Biblioteca Pública de Olinda informatiza acervo

Software adquirido pela Prefeitura do município agilizará indexação de títulos, pesquisa de livros e cadastro de usuários

Por Filipy Melo

Uma ótima notícia para os amantes da boa literatura. A Biblioteca Pública de Olinda, localizada na avenida Liberdade, no bairro do Carmo, acaba de implantar um programa em seus computadores que facilitará a vida dos leitores.
O gerenciador de dados SophiA, desenvolvido pela Prima Software, empresa especializada em soluções digitais para gestão escolar e de bibliotecas, será o responsável pela catalogação de todo o material da biblioteca municipal.
Atualmente, a casa possui mais de 20 mil títulos em seu acervo literário, e conta, também, com um grande número de revistas, CD-roms, vídeos e DVDs.
Além de agilizar o processo de organização dos livros, o programa, que já é utilizado em diversas bibliotecas espalhadas pelo país, também acabará com as antigas fichas de cadastro, pois todos os serviços referentes aos empréstimos, devoluções, multas e relatórios, serão transferidos para o banco de dados do aplicativo.
Porém, os leitores não serão os únicos beneficiados com a modernização da biblioteca. Todos os funcionários do local estão recebendo um treinamento especial que será ministrado à distância, de São Paulo, por uma equipe da Prima Software. O curso terá a duração de pouco mais de uma semana, totalizando oito horas de aula.
Para Raimundo Viana, que há dois anos coordena os serviços do espaço cultural, a atualização do sistema não poderia ter chegado em melhor momento. “Agora vai haver um organização sistemática das obras, beneficiando leitores e funcionários, com mais agilidade e precisão na localização dos livros. A partir de agora tudo mudou para melhor”, explica o bibliotecário.
 
Biblioteca Pública de Olinda
Há exatos 179 anos, o então imperador Dom Pedro I publicou o decreto que estabeleceu uma biblioteca pública na cidade. Foi a primeira biblioteca do Estado e a quinta a ser criada no Brasil.
O local oferece à população serviços como atendimento ao público infanto-juvenil, assistência ao usuário nas suas pesquisas, empréstimo domiciliar mediante cadastro prévio e disponibilização do espaço para realização de atividades comunitárias.
Recentemente foi inaugurado o salão nobre, localizado no piso superior do imóvel, destinado a abrigar importantes exposições e mostras fotográficas.Outra novidade foi o lançamento do programa de saraus literários.

 
Fonte: Prefeitura de Olinda

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments

2 thoughts on “Biblioteca Pública de Olinda informatiza acervo

  • 28 de julho de 2012 em 12:52
    Permalink

    Nas férias de Julho estivemos em Olinda, uma das coisas que estava em minha listacomo prioridade de visitação era a Biblioteca. Fiquei decepcionada com o descaso com que é tratada e falta de interesse por parte das autoridades em investir na Educação e Cultura, já que a biblioteca é extensao de vida acadêmica.; situação lamentável por se tratar de ponto turístico e educativo.. Não não ha projetos para restauro tanto física e arquitetônica. Totalmente desatualizada, desorganizada, material em mau estado umidade no local. Não há nada que desperte o interesse da população em frequenta-la ou turistas fazer visitações , nenhuma ação cultural aconteceu nesse período como li na matéria acima, nada que a torna um ambiente aconchegante e agradável, visto que poderia obter de recursos positivos que o Nordeste tem como obras de arte, muita cor, varias estantes distribuídas de forma adequada e equilibrada. Em pouco contato com funcionários notamos que estao despreparados para função onde se quer perguntaram em que poderiamnos ajudar ou ao menos dar um bom dia. O Bibliotecário Raimundo Viana pareceu desmotivado, mas tem tentado cuidar do local da melhor forma possível dentro de suas possibilidades., o mesmo nos recebeu muito bem e falou de Ações culturais que fazem para as crianças nas férias. Gostaria de escrever coisas positivas quem sabe na próxima visita. Se não acreditam , basta visitar e ver com os próprios olhos onde palavras são desnecessárias. Aceitem como uma critica construtivas movam-se para mudar esta situação. Triste, muito triste! Adriana Luz Pedagoga, Especialização em Ed. Especial na área de Def. visuais e atualmente estudante de Biblioteconomia do UniFAI- SP.

    Resposta
  • 28 de julho de 2012 em 12:52
    Permalink

    Nas férias de Julho estivemos em Olinda, uma das coisas que estava em minha listacomo prioridade de visitação era a Biblioteca. Fiquei decepcionada com o descaso com que é tratada e falta de interesse por parte das autoridades em investir na Educação e Cultura, já que a biblioteca é extensao de vida acadêmica.; situação lamentável por se tratar de ponto turístico e educativo.. Não não ha projetos para restauro tanto física e arquitetônica. Totalmente desatualizada, desorganizada, material em mau estado umidade no local. Não há nada que desperte o interesse da população em frequenta-la ou turistas fazer visitações , nenhuma ação cultural aconteceu nesse período como li na matéria acima, nada que a torna um ambiente aconchegante e agradável, visto que poderia obter de recursos positivos que o Nordeste tem como obras de arte, muita cor, varias estantes distribuídas de forma adequada e equilibrada. Em pouco contato com funcionários notamos que estao despreparados para função onde se quer perguntaram em que poderiamnos ajudar ou ao menos dar um bom dia. O Bibliotecário Raimundo Viana pareceu desmotivado, mas tem tentado cuidar do local da melhor forma possível dentro de suas possibilidades., o mesmo nos recebeu muito bem e falou de Ações culturais que fazem para as crianças nas férias. Gostaria de escrever coisas positivas quem sabe na próxima visita. Se não acreditam , basta visitar e ver com os próprios olhos onde palavras são desnecessárias. Aceitem como uma critica construtivas movam-se para mudar esta situação. Triste, muito triste! Adriana Luz Pedagoga, Especialização em Ed. Especial na área de Def. visuais e atualmente estudante de Biblioteconomia do UniFAI- SP.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *