Para ser escritor


.
No dia 24 de fevereiro o escritor gaúcho Charles Kiefer participou de um papo delicioso s/ livros & leitura. O evento aconteceu na Livraria Cultura do Bourbon Shopping, na Zona Oeste de Sampa.

Em Para ser escritor (LeYa), Kiefer dedica um capítulo todo à blogosfera. Selecionamos alguns trechos legais p/ vc curtir as ideias dele.

– “A um olhar rápido, blogs não passam de ‘trenzinhos elétricos de diversão do ego’.”

– “O texto, real ou virtual é a casa do ego, onde o ser lança os seus fundamentos.”

– “É bom que o ego passeie pelos blogs, e que se expanda, e que se desnude, especialmente nesta fase fundadora, de pura ex-pressão, quando o que é quer vir para fora, embora saia apertado e debaixo de vaias.”
– “Os blogs poderão vir a ser a mais autêntica forma de expressão artística do século XXI.”

– “O ego do blog é promíscuo e voyerista.”

– “Ainda não é possível ser escritor somente em blogs. Nem sabemos se um dia será…”

– “Não nos livraremos dos livros tão cedo. Nem dos blogueiros.”

.
foto: Alex Fajardo

confira o álbum completo aqui.

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments

3 thoughts on “Para ser escritor

  • 9 de março de 2011 em 20:13
    Permalink

    Concordo com a opinião do escritor.

    Ser escritor de blog é uma tendência, no entanto diferente da de escritor de livro.

    Apesar de toda a mídia existente no mundo e da que ainda virá, o livro será sempre o amigo dos que adoram ler.

    Estou lendo um livro editado em 1918.

    Precisa falar mais?

    Resposta
  • 11 de março de 2011 em 1:07
    Permalink

    Concordo que há muito de “ego” por trás dos blogs, mas dizer isto sem olhar por outro ângulo, creio, seria nivelar por baixo a intenção daquela gente boa e bem intencionada que gosta de se expressar, informar e pôr para fora o que tem de melhor, principalmente servir no Reino de Deus, mas que não teve ainda a oportunidade de publicar um livro ou trabalhar num jornal para fazer isto. Creio também que a qualidade do blog cresce na medida em que o ego diminui. abç

    Resposta
  • 11 de março de 2011 em 1:10
    Permalink

    Estou me baseando nas frases acima, apenas. É bom que se diga!

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *