Professor diz que deu ‘aula’ para provar não ser ladrão

Publicado por Folha de S.Paulo

Professor de história da rede estadual, André Luiz Ribeiro, 27, afirma que “deu uma aula de dez minutos sobre a Revolução Francesa” a um grupo de bombeiros para provar sua identidade.

O caso aconteceu, de acordo com seu relato, no último dia 25, na região de Parelheiros, zona sul de São Paulo. O Corpo de Bombeiros nega.

Ribeiro conta que, enquanto fazia sua corrida de rotina, foi confundido com um dos três ladrões que haviam acabado de levar R$ 450 de um bar próximo. “Me acorrentaram na rua. Um grupo de 15 a 30 pessoas me agrediu”, diz.

André Luiz Ribeiro, 27, que disse ter sido confundido com ladrão na zona sul de São Paulo / Ronny Santos/Folhapress
André Luiz Ribeiro, 27, que disse ter sido confundido com ladrão na zona sul de São Paulo / Ronny Santos/Folhapress

O docente afirma que só parou de ser espancado quando uma equipe de bombeiros que passava pelo local conteve os agressores.

Por estar sem documento, Ribeiro afirma que lecionou Revolução Francesa para provar ser professor. “Foi um dos bombeiros que pediu”, diz.

O Corpo de Bombeiros disse que as declarações “são improcedentes” e que “em nenhum momento houve desrespeito ou deboche”.

Mesmo assim, Ribeiro foi preso e indiciado sob suspeita de roubo qualificado -por uso de arma de fogo e ação em grupo. Foi solto após dois dias, por decisão da Justiça.

Segundo o delegado André Antiqueira, o dono do bar disse à polícia que o professor participou do roubo.

“À Polícia Civil cabe ir atrás dos outros dois autores. É a Justiça quem vai dizer, com base nas provas, se ele é ou não autor desse crime”, diz.

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *