3 thoughts on “Só a leitura salva?

  • 18 de novembro de 2011 em 10:11
    Permalink

    Adorei o vídeo. Realmente muito interessante e nos desperta à curosidade para lermos mais e incentivarmos aos demais a esta prática.

    Resposta
  • 18 de novembro de 2011 em 18:20
    Permalink

    Nesse site: http://meiobit.com/93534/so-a-leitura-salva/
    possui uma discussão sobre esse vídeo. Bem legal.

    Bem…

    É fácil explicar o porquê dos Brasileiros agirem dessa forma, questionando o real valor dos livros. A razão é que, no Brasil, temos uma cultura voltada à criação de SERVIÇOS e não de PRODUTOS.
    Para criar serviços, apenas são necessárias pessoas (qualquer uma com braços e pernas), já para criar produtos, é necessário PENSAR (imaginando como melhorar a vida da sociedade), juntar o conhecimento adquirido de todas as pessoas que já pisaram na terra e abstrair eles (tentando explicar para si mesmo, da melhor forma possível, determinado assunto), para assim, criar algo novo.

    O que eu quero dizer com isso? Bem, que PENSAR é difícil.

    Isso significa que em nosso país, é MUITO mais fácil encontrar alguém para fazer uma faxina ou construir tijolo por tijolo um novo quarto para sua casa, do que achar um engenheiro que esteja desenvolvendo um robô para fazer esses trabalhos braçais. Não é difícil encontrar pessoas que tenham um bom conhecimento em ferramentas de design/ edição de fotos, mas experimente procurar alguém com capacidade de criar A PRÓPRIA ferramenta (Photoshop, por exemplo).

    Essa é a desvantagem dos serviços em relação aos produtos, é a razão de países em desenvolvimento não fazerem partes do G7. Enquanto passamos os anos gerando milhões de toneladas de soja para vender ao mundo para que gere riqueza em nosso país, na Alemanha, são desenvolvidos aviões-caça, trens-bala, sendo que, com apenas a venda de ALGUMAS UNIDADES dessas altas tecnologias, os tornam capazes de ultrapassar a riqueza de várias nações, inclusive a nossa.

    Mas o que tudo isso tem haver com o assunto em questão? Bem, em um país onde TODOS são educados para serem empregados (atuando no mundo de forma passiva), para ter um conhecimento RASO sobre todos os assuntos, para correr inscrevendo-se em concursos para nível superior logo após o recebimento do diploma universitário, não me surpreende que as pessoas não vejam a(o) importância/valor dos livros, por que realmente, para agirem/viverem dessa forma, não existe necessidade alguma de leitura que exija pensar, refletir, buscar conhecimento e soluções para melhorar não só a sua vida, mas o mundo. Talvez de decoreba…

    Felizmente, como diria nosso amigo CAZUZA, “O tempo não para”, e com o passar dos anos, com o aumento de informações, foram criadas ferramentas para ajudar-nos a receber toda essa imensa quantidade de dados que temos hoje, sendo a melhor delas, a INTERNET (mesmo não a usando nem 0.3% do seu potencial). Então meus amigos, se vocês entram todo dia na internet e lêem notícias como essa, saibam que já está de bom tamanho, dado a situação atual.

    E não se preocupem, eu também vivo nessa MATRIX de problemas. De vez em quando consigo desplugar-me e viver no mundo real, mas como sou muito polêmico (chamando atenção), as máquinas sempre me capturam.

    Resposta
  • 19 de novembro de 2011 em 0:05
    Permalink

    emocionante, pode ate ser q funcione… quem se habilita?

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *