Escola troca seguranças por professores de artes e melhora desempenho de alunos

Orchard Gardens, em Boston, chegou figurar entre as cinco piores do estado americano de Massachusetts e pulou para uma das que aprimorou o ensino mais rapidamente
Escola chegou a proibir que alunos levassem mochilas por medo de armas escondidas

Corredor da Orchard Gardens é decorado com obras de artes dos alunos www.bostonpublicschools.org
Corredor da Orchard Gardens é decorado com obras de artes dos alunos www.bostonpublicschools.org

Publicado em O Globo

RIO – Cercado por crianças indisciplinadas e pelo aumento de violência dentro das salas de aula, o diretor de uma escola pública de ensino médio da cidade de Boston, nos Estados Unidos, tomou uma medida que, à primeira vista, pareceu loucura: ele demitiu todos os funcionários da segurança e, com o dinheiro, reinvestiu contratando professores de arte.

Em menos de três anos, o colégio Orchard Gardens, que figurava entre os cinco piores do estado Massachusetts, tornou-se uma das unidades onde houve maior salto de qualidade no aprendizado de alunos. O segredo?

– Não há um único jeito de se fazer uma tarefa. E a arte te ajuda a compreender isso. Se você levar isso a sério, o mesmo acontecerá na parte acadêmica e em outras áreas. Eles precisam mais do que um teste preparatório e mais do que simplesmente responder de um jeito uma questão – disse à rede de TV NBC o diretor Andrew Bott, o sexto a gerir a unidade em menos de sete anos.

Ao assumir a direção da Orchard Gardens em 2010, Bott chegou a ouvir de seus colegas que a escola era conhecida como a “matadora de carreiras” dentro da rede estadual de Massachusetts.

Construída em 2003 para ser uma referência no mundo das artes, a Orchard Gardens nunca alcançou esse objetivo. O estúdio de dança era usado como depósito, e instrumentos de orquestra estavam praticamente intactos. A violência chegou a tal ponto que alunos foram proibidos de levar mochilas. Tudo para se reduzir a incidência de armas em sala de aula. Cerca de 56% dos mais de 800 alunos da escola são descendentes de latinos, e outros 42% são considerados negros.

Mas com a substituição de seguranças por professores de arte, as paredes dos corredores viraram muros de exposição, os entulhos no estúdio deram espaço às aulas de dança e a orquestra voltou a tocar. De acordo com Bott, o contato com as artes deixou os alunos mais motivados e com maior espírito de empreendedorismo.

Um dos alunos, Keyvaughn Little, conseguiu ser aceito na disputada Academia de Artes de Boston, única escola pública do estado especializada em artes visuais e de performance.

– Todas as aulas extra-classe e a maior atenção que recebemos nos faz pensar ‘eu realmente posso ter um futuro nisso e não preciso ir para uma escola regular. Posso ir para uma escola de artes – afirmou Keyvaughn à NBC.

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments

5 thoughts on “Escola troca seguranças por professores de artes e melhora desempenho de alunos

  • 4 de maio de 2013 em 22:30
    Permalink

    Valério Santos e Luiz Rocha. Soube semana passada pela internet, que as escolas de Volta Redonda, RJ, há dez anos incluíram a música nas escolas e o índice da delinquência juvenil, diminuiu mais de 90%. Não sou Professor, mas enviei e-mail para a sec Educação e pedi para ser atendido pelo responsável, para me inteirar adequadamente e depois, enviar à SMC/RJ, em detalhes, bem como, para comparar com as medidas tomadas por Eduardo Paes, inacreditáveis. Falarei apenas sobre a ordem para acabar com todos os Núcleos de Artes das escolas (depois verifiquei que algumas CREs, lograram êxito na continuação dos núcleos, como a 8ª CRE/Bangu). Pessoalmente fui ao CIEP, da Rua Moranga, não lembro o nome, tendo a entrada barrada. Na calçada, entrevistei vários alunos, todos muito aborrecidos, conhecendo muitas histórias, como a de um bailarino, que já se apresentou em várias casas. Que muitos amigos, já declararam usar o tempo perambulando pelas ruas, etc etc. Por curioso, nota-se posturas diferentes, como a de Bangu, não aderindo ao maquiavelismo do Prefeito.

    Justamente neste período até 2016, que o Brasil é a Capital Mundial dos Esportes, fato que representa grande fator motivador, o Prefeito age em contrário à presença de um clima festivo e esperançoso..

    Resposta
  • 6 de maio de 2013 em 20:01
    Permalink

    A Pedagogia Waldorf criada há mais de cem anos por Rudolf Steiner tem no seu currículo artes em todos os anos. Onde há arte há liberdade.

    Resposta
  • 30 de maio de 2013 em 15:37
    Permalink

    A arte está no nosso cotidiano desde que abrimos os olhos para um novo dia até a hora que os fechamos para descansar. Tudo ao nosso redor é arte.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *