Professora de Porto Velho lança livro sobre autoajuda infanto-juvenil, em RO

Autora analisa discursos utilizados por autores de obras de autoajuda.
Lançamento acontece sábado, 19, no Colégio Dom Bosco em Porto Velho.

img_2075

Gaia Quiquiô

A professora doutora de línguas vernáculas Marília Pimentel lança neste sábado (19) o livro “Livros de autoajuda adaptados ao público infanto-juvenil intitulado ‘Estratégias Linguístico-Discursivas’, no auditório do Colégio Dom Bosco, em Porto Velho. A ideia surgiu a partir de uma pesquisa realizada em 2012 durante o doutorado da autora, com a proposta de investigar a literatura de autoajuda destinada a crianças e adolescentes.

Marília afirma que é primeira pesquisadora a realizar um estudo sobre adaptações de livros de autoajuda para o público infanto-juvenil no Brasil. Segundo ela, pesquisas evidenciam um discurso dos autores que se propõem a dar um saber ao leitor de ser bem sucedido e ganhar dinheiro. Entretanto, ela diz que se questionou sobre o foco dos temas voltados para as crianças, sem o lado fantasioso e imaginativo, e estudou o comportamento da sociedade para entender as estratégias que muitos autores utilizam para despertar o interesse no leitor.

O livro analisa quatro autores e livros de autoajuda infantis, que são ‘Quem mexeu no meu queijo – para crianças’, ‘Pai rico, pai pobre – em quadrinhos’, ‘Os sete hábitos dos adolescentes altamente eficazes’ e ‘Pai rico, pai pobre – para jovens’. A autora pretende expor uma competência para que a criança seja moldada desde pequena ao mundo adulto, corporativo e de negócios, mostrando quais são estratégias usadas na construção de obras destinada ao público infanto-juvenil.

“Espero que meu livro seja lido por professores, educadores e pais, para que possam alertar as pessoas que indicam as leituras para crianças, sobre os discursos adotados nos livros, que tentam moldar as crianças à maturidade precoce, dentre outros efeitos que esses discursos resultam”, disse Marília. A autora convida os leitores que se interessam pelo comportamento da sociedade contemporânea a dialogar, por meio das formas de leitura.

A autora
Marília Pimentel atualmente é chefe do Departamento de Línguas Vernáculas da Universidade Federal de Rondônia (Unir), professora e pesquisadora desde 1998, e lecionou durante 11 anos no ensino fundamental e médio da rede pública e privada, com as disciplinas de português, redação e literatura. A professora se especializou em Linguística Aplicada, fez mestrado em Teoria Literária e doutorado em Linguística e Língua Portuguesa.

Fonte: G1

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *