Concurso Cultural Literário (85)

capafinal

Como você reagiria diante da possibilidade de se tornar sócio de Deus e poder contar com a ajuda dele para alavancar sua vida profissional e financeira?

A ideia pode parecer ousada, mas a Bíblia nos mostra que Deus quer participar de nossa vida como um todo, e não apenas da parte espiritual. Jesus abordava com frequência temas como trabalho, carreira e negócios e aproveitava as situações cotidianas para semear valores e promover mudanças.

Em Sociedade com Deus, os autores do consagrado As 25 leis bíblicas do sucesso voltam a se aprofundar na sabedoria milenar da Bíblia e apresentam as leis para quem deseja atingir um padrão ainda mais alto de sucesso e excelência com a condição de ter fé em Deus e buscar firmar uma parceria com ele.

Nessa sociedade, como em qualquer outra, cada lado tem direitos e deveres, ônus e bônus. Deus vai entrar com o “capital” e o “trabalho” dele e espera que você faça a sua parte para que o projeto decole e renda frutos a ambos.

Os princípios aqui reunidos formam um plano de ação para que você alcance uma nova dimensão de ética e serviço ao próximo, tornando-se uma pessoa íntegra, buscando superar-se em tudo o que faz e cuidando das pessoas à sua volta.

LEIA UM TRECHO

 

Vamos sortear 3 exemplares de “Sociedade com Deus“, novo livro de William Douglas e Rubens Teixeira. A obra é uma continuação de “As 25 leis bíblicas do sucesso”, best-seller que já vendeu mais de 180 mil exemplares.

Para participar, responda: o que você faria se fosse chamado para ser sócio de Deus? Responda em no máximo 4 linhas.

Se usar o Facebook, por gentileza deixe seu e-mail de contato.

O resultado será divulgado dia 9/9 neste post.

Participe! 🙂

***

Parabéns aos ganhadores: Mariana NerisClaudio FrancoPriscilla Matsumoto. \o/

Por gentileza enviar seus dados completos para [email protected] em até 48 horas.

 

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments

23 thoughts on “Concurso Cultural Literário (85)

  • 11 de agosto de 2014 em 17:41
    Permalink

    Sinceramente, não sei se estaria a altura, por isso, pediria Deus que me ensinasse tudo aquilo que a minha capacidade pudesse aprender e eu absorveria cada instante com Deus.

    Resposta
  • 13 de agosto de 2014 em 10:26
    Permalink

    Eu aceitaria,requereria suas idéias,fazendo-o meu majoritário,pois eu saberia que teria o melhor negócio do mundo,pois meu sócio seria o que criou as pessoas,sabe como lidar e o que atrai cada um,conhecedor do futuro,assim sabendo o que daria certo ou não,e ele sendo fiel,eu sei que nunca seria traída. ([email protected])

    Resposta
  • 13 de agosto de 2014 em 16:30
    Permalink

    Ficaria coladinho com ele. Afinal Aquele que criou tudo, que administra a maior empresa do mundo e que tudo está em suas mãos tem muito a ensinar.

    Resposta
  • 17 de agosto de 2014 em 23:31
    Permalink

    Posso já me considerar um sócio de Deus. Os seus sócios tem muito mais confiança e fé no que faz. além do sentimento fraternal para com o próximo.

    Resposta
  • 19 de agosto de 2014 em 9:49
    Permalink

    Aprendi com seu manuel de instrução(a Biblia) onde estão os seus segredos parater uma vida próspera, feliz, ter um Espírito excelente. É só obedecer este manual.

    Resposta
  • 20 de agosto de 2014 em 12:32
    Permalink

    Entraria com o capital e trabalho e Deus com a Sabedoria Divina me inspiraria a fazer os melhores projetos, com maior rentabilidade para minha vida em todas as áreas.

    Resposta
  • 23 de agosto de 2014 em 13:21
    Permalink

    Na verdade já sou sócia de Deus na vida, ele me deu todas as oportunidades para brilhar, eu só tenho que saber aproveitar e seguir adiante.

    Resposta
  • 24 de agosto de 2014 em 7:19
    Permalink

    ficaria em sua dispensação e faria o q fosse preciso para que ele visse em mim que dependo dele sempre e q esse é o desejo de meu coração uma vez q nada posso sem ele

    Resposta
  • 25 de agosto de 2014 em 8:06
    Permalink

    Aceitaria.

    Resposta
  • 25 de agosto de 2014 em 16:51
    Permalink

    Eu gostaria de ser sócia de Deus em seu imenso amor, misericórdia e compaixão. Se isso acontecesse, eu certamente saberia ser uma pessoa muito melhor a cada dia.

    Resposta
  • 29 de agosto de 2014 em 20:08
    Permalink

    Daria o meu melhor a cada dia e obedeceria sem questionar!

    Resposta
  • 30 de agosto de 2014 em 21:20
    Permalink

    De pronto atenderia ao chamado e buscaria entender, na Palavra, quais seriam as minhas competências como elemento humano mas, ao mesmo tempo, esperando dEle o aperfeiçoamento divino. (email: [email protected])

    Resposta
  • 31 de agosto de 2014 em 13:45
    Permalink

    Faria uma proposta de grandes mudanças no mundo: Brasil reforma politica começando de novo do zero, na Rússia mudaria o clima se guerra.

    Resposta
  • 1 de setembro de 2014 em 17:02
    Permalink

    Não penso em Deus como aquele que pode melhorar minhas finanças. Sei que tudo pode. Mas penso em me associar a Ele na santidade. Ele disse: Sede santos porque eu Eu Sou Santo!!!!

    Resposta
  • 2 de setembro de 2014 em 9:23
    Permalink

    Se eu fosse convidado para ser sócio de Deus, aceitaria com apenas uma condição: Que Ele esteja na frente em tudo, de todas as decisões. Não teria como abrir falência.

    Resposta
  • 2 de setembro de 2014 em 9:37
    Permalink

    Estranho essas respostas! O Cristão genuíno é para ser “sócio” de Deus na sua contuda, seja no lar, trabalho, lazer e diante de qualquer circunstância das nossas vidas. Só com a Sua graça para conseguirmos esses atributos.

    Resposta
  • 2 de setembro de 2014 em 17:29
    Permalink

    Se fosse chamada para ser “sócia” de Deus, aceitaria de pronto uma vez que a sociedade com Ele seria sucesso garantido pois Ele tomaria todas as decisões e definiria todo o futuro da sociedade, que por sua vez teria suas ações voltadas para o outro, e não para nós. O lucro seria ver a vontade do Sócio majoritário sendo cumprida!

    Resposta
  • 3 de setembro de 2014 em 10:56
    Permalink

    Buscaria, em comunhão com Ele, saber qual seria a vontade dEle e, a partir daí, tomaria as decisões para que o Seu querer e o Seu realizar ocorressem através da minha vida.

    Resposta
  • 9 de setembro de 2014 em 15:35
    Permalink

    Eu iria me associar e através dessa sociedade iria fazer o meu melhor para progredir financeiramente e a vida pessoal,junto as leis do pai

    Resposta
  • 9 de setembro de 2014 em 16:03
    Permalink

    Seria a maior proposta de minha vida, aceitaria e dedicaria minhas forcas e dedicação para alcançar meu maior potencial nessa sociedade.

    Resposta
  • 9 de setembro de 2014 em 23:25
    Permalink

    Diria p Ele que, não tenho fé suficiente p confia nele, e sabendo Ele como sou não deveria confirmar em mim.
    Entretanto o amo mais do que tudo. E sei que Ele me ama, e esse será o fundamento principal da nossa sociedade.

    Resposta

Deixe um comentário para Danilo Almeida Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *