Namore uma garota que lê

Publicado originalmente em Quinas e Cantos

Namore uma garota que gasta seu dinheiro em livros, em vez de roupas. Ela também tem problemas com o espaço do armário, mas é só porque tem livros demais. Namore uma garota que tem uma lista de livros que quer ler e que possui seu cartão de biblioteca desde os doze anos.

Encontre uma garota que lê. Você sabe que ela lê porque ela sempre vai ter um livro não lido na bolsa. Ela é aquela que olha amorosamente para as prateleiras da livraria, a única que surta (ainda que em silêncio) quando encontra o livro que quer. Você está vendo uma garota estranha cheirar as páginas de um livro antigo em um sebo? Essa é a leitora. Nunca resiste a cheirar as páginas, especialmente quando ficaram amarelas.

Ela é a garota que lê enquanto espera em um Café na rua. Se você espiar sua xícara, verá que a espuma do leite ainda flutua por sobre a bebida, porque ela está absorta. Perdida em um mundo criador pelo autor. Sente-se. Se quiser ela pode vê-lo de relance, porque a maior parte das garotas que leem não gostam de ser interrompidas. Pergunte se ela está gostando do livro.

Compre para ela outra xícara de café.

Diga o que realmente pensa sobre o Murakami. Descubra se ela foi além do primeiro capítulo da Irmandade. Entenda que, se ela diz que compreendeu o Ulisses de James Joyce, é só para parecer inteligente. Pergunte se ela gosta ou gostaria de ser a Alice.

É fácil namorar uma garota que lê. Ofereça livros no aniversário dela, no Natal e em comemorações de namoro. Ofereça o dom das palavras na poesia, na música. Ofereça Neruda, Sexton Pound, cummings. Deixe que ela saiba que você entende que as palavras são amor. Entenda que ela sabe a diferença entre os livros e a realidade mas, juro por Deus, ela vai tentar fazer com que a vida se pareça um pouco como seu livro favorito. E se ela conseguir não será por sua causa.

É que ela tem que arriscar, de alguma forma.
Minta. Se ela compreender sintaxe, vai perceber a sua necessidade de mentir. Por trás das palavras existem outras coisas: motivação, valor, nuance, diálogo. E isto nunca será o fim do mundo.

Trate de desiludi-la. Porque uma garota que lê sabe que o fracasso leva sempre ao clímax. Essas garotas sabem que todas as coisas chegam ao fim. E que sempre se pode escrever uma continuação. E que você pode começar outra vez e de novo, e continuar a ser o herói. E que na vida é preciso haver um vilão ou dois.

Por que ter medo de tudo o que você não é? As garotas que leem sabem que as pessoas, tal como as personagens, evoluem. Exceto as da série Crepúsculo.

Se você encontrar uma garota que leia, é melhor mantê-la por perto. Quando encontrá-la acordada às duas da manhã, chorando e apertando um livro contra o peito, prepare uma xícara de chá e abrace-a. Você pode perdê-la por um par de horas, mas ela sempre vai voltar para você. E falará como se as personagens do livro fossem reais – até porque, durante algum tempo, são mesmo.

Você tem de se declarar a ela em um balão de ar quente. Ou durante um show de rock. Ou, casualmente, na próxima vez que ela estiver doente. Ou pelo Skype.

Você vai sorrir tanto que acabará por se perguntar por que é que o seu coração ainda não explodiu e espalhou sangue por todo o peito. Vocês escreverão a história das suas vidas, terão crianças com nomes estranhos e gostos mais estranhos ainda. Ela vai apresentar os seus filhos ao Gato do Chapéu [Cat in the Hat] e a Aslam, talvez no mesmo dia. Vão atravessar juntos os invernos de suas velhices, e ela recitará Keats, num sussurro, enquanto você sacode a neve das botas.

Namore uma garota que lê porque você merece. Merece uma garota que pode te dar a vida mais colorida que você puder imaginar. Se você só puder oferecer-lhe monotonia, horas requentadas e propostas meia-boca, então estará melhor sozinho. Mas se quiser o mundo, e outros mundos além, namore uma garota que lê.

Ou, melhor ainda, namore uma garota que escreve.

Texto original: Date a girl who reads – Rosemary Urquico
Tradução e adaptação – Gabriela Ventura

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments

35 thoughts on “Namore uma garota que lê

  • 15 de agosto de 2011 em 20:14
    Permalink

    “Compre para ela outra xícara de café.” prefiro pedir que ela leia em voz alta pra q eu possa fazer parte. muito massa.

    Resposta
  • 15 de agosto de 2011 em 20:21
    Permalink

    Não parece má ideia, pelo menos vai compreender quando eu quiser jogar um RPG ou estiver lendo alguma aventura preparando-me para mestrar para amigos, quem uma assim não jogaria junto?

    Resposta
  • 16 de agosto de 2011 em 2:52
    Permalink

    Que texto magnífico, me reconheci: “Ela é a garota que lê enquanto espera em um Café na rua.”
    Lindo! Lindo! :o)))

    Resposta
  • 16 de agosto de 2011 em 13:25
    Permalink

    Lindo!! PERFEITO, a minha cara!

    Resposta
  • 16 de agosto de 2011 em 21:38
    Permalink

    Acho que conheci ou melhor, ainda conheço uma garota assim…kkkkkkk. ADOREI O TEXTO!!!

    Resposta
  • 17 de agosto de 2011 em 1:47
    Permalink

    Adorei… eu me encaixo nas duas situações, na garota que lê e na que escreve, um dia… pretendo publicar um livro! 😉

    Resposta
  • 17 de agosto de 2011 em 2:41
    Permalink

    Q emocionante….se encontrar um homem com tamanha sensibilidade, eu quero pra mim!!!

    Resposta
  • 17 de agosto de 2011 em 11:18
    Permalink

    Nossa, isso é demais,

    Resposta
  • 19 de agosto de 2011 em 16:23
    Permalink

    Será que essa Rosemary Urquico tem namorado? #autopromoção. Huahsuahusa

    Resposta
  • 20 de agosto de 2011 em 2:33
    Permalink

    Maneiro mas… Mulher assim não existe. Quer dizer, existe a leitora e a escritora, mas não o conceito que o texto fabrica dessas duas.

    Resposta
  • 23 de agosto de 2011 em 23:21
    Permalink

    que coisa mais linda. aggora alguém mostra isso pros meu paqueras.

    Resposta
  • 29 de novembro de 2011 em 12:33
    Permalink

    Muito bom esse texto!

    Resposta
  • 29 de novembro de 2011 em 13:10
    Permalink

    Nossa,que lindo! Adorei,texto muito.

    Resposta
  • 29 de novembro de 2011 em 13:29
    Permalink

    Belo texto. Pena que encontrar uma ‘garota que lê’, que ame a literatura, seja tão difícil…

    Resposta
  • 30 de novembro de 2011 em 13:44
    Permalink

    Odiei o texto. Lendo-o, pensei comigo que jamais namoraria uma garota dessas.

    O trecho sobre James Joyce, em especial, me deixou boquiaberto. A autora quis dizer que mulheres não são capazes de entender Ulisses ou que todos que dizem que entenderam só o fazem para parecer inteligente?

    Moralmente condenável.

    Resposta
  • 30 de novembro de 2011 em 14:20
    Permalink

    Que texto horrível, agora só pq uma pessoa lê ela é tudo o que há de maravilhoso? Não é arrogante? Não tem defeitos?
    Não namore uma pessoa apenas pq ela lê, namore uma pessoa que com todos os seus defeitos te faça sorrir e ficar com o coração quase explodindo, igual diz no texto.
    Namore alguém que você ama.

    Resposta
    • 30 de novembro de 2011 em 18:59
      Permalink

      Idealizações são trágicas, depois que a pessoa não te provoque sorrisos e não deixe seu coração a ponto de infartar, sobrará um animal a qual você sente desprezo. Não namoraria alguém mal-informada ou que lê Paulo Coelho e Augusto Cury.. Acho que não namoraria ninguém, além de mau humorado sou narcisista. Mas fico imaginando o porque isto te feriu, não há mal nenhum em namorar um analfabeto, mas depois não diga que seus pais não te alertaram…

      Resposta
  • 30 de novembro de 2011 em 17:15
    Permalink

    Chato pra caralho, prefira uma garota que lhe dê a bunda, que jogue video game..e que leia menos!

    Resposta
  • 30 de novembro de 2011 em 17:55
    Permalink

    como alguém disse no twitter: esse texto dá vontade de não ler nunca mais (e olha que cheguei só até a metade)

    Resposta
  • 30 de novembro de 2011 em 18:48
    Permalink

    Nossa… Nossa… Nossa!
    Isso é lindo demais! Eu nem leio tanto assim, mas é perfeito!
    <3

    ;*

    Resposta
  • 30 de novembro de 2011 em 19:56
    Permalink

    Cada comentário digno de pena… Alguns de pessoas que logo se nota que não lê e que provavelmente são bem escrotas. Se não gostou, dê sua opinião de forma decente! Educação manda lembranças.
    Bom, apesar de gostar dos dois textos, não concordo com tudo. Acho que boa parte deles rotulam. Mas ainda assim gostei.

    Resposta
  • 2 de dezembro de 2011 em 8:15
    Permalink

    perfiro namora uma que gosta de transa

    Resposta
  • 2 de dezembro de 2011 em 16:01
    Permalink

    Affe, os otários comentando… como se uma garota que lê não goste ou não faça as mesmas coisas que uma que não lê. me poupe.

    Resposta
  • 4 de dezembro de 2011 em 23:59
    Permalink

    Leio e achei esse texto ridículo.

    Resposta
  • 9 de dezembro de 2011 em 10:00
    Permalink

    É triste pensar que pessoas como algumas aí de cima só pensem em sexo e sexo e mais sexo, com certeza pessoas como essas
    si quer tem amigas, por que, se um dia soube-se as dores, os lamentos e cuidados que se deve ter com uma mulher não falariam de tal maneira.
    Ao “lucas” que prefere uma garota que goste de transa, meu lamentos, ela irá gostar tanto de transa, que fará “transa” com seus amigos, irmãos e outros que você nem conhece.
    Recomendo que namorem mesmo uma garota que lê, pois do nada, sem mais nem menos ela brigará com você e logo após te pedirá desculpa dizendo o quanto te ama>

    Resposta
  • 15 de dezembro de 2011 em 16:23
    Permalink

    Texto maravilhoso. Obrigada por compartilharem essas palavras lindas e verdadeiras conosco.

    “Namore uma garota que lê, ou melhor, uma garota que escreve” <3

    Adorei!

    Beijos =**

    Resposta
  • 23 de abril de 2012 em 3:09
    Permalink

    Super legal!
    É legal compartilhar um livro que achamos empolgante e emocionante com alguém querido =)

    Resposta

Deixe uma resposta para Daniel Damacena Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *