Concurso Cultural Literário (81)

capa seja feliz

LEIA UM TRECHO

Seja feliz hoje – O caminho do contentamento explica as origens de um sistema de pensamento que leva muitos a buscarem a felicidade onde ela não está; mostra de forma crítica as consequências de cristãos abraçarem filosofias perigosas para a família e a Igreja; propõe reflexões, em busca de soluções, e expõe realidades bíblicas para que se viva, como Paulo ensinou em Filipenses, de forma adaptável na escassez ou na fartura, na paz ou na angústia, nas montanhas e nos vales da vida.

Na obra, Helena Tannure se mantém fiel ao estilo que a destacou nos púlpitos: popular, direto, aberto e confrontador, mas, ainda assim, encorajador. Ela põe o dedo nas feridas, expõe os problemas sem meias palavras e, ao mesmo tempo, aponta caminhos e compartilha forças para buscar a mudança. Helena desnuda fraquezas e imperfeições de todos nós, sem transparecer vontade de agradar a qualquer pessoa que seja antes do próprio Deus. No entanto, ela o faz sem enveredar pelo caminho das palavras amargas ou intimidadoras, trilhado muitas vezes por aqueles que exortam de púlpito. A simpatia sorridente e o carisma lhe renderam a admiração e o carinho de quem já a ouviu pregar o evangelho. Tampouco ela cai na tentação vaidosa de pregar em tons elitistas, acadêmicos ou rebuscados, em vez disso fala com simplicidade, alcançando o coração de todos que a ouvem.

Vamos sortear 3 exemplares de “Seja feliz hoje – O caminho do contentamento“, lançamento da Mundo Cristão.

Para participar, descreva na área de comentário uma atitude prática para trilhar o caminho do contentamento (use no máximo 3 linhas).

O resultado será divulgado dia 12/8 neste post.

Participe e #sejafelizhoje! 🙂

***

Parabéns aos ganhadores: Daniele de OliveiraCelio AlmeidaDaivid Silva. \o/

Por gentileza enviar seus dados completos para [email protected] em até 48 horas.

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments

25 thoughts on “Concurso Cultural Literário (81)

  • 15 de julho de 2014 em 10:18
    Permalink

    Lembrar sempre que o nosso lugar não é aqui

    Resposta
  • 15 de julho de 2014 em 21:27
    Permalink

    Uma atitude prática para trilhar o caminho para o contentamento é olhar para a paisagem e não para as pedras que estão no caminho.

    Resposta
  • 16 de julho de 2014 em 13:36
    Permalink

    Agradecer a Deus todas as manhãs aquilo que temos. A gratidão dá alegria!

    Resposta
  • 16 de julho de 2014 em 13:39
    Permalink

    Uma atitude prática para trilhar o caminho do contentamento está em não apenas desejar a felicidade, mas buscá-la, independente do que vivamos, entendendo que “a nossa leve e momentânea tribulação produz para nós um peso eterno de glória mui excelente”

    Resposta
  • 16 de julho de 2014 em 16:08
    Permalink

    Devemos olhar em primeiro lugar para dentro de nós, encontrar um sentido para onde queremos chegar e ter a convicção de que o que nos torna realmente felizes, são as relações interpessoais que construímos e a intensidade com que elas nos tocam e nos fazem crescer.

    Resposta
  • 17 de julho de 2014 em 9:14
    Permalink

    Já dizia Agostinho: “Fizeste-nos, Senhor, para Ti, e o nosso coração anda inquieto enquanto não descansar em Ti.” Trilhar o caminho do contentamento é buscar Àquele que é a fonte de toda paz, amor, alegria e graça, até que estejamos plenamente satisfeitos em Deus.

    Resposta
  • 18 de julho de 2014 em 9:28
    Permalink

    O caminho do contentamento vem quando prestamos mais atenção naquilo que o nosso coração preciso, do que no que ele deseja ter.

    Resposta
  • 18 de julho de 2014 em 9:34
    Permalink

    Uma atitude: disciplinar meu olhar. Discipliná-lo a ver as aves dos céus, que nosso Pai celeste as sustenta. Discipliná-lo a ver os lírios, que são vestidos de beleza por nosso Deus, discipliná-lo a sentir que bondade e misericórdia estão nos seguindo sempre. Inspirar o amor de Deus, Ele cuida das aves, dos lírios e de mim. ; )

    Resposta
  • 18 de julho de 2014 em 10:54
    Permalink

    Viver com um coração de gratidão, lançando fora toda murmuração.

    Resposta
  • 18 de julho de 2014 em 19:02
    Permalink

    Sorrir e acreditar que o dia que nasce será melhor do que o que se foi .

    Resposta
  • 22 de julho de 2014 em 9:14
    Permalink

    Agradecer. Ser grato por tudo o que Deus já nos deu é um passo importante para trilhar o caminho do contentamento. Um coração grato é mais feliz.

    Resposta
  • 22 de julho de 2014 em 14:13
    Permalink

    Vemos juntos cristãos que não conseguiram descobrir em Cristo a verdadeira felicidade com as pequenas bênçãos que Ele nos da todos os dias. Creio q este livro leva a esse entendimento.

    Resposta
  • 25 de julho de 2014 em 9:29
    Permalink

    Para trilhar o caminha do contentamento, é preciso ter fé, ser positivo e envarar os problemas com bastante humor e paciência, somente assim poderemos ter uma vida mais tranquila com felicidade e amor.

    Resposta
  • 27 de julho de 2014 em 11:44
    Permalink

    É amar a Deus sobre todas as coisas e olhar com fé para a vida!

    Resposta
  • 27 de julho de 2014 em 19:18
    Permalink

    Uma atitude prática para trilhar o caminho do contentamento: entregar-se dia após dia a vontade de Deus, pois quando fazemos isso, nos contentamos com o que temos/somos, pois estamos no centro da vontade de nosso Bem Maior: Jesus Cristo.

    Resposta
  • 28 de julho de 2014 em 13:35
    Permalink

    O caminho do contentamento é o mesmo que dizer andar em satisfação, satisfeitos.
    A palavra nos diz em Isaías 43:11 – Eu, eu sou o Senhor, e fora de mim não há Salvador.
    Também diz em João 8:12 – Eu sou a luz do mundo; quem me segue não andará em trevas, mas terá a luz da vida. A palavra nos da a prática, o trilho, e Jesus já é o próprio caminho.
    Devemos andar na sua vontade e dar crédito a sua escolha perfeita, pois é o suficiente para nós. Sofremos muito, quando buscamos o contentamento fora dessa suficiência que só Deus tem, fora dele não há. E eu meio a esta escolha errada, consequentemente andamos dia após dia, mais e mais, em trevas. Deus tem propósitos para nós e fomos criados para a sua glória.
    Viver tentando algo que está fora deste propósito, é viver insatisfeito, infeliz.

    – Melhor é crer que Deus e seu propósito em nós é o suficiente para nós.
    Melhor é crer que fora dele não há contentamento, salvação.
    Melhor é chegar nestes dois entendimentos já citados, para enfim seguir a luz da vida.

    Email: [email protected]

    Resposta
  • 29 de julho de 2014 em 10:01
    Permalink

    O caminho do contentamento é sempre viver conforme a lei de Deus, buscando aprimorar e compartilhar todo o ensinamento com as pessoas que nos cercam.

    Resposta
  • 30 de julho de 2014 em 15:42
    Permalink

    Perdoar sempre, ser grato por tudo, ver a beleza das pequenas coisas da vida e parar de achar que o que o outro tem é melhor e mais interessante que o meu.

    Resposta
  • 1 de agosto de 2014 em 10:02
    Permalink

    Meu Contentamento é todos os dias lembrar que o Senhor é por mim. É lembrar que me preocupar com o amanhã não irá muda-lo. E, lembrar que os principios da sociedade atual (fama, sucesso, poder, egocentrismo) não norteiam minha vida.

    Resposta
  • 14 de agosto de 2014 em 0:31
    Permalink

    Eu ganheii!! Uhuuh!! Obrigada! Ansiava muito por este livro.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *