Aplicativo Wattpad une autores e leitores com textos mais curtos on-line

Allen Lau, presidente-executivo do Wattpad (Foto: Chris Young/The New York Times)
Allen Lau, presidente-executivo do Wattpad (Foto: Chris Young/The New York Times)

David Streitfeld, no The New York Times [via Folha de S.Paulo]

Se no ano de 1841 nova-iorquinos emboscavam viajantes chegados da Inglaterra para perguntar se a protagonista Nell Trent -do clássico de Dickens “A Loja de Antiguidades”- tinha morrido, em 2014 eles recorrem aos celulares para acompanhar as aventuras de Tessa e Harry, que se conheceram na universidade e criaram um relacionamento inspirador.

A autora, Anna Todd, 25, usa o aplicativo de ficção Wattpad. A cada alguns dias, um novo episódio da tórrida história do casal de “After” (“Após”) era postado. Momentos depois de publicar o capítulo 278, a ex-estudante universitária em Austin (Texas) contou que era o fim.

O primeiro comentário surgiu 13 segundos depois. No dia seguinte, já havia 10 mil comentários. “After” tem mais de 1 milhão de leitores, indica o Wattpad.

A internet há muito promoveu uma reorganização nas editoras e nas vendas de livros. Agora, a tecnologia está transformando a escrita de ficção, no passado a mais solitária e exigente das artes, em próximo da definição oposta. É uma prática social, informal e íntima, com resultados compostos e consumidos instantaneamente.

O Wattpad é o líder nesse novo ambiente narrativo, com mais de 2 milhões de escritores produzindo 10 mil textos ao dia para 20 milhões de leitores, em uma conectada rede social internacional.

Quando Jeff Bezos, CEO da Amazon, se questiona sobre a possibilidade de que surja algo capaz de tirar a liderança de sua empresa nos livros eletrônicos, ou Mark Zuckerberg, fundador do Facebook, pondera se a rede social será desertada pelos jovens, é bem provável que o Wattpad esteja em seus pensamentos.

Boa parte dos trabalhos mais populares do aplicativo (seja em inglês ou em português) são dirigidos a mulheres jovens e extraem sua energia das fileiras dos praticantes de “fan fiction” -Harry, de “After”, foi inspirado por Harry Styles, galã adolescente da banda One Direction. Outros hits são contos de vampiros à la “Crepúsculo” e tramas de mistério.

Os autores -que não são remunerados pelo trabalho- propõem histórias, as reformulam, abandonam e apagam quando querem. Trata-se de uma escrita reinventada para o mundo móvel, em que a atenção é fragmentada.

“Quase todos os nossos autores publicam seu conteúdo em forma seriada”, explica Allen Lau, o presidente-executivo do Wattpad, com sede em Toronto (Canadá) e cerca de 70 funcionários.

“Um texto de 2.000 palavras equivale a mais ou menos dez minutos de leitura. Isso permite que os leitores se ocupem, por exemplo, enquanto esperam numa fila.”

PROXIMIDADE

Outra característica marcante do Wattpad é eliminar a distância entre escritor e leitor. “Minha prioridade são os fãs”, diz Rebecca Sky, cujo romance “The Love Curse” (“A Maldição do Amor”) atraiu público numeroso.

“Se você procurar uma editora e disser que tem 15 mil leitores, isso contará mais do que uma pessoa sem qualquer seguidor que surja de seu porão com um manuscrito perfeito”, diz Sky.

Além de permitir que leitores postem comentários públicos, o Wattpad deixa que enviem mensagens privadas ao autor, votem em um texto e se tornem fãs dele.

Os fãs também podem dedicar capítulos de suas histórias a outros escritores, criar capas para seus livros e fazer imagens e vídeos para o YouTube e para o Pinterest.

Agora, o setor editorial tradicional está acompanhando o Wattpad de perto. Não apenas como fonte de novos talentos, mas em busca de técnicas para estimular o envolvimento dos leitores.

WATTPAD
iOS, Android
ONDE wattpad.com
QUANTO Gratuito

Tradução: Paulo Migliacci

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments

One thought on “Aplicativo Wattpad une autores e leitores com textos mais curtos on-line

Deixe um comentário para Carina Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *