Alunos de escolas públicas são mais decididos na hora de escolher a profissão, diz pesquisa

Os dados são de um estudo realizado pela Universidade Anhembi Morumbi no primeiro trimestre

513jz2ncsv_8iknb4gwtk_file

No Estado de São Paulo, 62% dos estudantes de ensino médio de escolas públicas já escolheram suas áreas de estudo na faculdade, enquanto 53% dos alunos das instituições privadas definiram com o que querem atuar profissionalmente.

Os dados são de um estudo realizado pela Universidade Anhembi Morumbi e foram coletados no primeiro trimestre deste ano.

Segundo a instituição organizadora, os resultados ajudam a entender o perfil dos alunos que estão prestes a ingressar em cursos universitários.

Cerca de 17.000 estudantes do terceiro ano do ensino médio de escolas públicas e privadas da capital paulista e da grande São Paulo participaram da pesquisa. Dentre os entrevistados, 38% são oriundos de escolas públicas e 62%, de escolas privadas.

Preferidos

— Um ponto de destaque da pesquisa é o surgimento de cursos pouco comuns na escolha dos estudantes, como o de Gastronomia, que está entre as opções dos alunos, ressalta Luciano Romano, coordenador da pesquisa na Anhembi Morumbi.

Os cinco cursos mais procurados pelos alunos de instituições públicas são: administração, que manteve o primeiro lugar nos resultados da pesquisa de 2013 e de 2014; engenharia civil, que saiu do quinto lugar em 2013 e foi para o segundo lugar neste ato, psicologia, medicina e gastronomia.

Entre alunos das instituições privadas, as principais carreiras de escolha por ordem de preferência são: medicina, administração, engenharia civil, psicologia e jornalismo.

Para Romano, os resultados “também são reflexo da movimentação do mercado e das profissões que mais se destacam e que, muitas vezes, acabam se tornando a escolha dos alunos”.

Fonte: R7

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *