10 livros de vencedores do Nobel de Literatura que você deveria ler

Publicado originalmente na Exame.com

 Mario Vargas Llosa, Nobel de 2010. Travessuras da Menina Má. Homem reencontra paixão da adolescência em diversos países e épocas da vida. (Alfaguara Brasil, 304 páginas)


Herta Müller, Nobel de 2009. Depressões. Uma jovem conta o cotidiano de sua aldeia que fica entre a Romênia, a Hungria e a Sérvia. (Globo, 162 páginas)


Jean-Marie Gustave Le Clézio, Nobel de 2008. O Africano. O autor tenta esclarecer a figura do pai através de lembranças de quando era criança. (Cosac Naify, 136 páginas)


Doris Lessing, Nobel de 2007. O Sonho Mais Doce. A autora contesta a esquerda, o feminismo, as terapias alternativas e outros eventos do século 20. (Companhia das Letras, 448 páginas)


Orhan Pamuk, Nobel de 2006. A Vida Nova. Jovem universitário em Kabul conta suas experiências de chegada à fase adulta. (Presença II, 296 páginas)


Harold Pinter, Nobel de 2005. Guerra. Livro de poesias. (Quase Edições, 48 páginas)


Elfriede Jelinek, Nobel de 2004. A Pianista. Mulher obcecada pelo próprio fracasso é explorada pela mãe. (Tordesilhas, 320 páginas)


John Coetzee, Nobel de 2003. Verão. Autobiografia composta por uma trilogia que contém Infância e Juventude. (Companhia das Letras, 280p.)


Imre Kertész, Nobel de 2002. Liquidação. Escritor que se matou deixou texto para uma peça de teatro, durante a pesquisa da peça, o ator descobre várias coisas sobre o autor. (Companhia das Letras, 112 páginas)


Vidiadhar Naipaul, Nobel de 2001. Os Mímicos. Exilado político vive no subúrbio de Londres. (Companhia das Letras, 320 páginas)


Gao Xingjian, Nobel de 2000. A Montanha da Alma. Narra viagem do autor à China e a descoberta de etnias, culturas e paisagens. (Alfaguara Brasil, 420 páginas)

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *