Partes inéditas do ‘Guia do Mochileiro das Galáxias’ serão publicadas

Publicado por Folha de S.Paulo

Trechos inéditos da série de livros “O Guia do Mochileiro das Galáxias”, do britânico Douglas Adams, serão publicados em uma nova biografia do autor, morto em 2001.

Segundo informa o jornal “The Guardian”, os textos foram encontrados nos arquivos de Adams por seu novo biógrafo, JL Roberts, que teve livre acesso ao material, com permissão da família do autor.

Os escritos são rascunhos do primeiro e segundo livros da série de ficção científica de Adams, que lhe rendeu uma legião de fãs ao redor do mundo, com direito a uma data comemorativa nerd, 25 de maio, quando os leitores fiéis do “Guia…” saem às ruas carregando suas toalhas (no livro, o utensílio é considerado essencial para qualquer mochileiro interestelar).

O escritor britânico Douglas Adams, morto em 2001 aos 49 anos - Divulgação
O escritor britânico Douglas Adams, morto em 2001 aos 49 anos – Divulgação

Roberts pretende lançar a biografia “The Frood” (gíria criada por Adams para se referir a um cara incrível) em outubro deste ano no Reino Unido, pela editora Preface, braço da Random House.

“Nenhuma dessas coisas está terminada”, disse o biógrafo sobre os textos encontrados. “É muito importante contextualizar este material de forma apropriada…. eu entendo pessoas achando que esse é um material bruto, que ele não queria que fossem vistos. Eu passei parte do livro me perguntando o que Douglas gostaria… mas há tantas piadas boas de Douglas Adams que foram completamente seladas nos últimos 20 anos. Acho maravilhoso que finalmente vamos poder ler algumas dessas coisas”, completou.

“O Guia…” surgiu como um programa de rádio da BBC que, com o sucesso, deu origem a uma série de cinco livros. A história tem início com a destruição da Terra por alienígenas burocráticos que pretendem construir uma via expressa intergaláctica, passando por cima do planeta.

Warwick Davis, Martin Freeman e Mos Def em cena do filme 'O Guia do Mochileiro das Galáxias' / Divulgação
Warwick Davis, Martin Freeman e Mos Def em cena do filme ‘O Guia do Mochileiro das Galáxias’
/ Divulgação

O protagonista, Arthur Dent, é um britânico pacato, com a sorte de descobrir que seu melhor amigo, Ford Prefect, é um mochileiro de outra galáxia que decide levá-lo com ele para o espaço. Entre os demais elementos cômicos da obra estão um robô depressivo, um galã de duas cabeças e uma máquina de improbabilidades responsável por criar situações absurdas.

A história ganhou também uma adaptação cinematográfica, lançada em 2005 com Martin Freeman, Mos Def e Zooey Deschanel no elenco, além de narração do comediante Stephen Fry.

Esta não será, porém, a primeira publicação póstuma de Adams. Em 2002 foi lançado a obra “O Salmão da Dúvida”, um apanhado de fragmentos de um romance inacabado, recuperado de seu hard drive. Ninguém até agora havia pensado, porém, que o escritor, fascinado pela tecnologia, havia deixado também um trilha de papeis.

“As pessoas provavelmente pensaram que ele havia feito uma fogueira com sua papelada, mas há caixas e caixas de cadernos, várias coisas datilografadas, papeis impressos do computador…. foi um trabalho enorme”, comentou Roberts.

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *