviver”.
Dave e Valentino canalizaram os lucros do livro para iniciar a escola. Agora, a instituição está selecionando alunos para o segundo ano acadêmico. Mais de mil pessoas, entre eles adultos cujos estudos foram adiados pela guerra, estão competindo por 150 vagas para a nona série.
Conheço e admiro Valentino há anos e escrevi sobre sua escola em dezembro do ano passado, o que levou a US$ 400 mil em contribuições de leitores. Então, decidi visitar o local e ver o que as doações tinham conquistado.
 
Valentino contratou professores de primeira, construiu novos prédios e ergueu dois dormitórios para as meninas (pelo menos metade dos alunos serão meninas). Na noite em que passei naquela cabana com teto de palha – alojamento dos professores – um caminhão chegou com as camas e os colchões dos dormitórios, adquiridos em Uganda. Quase nada se pode comprar ali na região…
Continue lendo aqui
 
OBS: Ainda não li o livro, mas ao conhecer um pouco sobre a trajetória de Valentino, fiquei  absolutamente encantada com a história de vida do rapaz. Nem preciso dizer que ele já está na lista de próximas aquisições. Para quem quiser saber um pouco mais sobre Valentino, segue o link da fundação que ele criou  http://www.valentinoachakdeng.org/ (em Inglês).
 
Fonte: G1

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments

2 thoughts on “Jovem americano constrói escola no sul do Sudão

  • 8 de maio de 2010 em 20:37
    Permalink

    Que maravilhosa iniciativa a desse rapaz! Nos faz pensar não só na trajetória dele, mas na nossa, e em nosso propósito em viver.Certamente, deve ser um bom livro.

    Resposta
  • 8 de maio de 2010 em 21:43
    Permalink

    Deve ser sim, Fern.Um grande incentivo e exemplo para todos nós. Ele, apesar de tudo pelo que passou, não se esqueceu de sua origem e nem deixou que as dificuldades fizessem dele uma pessoa amargurada. Pelo contrário, quis compartilhar com os outros aquilo que recebeu de melhor.A propósito, o nome deste blog, pelo que eu saiba, foi inspirado numa frase de Mário Quintana "Os livros não mudam o mundo. Quem muda o mundo são as pessoas. Os livros só mudam as pessoas.” Por meio da venda do livro dele a vida de muitas pessoas está sendo literalmente mudada. Interessante, não? =)Bjs

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *