Quadrinhos para barbados. Ou não

Telio Navega, no Gibizada

Toda semana um papo descontraído sobre HQs. Essa é a ideia do programa “Quadrinhos para barbados”, que acaba de surgir, na internet. No primeiro episódio da série, que é curtinha e tem cerca de quatro minutos de duração, o paraibano Shiko fala de fanzines – sua inspiração no início de carreira – e de sua HQ “O azul indiferente do céu” (Marca de Fantasia). O editor Lobo, um dos criadores do projeto, diz como surgiu o “Quadrinhos para barbados”:

– A ideia surgiu num papo de bar, ali na Adega Portuguesa, em Copacabana, logo após dois chopes, de colarinho caprichado, e uma porção de sardinhas. Em volta da mesa, estavam Victor Marcello e Priscila Midori, criadores do Projeto Nosotros, e Glauco Kuhnert e Daniele Pimentel, da Fato Produtora.

Segundo Lobo, o trabalho é em equipe, mas Daniele edita o programa, Glauco dirige e o roteiro fica por conta do próprio Lobo, com Priscila e Victor. O desta semana, que você confere antes aqui, é com Fábio Moon e Gabriel Bá, e foi gravado no Festival Internacional de Quadrinhos, em Belo Horizonte.

– Os próximos personagens serão Julie Maroh (“Azul é a cor mais quente”) e Ricardo Leite, que fala de sua trajetória e da graphic novel autobiográfica que está produzindo – explica Victor. – Vamos lançar um vídeo por semana, sempre às quintas. E, às vezes, liberar também algum conteúdo extra que não coube na edição, como no caso do Shiko. Estamos nos divertindo muito com o processo e fazendo o programa que gostaríamos de assistir.

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *