Autora de ‘Entrevista com o vampiro’ deixa a Igreja Católica e o Cristianismo

Do G1 Pop&Arte, em 29/07/2010.
A escritora Anne Rice, de 68 anos, anunciou nesta quarta-feira (28) em sua conta no Facebook que abandonou o cristianismo. Diz que se recusa a ser “antigay (…) e antifeminista” e ainda “anticontrole artificial de natalidade”.
“Em nome de (…) Cristo, eu deixo o cristianismo e de ser cristã. Amém”, completou.

O agente dela, Alfred A. Knopf, confirmou nesta quinta-feira (29) que o post foi feito por Rice.

A escritora ficou famosa como autora de “Entrevista com o vampiro” e por outros romances sobrenaturais. Criada em uma família católica, rejeitou a igreja quando era jovem, mas voltou ao catolicismo na década passada e publicou livros como “Cristo senhor – A saída para o Egito”, lançado no Brasil em 2007.

Em uma entrevista à agência Associated Press em 2008, Rice contou que sua volta à fé foi precedida de uma série de epifanias, durante viagens pelas catedrais da Europa, Israel e Brasil.

Quando visitou a estátua gigante de Cristo Redentor no Rio de Janeiro, ela relata que sentiu “delírio” e que as nuvens se abriram para revelar a estátua.

Na época, declarou que rompeu completamente com o ateísmo em 2002, após a morte do marido Stan Rice por um tumor cerebral e após se tornar diabética.

Ela começou a escrever livros sobre a vida de Cristo, e declarou que seu objetivo era “simples”:

“Quero escrever livros sobre nosso Senhor vivendo na Terra e fazê-lo real para as pessoas que não acreditem nele; ou pessoas que nunca tentaram acreditar”, explica. E reforça: “Eu tornei os vampiros em algo crível para mulheres adultas. Agora, se eu pude fazer isso, eu posso fazer nosso Senhor Jesus Cristo crível para as pessoas que nunca acreditaram. Espero e rezo [para isso].”

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments

4 thoughts on “Autora de ‘Entrevista com o vampiro’ deixa a Igreja Católica e o Cristianismo

  • 30 de julho de 2010 em 0:48
    Permalink

    Isto é que é viver uma montanha russa de sentimentos…de qualquer maneira é preciso uma dose de coragem para assumir certas posições…

    Resposta
  • 30 de julho de 2010 em 2:01
    Permalink

    Triste!
    Aceitar Jesus como salvador é facil, serví-lo é muuuuuuito dificil mesmo.
    Acho natural que volte a convencer que vampiro é um marginalizado coitadinho, porque, convencer que aquele Jesus pobre e humilde REINA, deve ser tarefa impossivel pra ela! Sera que nao sabia dessas premissas das quais reclamou? Aborto, homossexualismo… sera que achava que ia mudar a Igreja Catolica para que nao perdesse a fiel famosa? Lamentavel! Atitude infantil!

    Resposta
  • 30 de julho de 2010 em 13:24
    Permalink

    Até parece que é dessa forma. HOje eu creio! de hoje em diante eu não creio mais!
    Papo furado! crer em Cristo não é como uma tomada que se pluga pra fazer girar o ventilador e depois de refrescado despluga novamente.

    Crer é como ser inteligente, o fato de dizer que de hoje em diante não será mais inteligente, não fará da pessoa menos inteligente (ainda que dela não se utilize)

    SE ELA CREU ALGUM DIA, CONTINUA CRENDO embora não esboce tal crença.

    Resposta
  • 30 de julho de 2010 em 14:15
    Permalink

    Mais uma forma de marketing utilizada para se vender livros e chamar a atenção.
    Para ter fé, é necessário uma vivência especial do Evangelho. Encarná-lo nos irmãos. Fazemos isso no dia-a-dia?
    Pobre escritora rica…

    Resposta

Deixe uma resposta para Hugo Venturini Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *