É melhor ser um ótimo mecânico do que um engenheiro medíocre

BXP64667

Sabine Righetti, no Abecedário

Esses dias eu me deparei com o processo interessante de escolha da universidade por um jovem alemão e resolvi trazer a discussão para o blog.

Estudioso e com perfil acadêmico, ele quer cursar economia.

Tem em mente uma preocupação: fazer um curso mais teórico e menos prático, desses com disciplinas em empresas e estágios.

Na Alemanha, os jovens vão para a universidade dependendo da sua aptidão.

Isso é possível porque lá os salários não variam tanto entre um mecânico e um engenheiro.

O sistema alemão sabe que é melhor garantir um ótimo mecânico do que um engenheiro medíocre.

No Brasil, a lógica é muito diferente.

Aqui um mecânico muito bom provavelmente estará se esforçando para entrar na universidade –mesmo que seja em curso de, a ver, direito.

ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS

Em terras tupiniquins dificilmente as escolhas profissionais estão ligadas a aptidões como acontece na Alemanha, mas sim a uma série de outras questões. Salário é a principal delas.

Quer um exemplo?

Alguém aqui acredita que a maioria dos brasileiros tem aptidão para “administração de empresas”?

Esse é o curso com mais matriculados no Brasil: um em cada seis estudantes universitários faz administração (leia mais sobre isso aqui).

Além disso, a escolha da universidade no Brasil dificilmente passa por um critério como perfil do “curso mais ou menos prático”, como acontece na Alemanha.

MAIS MECÂNICOS

Não se trata, obviamente, de subir em um palanque contra o ensino superior. Pelo contrário.

Apenas 14% dos nossos estudantes em idade universitária (18 a 24 anos) estão em salas de aula de instituições de ensino superior. É claro que precisamos de muito mais do que isso.

Mas nem todo mundo tem aptidão para a universidade e, pior, muita gente pode estar deixando para trás aptidões preciosas –como a mecânica– para entrar em uma sala de aula em busca de melhores salários.

Quanto ganha um país em que ótimos mecânicos fazem direito?

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments

One thought on “É melhor ser um ótimo mecânico do que um engenheiro medíocre

  • 24 de abril de 2014 em 13:13
    Permalink

    Difícil imaginar como isso funciona. Para mim o trabalho intelectual sempre deveria superar o trabalho manual, não que isso seja uma opinião fechada ou que minha cabeça seja assim. É apenas a forma como fui ensinado a pensar.

    Inclusive eu fiz um curso que não gostei muito só para ter um ótimo salario, e tenho… Entretanto às vezes me bate uma infelicidade de não ter realizado alguns sonhos.

    Gostei dessa noticia, me fez parar para pensar na vida, universo e tudo mais!

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *