Letras que alimentam

Pratelereiras de livrarias aguardam os consumidores que optam por livros como presentes no Natal

Fernanda Ikedo

Agência BOM DIA

Assis Cavalcante/Agência BOM DIA

Eugênio Bergamo afirma que os livros mais procurados para presentes são guias de viagens e de gastronomia

Para o funcionário público Mauro Augusto de Oliveira Filho, 40 anos, a leitura de livros é um prazer que ele realiza desde os 15 anos de idade, quando iniciou a montagem de sua biblioteca. Hoje, pai de dois filhos, ele alimenta o vício literário de seus pequenos e afirma que, por ano, chega a comprar de 30 a 40 obras, de diversos temas, desde culinária até biografias e romances.

Além dos livros que compra para ele, Marcos costuma dar presentear a esposa, os amigos e filhos. “Já dei livro até como presente de casamento”, conta. “Uma livraria para mim é como uma loja de sapatos para as mulheres”, complementa Marcos, que atualmente está lendo a biografia de Albert Einsten.

Leitores como ele são o sonho de qualquer livreiro, como é o caso de Eugênio Bergamo e Rodrigo Bergamo, proprietários do Espaço Alexandria.

Apesar do exemplo de Marcos, Eugênio observa que, durante os dois anos de sua loja, a faixa etária que vem consumindo mais livros é de adolescentes. “Isso é um reflexo dos últimos anos das escolas, que vêm exigindo mais leituras”, pontua.

Se a análise estiver correta, ponto positivo para a educação da cidade e do país. Outro destaque do livreiro é “Harry Potter”, um marco das séries infanto-juvenis que impulsionou as vendas de livros. “As crianças que leram mantiveram o interesse pela leitura”, afirma Eugênio.

O gerente de livraria Renan de Lima Cardoso concorda com o comentário. “As séries infanto-juvenis são bastante procuradas”. São diversos títulos, com séries direcionadas para meninos ou para meninas, na faixa de 10 a 13 anos. “Facilmente são adotados por diversas escolas particulares da cidade”, diz Renan.

Os mais procurados
Entre as obras destacadas pelo livreiro estão títulos que tratam de estratégias empresariais, o romance “Fora de Mim”, da Marta Medeiros e os best-sellers de autores internacionais, como “A Cabana” e “A última música”, que lideram os rankings mundiais.

Quase dois
De acordo com Eugênio, cada consumidor que entra na livraria compra, em média, 1,8 livro.

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *