Parada técnica nas vendas da lista

Cassia Carrenho, no PublishNews

Numa semana de poucas mudanças, destaque vai para o livro ‘Cinquenta anos esta noite’ (Record), de José Serra

A lista parece a da semana anterior, mas não é. Aparentemente todos pediram uma parada técnica para tomar água e esperar a Copa acabar. A lista geral dos mais vendidos não teve nenhuma novidade e ainda teve uma queda de cerca de 20%, comparada a última semana.

A culpa é das estrelas (Intrínseca), vendeu quase 10 mil exemplares a menos, mas continua absoluto em primeiro lugar. A única mudança nos primeiros lugares das categorias foi a de negócio, Sonho grande (Primeira Pessoa) voltou ao topo vendendo 889. Para se ter uma ideia, esse mesmo livro vendeu 1.059 na última semana, e estava em segundo lugar.

O destaque da semana não foi nenhum livro sobre futebol, mas de alguém que também se acostumou com disputas, jogos e adversários, o livro de José Serra, Cinquenta anos esta noite (Record) alcançou o terceiro lugar na lista de não ficção, com 1.059 exemplares.

Outras novidades foram: ficção, Noiva irresistível (Universo dos Livros); autoajuda, Nada fica sem resposta e Nem tudo está perdido, ambos da Lumen Editorial; negócios, Previsivelmente irracional (Campus RJ).

No ranking semana das editoras as três primeiras colocadas tiveram o mesmo número de títulos da semana passada: Sextante, 14, Intrínseca, 12 e Record, 11.

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *